Orquestra Sinfônica de Houston

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Orquestra Sinfônica de Houston.

Orquestra Sinfônica de Houston é uma orquestra americana baseada em Houston, Texas, nos Estados Unidos. Desde 1966 a orquestra apresenta-se no Jesse H. Jones Hall em Houston. Hans Graf é o atual Diretor Musical da orquestra.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro concerto da orquestra aconteceu em 21 de junho de 1913, apoiado pelo filantropo de Houston, Ima Hogg. Inicialmente a orquestra era composta por apenas 35 membros. Apesar de seu pequeno tamanho e orçamento, a orquestra e seu primeiro maestro Julien Paulo Blitz desfrutou de uma boa resposta e continuaram suas apresentações. Blitz conduziu a orquestra até 1916, quando Paul Bergé assumiu, até a orquestra terminar seus trabalhos temporariamente, em 1918.

A orquestra se reorganizou em 1930, como uma orquestra semi-profissional e teve uma temporada cheia de concertos no ano seguinte, com o maestro Uriel Nespoli. Na primavera de 1936, a Sociedade Sinfônica tornou-se oficialmente a Sociedade Sinfônica de Houston. Ernst Hoffmann começou seus trabalhos nesse ano, com o suporte da Sociedade, ele começou a contratar músicos profissionais. A orquestra continuou a se expandir por décadas e seu primeiro contrato de 52 semanas de concertos foi assinada em 1971.

Quando o maestro Leopold Stokowski convidou a notável cantora afro-americana Shirley Vrrett para apresentar-se com a Sinfônica no começo da década de 1960, ele teve que cancelar o convite, pois a orquestra recusou-se a ter uma solista negra. Stokowski, depois desse acontecimento, pediu desculpas a solista e a convidou para uma noite com a Orquestra da Filadélfia[1] .

A orquestra apresentou-se no Music Hall até a construção do Jesse H. Jones em 1966. Em 2001 a orquestra perdeu milhões de dólares, quando a Tempesta Tropical Allison destruíu instrumentos e arquivos. Em 2003 os músicos entraram em greve por 24 dias[2] [3] .

Desde 2001, Hans Graf é o Diretor Musical da Sinfônica. Em setembro de 2009 a orquestra anunciou que o contrato do maestro vai até a temporada 2012/13. Graf também leva o título de Maestro Laureado da orquestra[4] .

Diretores Musicais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Tommasini, Anthony "MUSIC; Shirley Verrett Finally Tells Us Where She's Been", The New York Times, 2003-07-27. Retrieved on 2008-03-19.
  2. International Conference of Symphony and Opera Musicians, Settlement Bulletin, "Houston Symphony Ratifies 4-Year Agreement" (17 abril 2003.).
  3. Daniel J. Wakin (5 fevereiro 2006). Carnegie Hall 4 Vry Lo Rnt New York Times.. Página visitada em 2007-01-10.
  4. Tara Dooley (23 setembro 2009). Hans Graf takes steps to leave symphony Houston Chronicle.. Página visitada em 2009-10-02.