Ngubengcuka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ngubengcuka foi um rei dos AbaThembu, uma tribo da África do Sul. Ele foi bisavô de Nelson Mandela.

Contexto[editar | editar código-fonte]

Os AbaThembu eram um de origem Nguni, assim como os amaXhosa, amaZulu, amaSwazi e amaNdebele, cuja origem são os Grandes Lagos da África Central.[1] Eles migraram dos Grandes Lagos através de Dedesi, se estabelendo na região de Msana, na Cabo Oriental.[1] O seu líder mais antigo conhecido foi Zwide, que reinou por volta de 1080.[1]

Reinado[editar | editar código-fonte]

Ngubengcuka foi o sucessor de Ndaba, que foi o sucessor de Zondwa; ele também era conhecido como Vusani.[1] Ele reinou de 1800 a 1830, e foi sucedido por seu filho Mtirara, que, por ser menor de idade, teve, como regente, Joyi.[1]

Ngubengcuka consolidou o reino abaThembu, e reuniu fugitivos dos amaHlubi, amaTshangase, imiZizi e amaBhele, e defendeu o reino dos ataques dos amaQwati, amaNgwane e amaVundle.[1] Ele estabeleceu a Thembuland, que ia de Mthatha até a atual Queenstown.[1]

Em 1827, durante seu reinado, Matiwane, chefe dos Ngwane, invadiu abaThembu; eles foram derrotados com a ajuda dos britânicos e dos amaGcaleka.[1]

Descendentes[editar | editar código-fonte]

Henry Mandela, o pai de Nelson Mandela, era neto de Ngubengcuka.[2]

Referências

  1. a b c d e f g h Governo da África do Sul, Determination on Matanzima and Dalindyebo paramountcies [em linha]
  2. Anthony Sampson, Mandela: The Authorized Biography, revisão do New York Times [em linha]