Sonda (genética)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em genética, o termo sonda (também sonda de hibridização) refere-se ao DNA de cadeia simples, marcado com um radioisótopo (por exemplo o, 32P) ou biotina.

A principal função das sondas é identificar, entre um conjunto de moléculas de ácidos nucleicos, a chamada sequência-alvo. É eleita como sonda uma molécula que possua sequência o mais complementar possível em relação à sequência-alvo.

São utilizadas para identificar, por exemplo, um DNA-alvo entre milhões de fragmentos de restrição resultantes de clivagem de DNA - na técnica de transferência de Southern, ou para identificar, por exemplo, um transcrito-alvo, entre o conjunto de transcritos produzidos por uma determinada célula - na técnica de transferência de Northern.

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.