Norberto Méndez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

de

Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Norberto Méndez com a camisa do Tigre

Norberto Doroteo Mendez nascido na Argentina, 5 de janeiro de 1923 . Faleceu em Buenos Aires, Argentina em 22 de junho de 1998. Futebolista argentino, apelidado de Tucho. Uma das grandes figuras do futebol argentino notável dos anos 40 e um dos melhores jogadores da história do futebol argentino.

Nascido no subúrbio portenho de Pompeya , Méndez estreou no futebol profissional em 1940 vestindo a camisa do Huracán. Formou por alguns anos um temível trio de ataque com Emílio Baldonedo e Herminio Masantonio. Disputando com o Globo sete temporadas. Foi também companheiro de equipe de Alfredo Di Stefano , quando esse dava seus primeiros passos no futebol em 1945.

Jogava como entreala derecho , como se nominavam os meias-direitas na Argentina , muitas vezes disputou esse posto na albiceleste com José Manuel Moreno. Marcou 123 gols em 392 partidas da primeira divisão argentina. A sua vida boêmia fez com que antes dos 30 anos , Tucho mostrasse sinais evidentes de decadência física.

Em 1948 , juntamente com os companheiros de Globo Juan Carlos Salvini e Llamil Simes , se transferiu para o Racing Club em uma fantástica negociação em que o clube de Avellaneda além de pagar uma vultuosa soma em dinheiro , ainda cedeu cinco atletas à instituição de Parque Patricios. Em La Academia conseguiu um feito inédito até então no profissionalismo argentino conquistando um tricampeonato nacional (1949,1950,1951)

Depois de uma passagem pelo Tigre entre 1954 e 1956, retorna ao Huracán onde finaliza a carreira em 1958.

Com a camisa Albiceleste da Seleção argentina de futebol foram 31 presenças entre 1945 e 1955 ,assinalando 19 gols . Se transformou em ídolo nacional ao marcar os dois gols da vitória dos argentinos contra os brasileiros , no dia 10 de fevereiro de 1946 , dando o oitavo título sul-americano (Copa América) aos platinos , em uma partida tumultuada no Monumental de Núñez depois do incidente em que o atacante brasileiro Chico Aramburu e o zagueiro e capitão argentino José Salomón se envolveram, sendo que o argentino saiu com a perna fraturada. A partir daí houve um grande conflito dentro de campo , que paralisou a partida por vários minutos.

Juntamente com o brasileiro Zizinho é o máximo goleador histórico da Copa América ( Campeonato Sul-Americano ) com 17 gols.


Disputou o Campeonato Sul-Americano em 1945, 1946 e 1947.