Salus Populi Romani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fotografia do ícone.

Salus Populi Romani (em português 'Protetora do Povo Romano') é um título dado no século XIX para o ícone bizantino de virgem com o Menino Jesus, supõe-se que seja do início da era cristã, a imagem está na Basílica de Santa Maria Maior, em Roma.[1]

Ela tem sido historicamente o mais importante ícone mariano em Roma, embora a devoção a ela tenha diminuído em relação a outras imagens (como a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro). Ao longo dos séculos, recuperou um certo estatuto, especialmente por ser coroada pelo Papa Pio XII em 1954.[2] Recentemente, o Papa Bento XVI venera o Salus Populi Romani em diferentes ocasiões, pedindo a sua intercessão.[3] [4] [5] [6]

Em 2003, o Papa João Paulo II deu aos jovens da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) uma cópia contemporânea deste antigo e sagrado ícone como símbolo de fé para ser levado pelo mundo, acompanhando a cruz da JMJ. “Hoje eu confio a vocês... o ícone de Maria. De agora em diante, ele vai acompanhar as Jornadas Mundiais da Juventude, junto com a cruz. Contemplem a sua Mãe! Ele será um sinal da presença materna de Maria próxima aos jovens que são chamados, como o apóstolo João, a acolhê-la em suas vidas” (Roma, 18ª Jornada Mundial da Juventude, 2003). [7]

Referências