Passer rating

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Passer rating (às vezes referido como quarterback rating ou pass efficiency) é uma estatística que mede a eficiência de um passador (quase sempre o quarterback) no futebol americano e no canadense, levando em conta o número de passes tentados, de passes completos, de touchdowns, interceptações e de jardas aéreas. Há duas principais fórmulas para alcançar o passer rating, a primeira usada principalmente na NFL e na CFL e a segunda no futebol americano universitário.

NFL e CFL[editar | editar código-fonte]

A fórmula para o cálculo do passer rating nas duas principais ligas profissionais de gridiron é complexa e envolve quatro equações, em que os parâmetros de porcentagem de passes completos, passes para touchdown, passes interceptados e jardas por tentativa são ponderados. O cálculo foi desenvolvido por Don Smith, do Pro Football Hall of Fame, para substituir os tradicionais rankings por número bruto de jardas aéreas. Os cálculos são os seguintes:1

a = \left  ({\text{COMP} \over \text{ATT}} - 0,3 \right ) \times 5

b = \left ({\text{YARDS} \over \text{ATT}} - 3 \right ) \times 0,25

c = \left ({\text{TD} \over \text{ATT}} \right ) \times 20

d = 2,375 - \left ({\text{INT} \over \text{ATT}} \times 25 \right )

onde

ATT = Passes tentados
COMP = Passes completos
YARDS = Járdas aéreas
TD = Passes touchdown
INT = Passes interceptados


Passer Rating_{NFL} = \left ({mm(a) +  mm(b) + mm(c) + mm(d) \over 6} \right ) \times 100
onde mm(x) = \text{max}(0, \text{min}(x, 2,375))

Um passer rating perfeito, de acordo com essa fórmula, é de 158,3. Para obter tal marca, um jogador precisa, no mínimo, completar 77,75% dos passes, conseguir 12,5 jardas por tentativa, um touchdown em 11,875% das tentativas e não ser interceptado.2 O menor rating possível é 0, que é atingido quando o quarterback completa até 30% dos passes, ganha menos de 3 jardas por tentativa, não marca nenhum touchdown e é interceptado no mínimo em 9,5% dos lançamentos.

AFL[editar | editar código-fonte]

A Arena Football League utiliza uma fórmula similar à usada na NFL. A única diferença entre ambas reside na forma em que o quesito touchdowns por tentativa é levado em conta. O quesito c da fórmula da NFL é, na fórmula da AFL, modificado para1

c_{AFL} = \left ({\text{TD} \over \text{ATT}} \right ) \times 15

Assim, para obter um rating perfeito, é necessário marcar touchdown em 15,83% dos passes tentados. A finalidade da mudança da fórmula é aumentar o número de touchdowns realizados para a obtenção de um bom rating, já que no arena football ocorrem muito mais touchdowns por jogada, em decorrência do campo consideravelmente menor que o usado na NFL.

NCAA[editar | editar código-fonte]

A fórmula usada no futebol americano universitário pela NCAA é a mais usada no futebol americano amador, incluindo o colegial. O cálculo é mais simples que o utilizado nas ligas profissionais, mas depende das mesmas estatísticas que este. Calcula-se a eficiência de passe no futebol americano amador da seguinte forma:1

Passer Rating_{NCAA} = {(8,4 \times YDS) + (330 \times TD) + (100 \times COMP) - (200 \times INT) \over ATT}

O passer rating mínimo de acordo com a fórmula da NCAA é 1261,6, que pressupõe um TD de 99 jardas em toda tentativa de passe e o mínimo é -731,6, que ocorre quando toda tentativa de passe é completada para -99 jardas. Ter todas as tentativas interceptadas resulta em um rating de -200.

Recordes[editar | editar código-fonte]

NFL[editar | editar código-fonte]

O maior passer rating por jogadores com ao menos 1500 tentativas pertence a Aaron Rodgers, com a marca de 104,13 . O mesmo jogador detém o recorde de rating em uma temporada, tendo atingido 122,5 em 20114 . A melhor marca para um calouro, 98,1, foi atingida por Ben Roethlisberger em 2004, mas Robert Griffin III, com 104,2 até a Semana 14 da temporada de 2012 está em ritmo para superá-la. O wide receiver Antwaan Randle El tem a melhor marca entre jogadores com ao menos 20 tentativas: 157,8.

CFL[editar | editar código-fonte]

Dave Dickerson estabeleceu, com a marca de 118,8, o recorde por temporada em 2005.5 Também é dele a melhor marca por carreira, de 110,4.

AFL[editar | editar código-fonte]

O recorde em uma temporada da AFL é de 134,15 e pertence a Mark Grieb. A melhor marca entre os com ao menos 500 tentativas é de Chris Greisen, 127,23.

NCAA[editar | editar código-fonte]

Na Football Bowl Subdvision, antiga Divisão I-A, o mais alto nível da NCAA, o recorde pertence a Sam Bradford, que obteve 175,6 enquanto jogou por Oklahoma entre 2007 e 2009. O recordista em uma temporada é Russell Wilson, que passou para a marca de 191,8 defendendo Wisconsin na temporada de 2011. O recorde para um calouro é de 180,4 e foi estabelecido por Michael Vick, defendendo Virginia Tech em 1999.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]