Prisioneiros do Poder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Obitaemyy ostrov
Autor (es) Arcady Strugatsky e Boris Strugatsky
Idioma português
País Portugal
Género ficção científica
Série Colecção Argonauta 307/8
Tradutor Eurico da Fonseca
Editora "Livros do Brasil"
Lançamento 1971 (edição original)
Cronologia
Último
Último
A Solução de Ceres
Depois da Bomba
Próximo
Próximo

Prisioneiros do Poder (Обитаемый остров no original em russo, transliterado como Obitaemyy ostrov) é um romance de ficção científica escrito pelos irmãos Arcady Strugatsky e Boris Strugatsky, e publicado em Portugal pela Colecção Argonauta com o número 307/8.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Uma nave da Terra faz um pouso de emergência num planeta remoto e inexplorado. A bordo, um único ocupante: o jovem idealista Maxim Kammerer. Maxim sai para ver o que derrubou a sua nave e acaba descobrindo que foi parar no rescaldo de uma guerra nuclear - e também que sua vida daí por diante não valerá nem um centavo. O livro está dividido em duas partes. Maxim e seu universo literário voltaram a estar presentes em outras obras dos irmãos Strugatsky, como The Time Wanderers.

Trívia[editar | editar código-fonte]

O prefácio da edição em inglês foi escrito por Theodore Sturgeon.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

O livro deu origem a um filme, Обитаемый остров no original em russo, (The Inhabited Island, em língua inglesa) teve sua primeira parte lançada na Rússia, em 18 dezembro de 2008. A segunda tem lançamento previsto para Abril de 2009.[1]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • STRUGATSKY, Arcady e STRUGATSKY, Boris. Prisioneiros do Poder. Lisboa: Livros do Brasil, 1983.