O Quinze

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de O quinze)
Ir para: navegação, pesquisa
O Quinze
Autor (es) Brasil Rachel de Queiroz
Idioma Português
País Brasil Brasil
Espaço onde decorre a história Sertão do Nordeste do Brasil
Editora José Olympio (1a. edição)
Lançamento 1930

O Quinze é o primeiro e mais popular romance de Rachel de Queiroz, publicado em 1930. O título se refere a grande seca de 1915, vivida pela escritora em sua infância.

A trama se dá em dois planos, um enfocando o vaqueiro Chico Bento e sua família, o outro a relação afetiva de Vicente, rude proprietário e criador de gado, e Conceição, sua prima culta e professora.

Conceição é apresentada como uma moça que gosta de ler vários livros, inclusive de tendências feministas e socialistas o que estranha a sua avó, Mãe Nácia - representante das velhas tradições. O período de férias, Conceição passava na fazenda da família, no Logradouro, perto do Quixadá. Apesar de ter 22 anos, não dizia pensar em casar, mas sempre se "engraçava" a seu primo Vicente. Ele era o proprietário que cuidava do gado, era rude e até mesmo selvagem.

Cquote1.svg (...) E se não fosse uma raiz de mucunã arrancada aqui e além, ou alguma batata-branca que a seca ensina a comer, teriam ficado todos pelo caminho, nessas estradas de barro ruivo, semeado de pedras, por onde eles trotavam trôpegos se arrastando e gemendo (...) Cquote2.svg
Rachel de Queiroz em O Quinze

Com o titulo L'année de la grande sécheresse , O Quinze foi traduzido em francês por Jane Lessa e Didier Voïta (Bibliothèque Cosmopolite Stock, 1986, ISBN 2-234-01933-8.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.