Pilhagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Soldados furtam sapatos durante a confusão causada pelo grande terremoto de 1906, em San Francisco, EUA.

A pilhagem, também chamada de saque, é o furto ou roubo indiscriminado de bens alheios como parte de uma vitória política ou militar, ou no decorrer de uma catástrofe ou tumulto, como numa guerra ou num desastre natural. O produto de uma pilhagem ou saque é designado como espólio, presa ou butim.[1] [2]

Por força dos acordos firmados nas Convenções de Genebra em 1949, considera-se crime tomar ou destruir propriedade privada durante uma ocupação militar, a menos que seja "absolutamente necessário".[3]

Alguns povos da Antiguidade se dedicavam com maior ou menor intensidade à pilhagem, mesmo em tempos de paz, como é o caso dos celtas[4] , vândalos[5] [6] e vikings[7] .

Referências

  1. butim. aulete.uol.com.br. iDicionário Aulete. Página visitada em 7 de junho de 2012.
  2. butim. www.priberam.pt. Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Página visitada em 7 de junho de 2012.
  3. Convenção IV, Convenção de Genebra Relativa à Protecção das Pessoas Civis em Tempo de Guerra, de 12 de Agosto de 1949
  4. Gallic Sack of Rome
  5. Sicilian Peoples: The Vandals and Goths
  6. Do Vandals Deserve Their Reputation?
  7. Loot: Why the Vikings Came to Britain