Perdizes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde outubro de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Perdizes
Bandeira desconhecida
Brasão de Perdizes
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 17 de dezembro de 1938
Gentílico perdizense
Prefeito(a) Fernando Marangoni (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Perdizes
Localização de Perdizes em Minas Gerais
Perdizes está localizado em: Brasil
Perdizes
Localização de Perdizes no Brasil
19° 21' 10" S 47° 17' 34" O19° 21' 10" S 47° 17' 34" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba IBGE/2008 [1]
Microrregião Araxá IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Patrocínio, Serra do Salitre, Ibiá, Araxá, Sacramento, Santa Juliana, Pedrinópolis, Iraí de Minas e Araxá
Distância até a capital 353 km
Características geográficas
Área 2 450,145 km² [2]
População 14 391 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 5,87 hab./km²
Altitude 1000 m
Clima tropical de altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,777 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 428 102,761 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 29 378,45 IBGE/2008[5]
Página oficial

Perdizes é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

Geopolítica[editar | editar código-fonte]

O município de Perdizes está situado no Triângulo Mineiro, possui 2.457,60 km² de extensão territorial e uma população, de mais de 16.000 (12/2011-estimativa) habitantes. A base econômica do município é a pecuária e a agricultura. A sede do município é servida por rodovias asfaltadas e possui boa infra-estrutura urbana, com traçado regular e vias asfaltadas. Seus principais bairros são: 1 - Centro; 2 - Alvorada I; 3 - Alvorada II; 4 - Divineia; 5 - Cruzeiro; 6 - Ferreirinha; 7 - Novo Horizonte; 8 - Morada Nova; 9 - Jardim Esperança I; 10 - Jardim Esperança II; 11 - Parque das Flores; 12 - Distrito Industrial; 13 - Condomínio Chácaras Lago Azul (às margens Represa de Nova Ponte)

História[editar | editar código-fonte]

Nos primeiros anos do século passado, Francisco Pereira Xavier, abastado proprietário local, deliberou doar, para patrimônio de uma capela em honra a Nossa Senhora da Conceição, algumas terras que lhe pertenciam. A capela foi edificada e começou a crescer ao seu redor um pequeno núcleo populacional que de início era conhecido por Nossa Senhora da Conceição. O povoado passou a distrito pela Lei provincial número 2 594, de 3 de janeiro de 1880, confirmada pela Lei estadual nº 2, de 14 de setembro de 1891, integrado o município de Araxá. Em 1920, em publicação do Serviço Nacional de Recenseamento, o distrito aparece com o nome de Conceição do Araxá. A Lei estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938, elevou o distrito à categoria de município com o nome atual de Perdizes. O nome, segundo tradição oral, teria sido sugestão do então Governador Benedito Valadares (que governou Minas Gerais entre 1933 e 1945) em referência à ave de mesmo nome, abundante na região e cuja caça, naquela época, era permitida.

Organização Político-Administrativa[editar | editar código-fonte]

Criado a partir do desmembramento territorial do município de Araxá em 1938, o município de Perdizes, de acordo com a previsão das Constituições Federal e Estadual, possui Poder Executivo, representado pelo Prefeito Municipal; Poder Legislativo, representado por 9 (nove) vereadores. Perdizes é sede de Comarca com o mesmo nome, instalada no ano de 1989 e classificada como de entrância inicial, com jurisdição também sobre o município de Pedrinópolis/MG.

Economia[editar | editar código-fonte]

O setor primário, especificamente o agronegócio, é a grande força motriz da economia perdizense. Levantamentos do IBGE e dos Governos Estaduais com base no ano de 2011 (http://www.terra.com.br/economia/infograficos/pib-agropecuario/) indicam que Perdizes ostenta o 16º maior Produto Interno Bruto no Brasil, em relação ao agronegócio, o que o coloca como 3º maior produtor do Estado de Minas Gerais. Alguns destaques são: Batata: 1º maior produtor do Estado de Minas Gerais com 156,1 mil/ton, de acordo com dados do IBGE/LSPA/Agosto 2011; Trigo: 1º maior produtor do Estado de Minas Gerais, com 15,4 mil/ton., de acordo com dados do IBGE/LSPA/Agosto 2011; Milho: 3º maior produtor do Estado de Minas Gerais, com 198,0 mil/ton., de acordo com dados do IBGE/LSPA/Agosto 2011; Cana de Açucar: 5º maior produtor do Estado de Minas Gerais, com 2.133 mil/ton, de acordo com dados do IBGE/LSPA/Agosto 2011;

Produto Interno Bruto[editar | editar código-fonte]

O Município de Perdizes, segundo dados do IBGE/2010 (http://cidades.ibge.gov.br/xtras/temas.php?lang=&codmun=314980&idtema=103&search=minas-gerais%7Cperdizes%7Cproduto-interno-bruto-dos-municipios-2010) possui um Produto Interno Bruto Per Capta de R$ 30.833,51, o que é relevante já que a riqueza do município está pulverizada e não concentrada em único grande produtor, como ocorre com municípios sedes de hidrelétricas, mineradoras, grandes montadoras, aeroportos internacionais etc. Com este PIB Per Capta, Perdizes se coloca à frente de cidades como Rio de Janeiro/RJ, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Belo Horizonte/MG e Uberlândia/MG.

