Tergo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Tergo.

Um tergo é uma forma de relevo que consiste numa elevação que faz a separação da escorrência de águas e se prolonga até um cume. Trata-se, portanto, do oposto de um vale. Os tergos podem também ser chamados de cumeadas ou cumeeiras.

Linhas[editar | editar código-fonte]

A linha central, em que no limite é feita a divergência das direcções de escorrência, e que une os pontos mais elevados, os passo de montanha ou colos, designa-se como linha de festo ou linha de cumeada e não é normalmente representada em cartografia.

Em certo sentido, as extensões dos tergos formam os eixos das cordilheiras. Muitas fronteiras terrestres são feitas coincidir com linhas de cumeada ou linhas de água.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

A origem do termo festo usado na linha de festo, tem a sua origem na dobra de uma peça de pano em toda a sua extensão, pelo que a expressão a festo significa subir encosta acima sem ladear.

Referências

  • Lello Universal — Dicionário enciclopédico Luso-Brasileiro


Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.