Peritónio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Peritônio)
Ir para: navegação, pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.
Peritônio
Gray1039.png
Disposição horizontal do peritônio na porção superior do abdômen.
Gray assunto #246 1149
MeSH Peritoneum
Pode ser dividido em omento maior (rosa) e omento menor (azul).

O Peritoneu, peritónio (português europeu) ou peritônio (português brasileiro) é uma membrana serosa, a maior do corpo, transparente e que recobre tanto a parede abdominal quanto as vísceras. Durante o desenvolvimento o peritôneo sofre alterações complexas antes de atingir sua forma e posição definitivas.[1]

Possui duas camadas: parietal e visceral. A parietal recobre as paredes abdominais e a superfície inferior do diafragma, enquanto a visceral recobre boa parte das vísceras, formando uma cobertura completa para algumas delas (estômago, baço, etc.) e incompleta para outras (bexiga, recto, etc.). Assim, as vísceras podem ser classificadas como peritonizadas (por ambas lâminas), extraperitoneais (fora do parietal) ou intraperitoneais (dentro do parietal). [2] Estas duas camadas são responsáveis por formar a cavidade peritoneal, espaço virtual entermeado por líquido peritoneal.

Funções[editar | editar código-fonte]

Algumas de suas funções são diminuir o atrito entre as vísceras abdominais, promover sustentação estrutural, servir de meio para que leucócitos façam a defesa de possíveis infecções e armazenar gordura.

Patologias[editar | editar código-fonte]

Quando em contato com o ar é chamado de pneumoperitônio e quando em contato com uma hemorragia é chamado de hemoperitônio.

Nas herniações da cavidade abdominal, pode formar um saco herniário.

Por ter poder absorvente extremamente alto, é a porta para levar ao choque séptico por extravasamento do conteúdo intestinal neste meio, por exemplo.

Inervação[editar | editar código-fonte]

Sua inervação é feita pelo nervo frênico, os nervos toraco-abdominais, os nervos subcostais e o plexo lombosacral.

Referências