Índice de Desenvolvimento Humano Municipal[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Atlas de Desenvolvimento Humano do Brasil 2013 (http://atlasbrasil.org.br/2013/ranking), divulgado pela Organização das Nações Unidas, Perdizes alcançou o grau de Alto Desenvolvimento Humano, obtendo nota geral 0,723. Na dimensão longevidade, um dos três formadores do índice, a cidade obteve nota 0,880, fazendo jus à oitava posição entre os municípios com maior índice de longevidade do Estado de Minas Gerais.

Segurança pública[editar | editar código-fonte]

Perdizes sedia a 225ª Companhia da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, integrando a 5ª Região PM com sede em Uberaba. Possui Delegacia de Polícia Civil e uma unidade prisional sob supervisão da Secretaria de Estado de Defesa Social. A cidade reflete a moderada taxa de criminalidade do Estado de Minas Gerais, que é considerado o 7º menos violento estado da federação. http://mapadaviolencia.org.br/pdf2013/MapaViolencia2013_armas.pdf

Educação[editar | editar código-fonte]

O município de Perdizes possui 16 instituições de ensino, sendo 8 escolas de ensino fundamental (4 municipais e 4 estaduais), 3 instituições de ensino médio e 5 instituições de pré-escola. Dados do INEP demonstram que o município, com nota 6,7 (IDEB/2011 4ª série) já alcançou a meta estabelecida pelo Governo Federal para 2021,[6] sendo que para a 8ª séria o IDEB da rede pública estadual está 37% acima da meta prevista, com destaque e prêmios recebidos pelas escolas Horácio Afonso e Padre João Balker.

Em 2013 foi instalada no Município uma unidade da Universidade Aberta de Minas Gerais - UAITEC, oferecendo em pareceria com universidades públicas várias opções de cursos superiores à comunidade local e regional.

Serviços[editar | editar código-fonte]

O município de Perdizes é relativamente bem servido por serviços públicos, com representações de diversos órgãos estaduais. A rede bancária da cidade é servida por agências do Banco do Brasil, Banco Bradesco, Banco Postal, SICOOB Crediara e correspondentes da Caixa Econômica Federal.[carece de fontes?]

Comunicação[editar | editar código-fonte]

A cidade recebe, em canal aberto, as principais emissoras do país, contando a coberta regional da TV Integração (Rede Globo). A Rádio UEPA, 104,9 MHz, transmite programação local em frequência modulada. o jornal "

Agricultural Fields near Perdizes, Minas Gerais, Brazil.JPG

Regionall" editado há mais de 20 anos possui circulação semanal.[carece de fontes?]

Religiosidade[editar | editar código-fonte]

A população, em sua maioria católica, tem como Padroeira NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO, a Igreja Matriz que leva o seu nome, foi edificada cerca de 1830 e a Paróquia foi criada em 1880, pertencendo então ao Bispado de Goiás. Desde 1948, os devotos de Nossa Senhora veneram também a Ela, sob o título de Nossa Senhora da Cabeça. A famosa Festa em louvor a Nossa Senhora da Cabeça atrai peregrinos de todo o Brasil.

Pontos e Eventos Turísticos[editar | editar código-fonte]

A Igreja de Nossa Senhora da Cabeça, o Lago da Hidroelétrica de Nova Ponte, a Estação Ambiental de Galheiros e o Museu Arqueológico Professora Marcia Angelina Alves são os principais atrativos turísticos da cidade,[7] que faz parte do circuito turístico da Canastra.[8]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. "municipio_id":"3149804"} Visão geral do município. Visitado em 16 de outubro de 2013.
  7. A Exposição Agropecuária da cidade, conhecida como EXPOPER, que já conta com mais de 20 edições, atrai, durante sua realização, dezenas de milhares de visitantes. Dicas de viagem do Circuito Turístico da Canastra - Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais, 2009 (visitado em 2-3-2010)
  8. Listagem dos Circuitos Turísticos (PDF) p. 9. Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais. Visitado em 11 de fevereiro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.