Pasquale Stanislao Mancini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pasquale Stanislao Mancini

Pasquale Stanislao Mancini (Castel Baronia, 1817Nápoles, 1888) foi um político, jurista e professor italiano. Foi ministro da Instrução Pública (1862), da Justiça (1876) e dos Negócios Exteriores (1881) do Reino da Itália.

Obras[editar | editar código-fonte]

Influenciado pela obras de Giambattista Vico e de Hugo Grotius, publica, em 1873, o livro "Diritto Internazionale", no qual apresenta a sua teoria sobre a nacionalidade.

Outras obras importantes foram:

  • "L'Abolizione della Pena di Morte" (1873).
  • "Sommi Lineamenti di una Storia Ideale della Penalità" (1874).
  • "Della Vocazione del nostro Secolo per la Riforma e la Codificazione del Diritto delle Genti" (1874).
  • "Questioni di Diritto" (1878),
  • "Discorsi Parlamentari" (1893-97).

No Brasil, teve publicada a obra "Direito Internacional" (Unijuí, coleção "Clássicos do Direito Internacional", 2003)