O Antigo Regime e a Revolução

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde outubro de 2011). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

O Antigo Regime e a Revolução (L'Ancien Régime et la Révolution, no original) é um livro de Alexis de Tocqueville, publicado em 1856 em que o autor analisa a sociedade francesa antes da Revolução Francesa e investiga as causas e forças que levaram à revolução.

Tocqueville vê na França o desgaste das instituições de seu antigo regime monárquico. Mas tal desgaste não era específico deste país, toda a Europa assistia ao mesmo processo. No entanto, o fato da revolução ter ocorrido em seu país, e não em outro, tem uma explicação: a centralização e uniformização administrativa.

O distrito parisiense vinha há tempos concentrando o processo de industrialização[carece de fontes?] o que corroborava para sua supremacia administrativa .[carece de fontes?] Como prova, Tocqueville aponta para o fato de que o número de operários no distrito havia dobrado nos últimos sessenta anos que precederam a revolução.[carece de fontes?]

Além do mais a sociedade francesa se encontrava esfacelada.[carece de fontes?] Os membros de uma mesma classe não tinham unidade devido à falta de liberdade política. Do ponto de vista do autor, as classes mais atingidas são as classes altas, pois só elas têm a capacidade de governar.[carece de fontes?] E isto porque somente elas dispõem de tempo para se instruírem e se dedicarem à política.[carece de fontes?]

Tem-se então que a centralização administrativa uniformizava as classes privilegiadas (entendidas aqui tanto a nobreza quanto a burguesia) mas as desarticulava devido à falta de liberdade política e à diferenciação de direitos por privilégios ainda mantidos. Tal desarticulação tornava-as ineficazes no governo.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.