Pseudophilautus stellatus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaPseudophilautus stellatus
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Avaliação contraditória (ver texto) (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Anura
Família: Rhacophoridae
Género: Pseudophilautus
Espécie: P. stellatus
Nome binomial
Pseudophilautus stellatus
(Kelaart, 1853)

Pseudophilautus stellatus é uma espécie de anfíbio da família Rhacophoridae. Endémica do Sri Lanka, onde era conhecida apenas da localidade-tipo. Em 2004, a IUCN declarou a espécie extinta, já que buscas na região não foram capazes de encontrar um indivíduo vivo. Em 2012, foi anunciada oficialmente a redescoberta do anfíbio no Santuário do Pico Wilderness.

Nomenclatura e taxonomia[editar | editar código-fonte]

A espécie foi descrita por Edward Frederick Kelaart em 1853 como Polypedates stellata.[1] George Albert Boulenger, em 1882, considerou-a um nomen dubium.[2] Em 2001, a espécie foi restaurada como Philautus stellatus.[3] Em 2009, a espécie foi recombinada para Kirtixalus stellatus[4] e posteriormente no mesmo ano para Pseudophilautus stellatus.[5] Em 2013, um neótipo foi designado, já que o holótipo descrito por Kelaart havia se perdido.[6]

Distribuição geográfica e habitat[editar | editar código-fonte]

P. stellatus é endêmico do Sri Lanka. Era conhecida apenas da localidade-tipo no atual distrito de Nuwara Eliya, província Central. Em 2009, quando a espécie foi redescoberta, os espécimes foram registrado na região do Santuário do Pico Wilderness no distrito de Ratnapura, província de Sabaragamuwa.[6]

Conservação[editar | editar código-fonte]

A União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais classificou a espécie como extinta em 2004, com a justificativa de que buscas na região não obtiveram sucesso em encontrar um espécime vivo e por não haver registros de avistamentos da P. stellatus nos últimos 100 anos.[7] Com a redescoberta da espécie, foi recomendado que a mesma seja classificada como "criticamente em perigo", já que é conhecida apenas de uma pequena área e com possível ameaça antropogênica ao habitat, mesmo sendo no interior de um santuário protegido.[6]

Referências

  1. Kelaart, E.F.. (1853). "Part IV. Ceylon Amphibia". Prodromus Faunae Zeylanicae; Being Contributions to the Zoology of Ceylon. Colombo, Sri Lanka 1: 189–197.
  2. Boulenger, G.A.. Catalogue of the Batrachia Salientia s. Ecaudata in the Collection of the British Museum. 2. ed. Londres: Taylor and Francis, 1882.
  3. Bossuyt, F.; Dubois, A.. (2001). "A review of the frog genus Philautus Gistel, 1848 (Amphibia, Anura, Ranidae, Rhacophorinae)". Zeylanica 6: 1–112.
  4. Yu, G.-H.; Rao, D.-Q.; Zhang, M.-W.; Yang, J.-X.. (2009). "Re-examination of the phylogeny of Rhacophoridae (Anura) based on mitochondrial and nuclear DNA". Molecular Phylogenetics and Evolution 50: 571–579.
  5. Li, J.-T.; Che, J.; Murphy, R.W.; Zhao, H.; Zhao, E.-M.; Rao, D.-Q.; Zhang, Y.-P.. (2009). "New insights to the molecular phylogenetics and generic assessment in the Rhacophoridae (Amphibia: Anura) based on five nuclear and three mitochondrial genes, with comments on the evolution of reproduction". Molecular Phylogenetics and Evolution 53: 509–522.
  6. a b c Wickramasinghe, L.J.M.; Vidanapathirana, D.R.; Airyarathne, S.; Rajeev, M.D.G.; Chanaka, A.W.A.; Pastorini, J.; Chathuranga, G.; Wickramasinghe, N.. (2013). "Lost and found: One of the world's most elusive amphibians, Pseudophilautus stellatus (Kelaart 1853) rediscovered". Zootaxa 3620 (1): 112–128.
  7. Manamendra-Arachchi, K.; Pethiyagoda, R.; Dutta, S.; Silva, A. (2004). Pseudophilautus stellatus (em Inglês). IUCN 2013. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2013 Versão 1. Página visitada em 6 de setembro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Pseudophilautus stellatus
Ícone de esboço Este artigo sobre anfíbios anuros é um esboço relacionado ao Projeto Anfíbios e Répteis. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.