Spaniel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os spaniels formam um grupo de cães de caça, com pêlo sedoso (liso ou levemente ondulado). A função desses cães é, pelo faro, encontrar e "levantar" (ou desalojar) aves selvagens, como patos, gansos, galinhas e codornas selvagens, para que o caçador possa abatê-la com arma de fogo em pleno vôo. Assim que o caçador abate a ave, é tarefa do cão procurar o local onde a caça caiu e trazê-la de volta ao seu dono. São exemplos de raças de spaniels: Cocker Spaniel Inglês, Field Spaniel, Sussex Spaniel, English Water Spaniel, Irish Water Spaniel ou Cão D'Água Irlandês, Cocker Spaniel Americano, Springer Spaniel Inglês, etc...

História[editar | editar código-fonte]

São usados desde a Idade Média na arte da falcoaria, levantando a caça para que o falcão a abatesse. Com o invento das armas de fogo, o falcão perdeu sua função, porém não o cão.

Não se sabe ao certo a origem da palavra "spaniel". Alguns acreditam que seja uma referência à Espanha. É fato que registros de cães semelhantes aos modernos spaniels foram encontrados por toda península Ibérica, porém, em datas anteriores ao próprio nome "Espanha". Outras pessoas acreditam que seja uma referência à palavra celta "spain", que quer dizer "coelho", mostrando que possivelmente sua função original não fosse a caça de aves.