Tépala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hemerocallis fulva, onde o perianto em forma de funil não é diferenciado entre pétalas e sépalas - designados, então, como tépalas.

Em botânica, tépala é cada uma das peças florais que, não sendo pétala nem sépala, constituem o perianto de numerosas monocotiledôneas. Também pode ser definido como uma unidade ou segmento dos periantos nos quais não estão claramente diferenciados a corola e o cálice, como na tulipa e na cebola.

Mais especificamente, uma tépala é um componente floral das plantas da família das magnólias (Magnoliaceae) e várias outras plantas fanerógamas primitivas como a família das Amborellaceae. Corresponde às pétalas e sépalas em flores de outras plantas com periantos duplos ou compostos onde todas as sépalas tem a mesma forma e cor (quase indiferenciáveis), sem sépalas que sirvam de proteção ao broto em desenvolvimento nem pétalas maiores que atraiam insetos. As plantas que apresentam tépalas são classificadas como homoclamídeas (sépalas e pétalas são semelhantes em número, cor e forma).

Ex. Lírio (Hemerocallis fulva)

Pode-se chegar a conclusão de que as tépalas são quando as sépalas (Cálice) e pétalas (Corola) são iguais quanto ao número, forma, tamanho e cor.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Botany: A Brief Introduction To Plant Biology - 5th ed. Thomas L. Rost; T. Elliot Weier - Wiley & Sons 1979 ISBN 0-471-02114-8.
  • Plant Systematics - Jones; Samuel - McGraw-Hill 1979 ISBN 0-07-032795-5.
Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.