Stalag 17

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Stalag 17
O inferno na terra (PT)
Inferno número 17 (BR)
 Estados Unidos
1953 • p&b • 120 min 
Direção Billy Wilder
Roteiro Billy Wilder / Edwin Blum
Elenco William Holden
Don Taylor
Otto Preminger
Género guerra
Idioma inglês / alemão
Página no IMDb (em inglês)

Stalag 17 (br: Inferno número 17, ou Inferno 17, ou Inferno nº 17 / pt: O inferno na terra) é um filme estadunidense de 1953, do gênero guerra, dirigido por Billy Wilder.

O filme foi adaptado por Billy Wilder e Edwin Blum de uma peça teatral da Broadway, de autoria de Donald Bevan e Edmund Trzcinski. Os dois aparecem no filme como prisioneiros. A peça foi dirigida por José Ferrer e foi a estréia na Broadway do ator John Ericson, que fazia Sefton. Entrou em cartaz em maio de 1951 e teve 472 encenações. É baseada nas experiências pessoais dos autores no campo de prisioneiros Stalag 17B, na Áustria.

A dupla formada por Robert Strauss (que participou da peça) e Harvey Lembeck intercala muito humor às cenas de tensão.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme começa na semana antes do Natal de 1944, num campo de prisioneiros aliados sediado em algum lugar ao longo do rio Danúbio. Manfredi e Johnson tentam escapar por um túnel, mas são descobertos e mortos. Seus companheiros começam a suspeitar que há um informante entre eles. O prisioneiro Sefton é quem mais causa desconfiança por sua atitude cínica perante a guerra, sempre buscando lucrar através de negociações com os carcereiros nazistas ou promovendo eventos entre os companheiros que envolvem jogatinas e farras. A situação vai ficando perigosa e Sefton percebe que a única forma de escapar da morte é descobrir quem é o verdadeiro espião.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
William Holden Sefton
Don Taylor tenente Dunbar
Otto Preminger Von Scherbach
Robert Strauss Stanislas "Animal" Kasava
Harvey Lembeck Harry Shapiro
Peter Graves Price
Sig Ruman sargento Schulz
Neville Brand Duke
Richard Erdman Hoffy
Michael Moore Manfredi
Peter Baldwin Johnson
Robinson Stone Joey
Robert Shawley Blondie Peterson
William Pierson Marko
Gil Stratton Clarence Harvey "Cookie" Cook (narrador)
Jay Lawrence Bagradian
Erwin Kalser
Mike Bush dançarino

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1954 (EUA)

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Charlton Heston e Kirk Douglas foram cotados para o papel de Sefton. Holden estava relutante em aceitar pois achava o personagem muito cínico e egoísta. Wilder recusou tornar o papel mais simpático e Holden desistiu, mas foi forçado a continuar no filme por pressão da Paramount Pictures.
  • O cenário da prisão foi montado no John Show Ranch, no sudoeste das Colinas Woodland, na Califórnia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]