Taipei 101

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Taipei 101
Taipei101.portrait.altonthompson.jpg
Taipei, Taiwan
Status Completo
Altura
Antena 509,2 m (1670.60 ft)
Telhado 449,2 m (1473.75 ft)
Último andar 439,2 m (1440.94 ft)
Características
Elevador 61(incluindo 2 elevadores ultravelozes)
Área 412,500m²
Custo US$ 1 758 000 000
Construção
Arquiteto C. Y. Lee
Desenvolvedor KTRT Joint Venture
Proprietário Urban Retail Properties Co.

O Taipei 101, (em Chinês tradicional:臺北101 ou 台北101;Chinês simplificado:台北101;Pinyin:Táiběi Yīlíngyī; Wade-Giles:T'ai-pei I-ling-i) é um arranha-céu de 101 andares, localizado em Taipei, Taiwan. O edifício, projetado por C. Y. Lee e construído por KTRT Joint Venture foi o arranha-céu mais alto mundo superando as Petronas Towers, na Malásia, em 2003, e sendo superado pelo Burj Khalifa, nos Emirados Árabes Unidos, em 2010 e pelas Abraj Al Bait Towers na Arábia Saudita em 2011. O Taipei 101 recebeu o prêmio Emporis Skyscraper em 2004. Foi considerado uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo Moderno (revista Newsweek, 2006) e uma das Sete Maravilhas de Engenharia (Discovery Channel, 2005).

O edifício fica como um ícone de Taipei, e de Taiwan como um todo. Seu estilo combina a tradição e modernidade da cultura asiática e internacional num único projeto. Suas características de segurança permitem-lhe suportar tufões e terremotos. Um centro comercial multi-nível adjacente ao edifício tem centenas de lojas de moda, restaurantes e clubes. Fogos lançados a partir do Taipei 101 são uma característica proeminente das transmissões internacionais de réveillon. A estrutura é um marco e aparece com frequência em filmes, shows de televisão, publicações impressas, animês, jogos e outros elementos da cultura popular.

O nome da torre reflete a sua localização no distrito comercial de Taipei. O número é pronunciado em inglês simplesmente como "one-oh-one" e em mandarim pelo seu equivalente.

O Taipei 101 é de propriedade da Taipei Financial Center Corporation e gerido pela divisão internacional da Urban Retail Properties Corporation baseada em Chicago, EUA. O nome inicialmente previsto para o edifício, era Taipei World Financial Center, que foi obtido a partir do nome do proprietário. O nome original em chinês foi literalmente, Taipei International Financial Center (chinês tradicional:臺北國際金融中心; pinyin: Táiběi Guójì Jīnróng Zhōngxīn).

O Taipei 101 foi ultrapassado em altura no dia 21 de julho de 2007 pelo Burj Khalifa, em Dubai, Emirados Árabes Unidos, após o término da construção dos 141 andares até aquele momento. O título de "edifício mais alto do mundo" agora pertence pertence ao Burj Khalifa pois as normas arquitetônicas internacionais definem edifício como uma estrutura totalmente ocupada. O Burj Khalifa reclamou o título quando sua construção terminou em 2010.

Construção[editar | editar código-fonte]

Taipei é a maior cidade da República da China (Taiwan). Na foto, em destaque, o Taipei 101.

O Taipei 101 pode suportar terremotos de 9 graus na escala Richter e ventos de mais de 450 km/h. A importante capacidade de absorção dessa estrutura consiste num amortecedor eólico com placas metálicas de 660 toneladas que está instalado no 89.º andar — o maior e mais pesado mundialmente. Está dividido em 8 segmentos de 8 pisos, e é o único amortecedor visível ao público.

Uma gigantesca bola de ferro de 680 toneladas, colocada no 92.º andar, serve de contrapeso mecânico contra as vibrações, absorvendo a energia e minimizando as oscilações.

O elevador, fabricado pela empresa Toshiba, tem o título de maior velocidade: em apenas 37 segundos, leva trinta pessoas do 5.º andar até o 89.º. Esse elevador também possui um sistema de selamento hermético similar ao de um avião, que protege os ouvidos das pessoas que não viajam nele.

Observatórios[editar | editar código-fonte]

Taipei 101 possui um observatório interno no 89° andar e um observatório externo ao ar livre no 91° andar. Ambos oferecem uma visão panorâmica e atraem visitantes do mundo inteiro.[1]

Outras Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O edifício também possui os dois mais velozes elevadores do mundo que foram fabricados no Japão. Ambos sobem 380 metros (do térreo até o 89.º) em 43 segundos, atingindo 60 km/h (530 m/min). Já a descida é ligeiramente demorada, são 52 segundos, atingindo 36 km/h.
  • No topo da torre existe uma bola de 660 toneladas e 5,5 metros, sustentada por 16 cabos de aço de 42 metros cada. Isso reduz em 60% o balanço do prédio.[2]
  • Durante a construção do Taipei 101, um sismo de 6,8 graus na escala Richter atingiu a região de Taipei, em 2002. O prédio ficou inteiro, mas dois guindastes caíram do 56.º andar e 5 pessoas morreram.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. Taipei 101 Official Website - Observatory Visit Information
  2. Jornal Folha de São Paulo, Caderno Turismo, F4

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Taipei 101
Precedido por
Petronas Twin Towers
Edifício mais alto do mundo
2003 - 2010
452 m
Sucedido por
Burj Khalifa
Ícone de esboço Este artigo sobre arranha-céus é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.