PC-DOS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

O PC-DOS é um antigo sistema operacional da IBM. Sua primeira versão, o PC-DOS 1.0, foi lançada em agosto de 1981, para o IBM PC (antecessor do IBM PC-XT e IBM PC-AT).

Desde então, foram lançadas as seguintes versões:

  • 1.1 (Maio de 1982)
  • 2.0 (Março de 1983)
  • 2.1 (Outubro de 1983)
  • 3.0 (Agosto de 1984)
  • 3.10 (Novembro de 1984)
  • 3.20 (Janeiro de 1986)
  • 3.30 (Maio de 1986)
  • 4.0 (Agosto de 1988)
  • 5.02 (Agosto de 1992)
  • 6.0 (1993)
  • 6.3 (1994)
  • 7.0 (Fevereiro de 1995)
  • 2000 (1995)

Não foram lançadas versões posteriores à 8.0, haja vista a obsolência de um sistema de 16 bits (padrão DOS), num mundo com processadores de 32 bits.

Não só a evolução do hardware, mas também a do software foi determinante para a não continuidade do PC-DOS:

O Microsoft Windows, até a versão 3.11, rodava em 16 bits sobre a plataforma DOS. Poderia ser o MS-DOS, o PC-DOS, ou outro DOS. Com o Windows 95, em 32 bits, que não necessita de um DOS separado para executar, e que, aliás, só é executado sob seu próprio DOS (o MS-DOS 7.0), o que foi seguido por todas as versões posteriores do Windows, a fabricação dos sistemas DOS torna-se obsoleta.

Assim, morrem não só o PC-DOS, mas também os demais sistemas DOS, como o DR-DOS, por exemplo, da Digital Research.