Rola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaRola
Rola-turca

Rola-turca
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Columbiformes
Família: Columbidae
Género: Streptopelia
Espécies
Ver texto.

Streptopelia é um género de aves columbiformes, onde se classificam diversas espécies de rola.

Espécies[editar | editar código-fonte]

As rolas do género Streptopelia são aves de médio porte, com comprimentos entre 25 e 35 cm. A plumagem é geralmente cinzenta, com tons acastanhados ou púrpura em algumas espécies. A maioria apresenta um colar preto na zona posterior do pescoço. Um critério útil na distinção das várias espécies é o padrão de cores da cauda. São aves muito territoriais na época de acasalamento e alimentam-se de sementes de gramíneas e outras plantas herbáceas ao nível do solo. O seu estômago, em geral, contém bastante areia, que auxilia a triturar os alimentos.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

De forma geral, a reprodução das rolas ocorre quando a penetração de forma gradual e mediante "rituais" realizados tanto pelo macho quanto pela fêmea. De início, o macho e a fêmea se aproximam num meio terrestre. Verificando o sexo do companheiro, ambos começam a voar um ao redor do outro, fazendo ruídos agudos (biólogos e estudiosos acreditam que, neste passo do ritual de acasalamento, o macho tente demonstrar suas habilidades de combate à fêmea). Logo em seguida, pousam e se bicam periodicamente, e assim se encerra a etapa de sedução. Após alguns minutos se bicando, o macho finalmente monta a fêmea. Com o passar dos dias, o casal faz o ninho, revezando-se quer na incubação dos ovos quer nos cuidados aos filhotes.

Espécies[editar | editar código-fonte]

Referência[editar | editar código-fonte]

  • Maclean, G.L., 1993.