The Crimson Ghost

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Crimson Ghost
O fantasma do Homem Diabo[1]  (PT)
O Espírito Escarlate[2]  (BR)
 Estados Unidos
1946 • P&B • 12 capítulos, 167 min 
Direção William Witney
Fred C. Brannon
Produção Ronald Davidson
Roteiro Albert DeMond
Basil Dickey
Jesse Duffy
Sol Shor
Elenco Charles Quigley
Linda Stirling
Clayton Moore
I. Stanford Jolley
Kenne Duncan
Forrest Taylor
Sam Flint
Joseph Forte
Gênero Policial
Idioma inglês
Música Mort Glickman
Direção de arte Fred A. Ritter
Russell Kimball
Efeitos especiais Howard Lydecker
Theodore Lydecker
Cinematografia Bud Thackery
Edição Cliff Bell Sr.
Harold Minter
Estúdio Republic Pictures
Distribuição Republic Pictures
Lançamento Estados Unidos 26 de outubro de 1946 (seriado)[3]
Estados Unidos Anos 1950(TV)[3]
Estados Unidos 1966 (TV)[3]
Portugal 20 de março de 1950 [1]
Receita $161,174
Cronologia
Último
Último
Daughter of Don Q (1946)
Son of Zorro (1947)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

The Crimson Ghost é um seriado estadunidense de 1946, gênero policial, dirigido por William Witney e Fred C. Brannon, em 12 capítulos, estrelado por Charles Quigley, Linda Stirling e Clayton Moore. Foi produzido e distribuído pela Republic Pictures, e veiculou nos cinemas estadunidenses a partir de 26 de outubro de 1946.

Foi o último seriado de William Witney, depois de uma carreira que chegou a ser uma das mais elogiadas de todos os diretores de seriados. O seriado foi relançado como uma série de seis episódios na década de 1950 e como um filme de televisão sob o título Cyclotrode X[4] , em 1966. Na década de 1990 The Crimson Ghost foi um dos dois seriados da Republic a serem colorizados. O vilão da série, o Crimson Ghost do título, é um dos mais visualmente impressionantes do meio, e sua imagem tem sido usada e amplamente repercutida pela banda de horror-punk Misfits, que usa a face do vilão como logo da banda.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um misterioso vilão mascarado, Crimson Ghost, está determinado a roubar um dispositivo atômico conhecido como Cyclotrode X, que pode cortar qualquer dispositivo elétrico.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

The Crimson Ghost foi orçado em $137,912, porém seu custo final foi $161,174, e foi o mais caro seriado da Republic em 1946.[3] Foi filmado entre 28 de março e 24 de abril de 1946, sob o título provisório The Scarlet Shadow.[3] Foi a prodiução nº 1597.[3]

A fim de impedir o público de deduzir a identidade de Crimson Ghost, o estúdio usou o dublê Bud Geary para encarnar o vilão, enquanto vários atores forneceram sua voz, incluindo I. Stanford Jolley. O papel de Jolley foi menor, mas recebeu um bom salário e foi, portanto, altamente suspeito. Quando The Crimson Ghost foi desmascarada no capítulo XII, ele foi outro ator, Joseph Forte, que tinha feito um personagem aparentemente acima de qualquer suspeita. O futuro ator que interpretaria Lone Ranger na televisão, Clayton Moore, interpretou um raro papel de vilão, um dos capangas de Crimson Ghost, um gângster denominado Ashe.

Este foi o último seriado dirigido por William Witney, sendo que o primeiro foi The Painted Stallion, em 1937, e teve um intervalo em que parou a direção para servir na Segunda Guerra Mundial.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Dublês[editar | editar código-fonte]

  • Dale Van Sickel … Duncan Richards (dublando Charles Quigley)
  • Polly Burson … Diana Farnsworth (dublando Linda Stirling)
  • Tom Steele … Ashe (dublando Clayton Moore & I. Stanford Jolley)
  • Joe Yrigoyen … Duncan Richards & Count Fator (dublando Charles Quigley & Stanley Price)

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

O lançamento oficial de The Crimson Ghost é datado de 26 de outubro de 1946, porém essa é a data da disponibilização do 6º capítulo.[3]

Televisão[editar | editar código-fonte]

No início dos anos 1950, The Crimson Ghost foi um dos 14 seriados da Republic a serem editados como série de televisão, em 6 episódios de 26½-minutos.[3] The Crimson Ghost foi um dos 26 seriados da Republic relançados como filme na televisão em 1966, sob um novo título, Cyclotrode "X", num versão editada para 100 minutos.[3] The Crimson Ghost foi um dos dois seriados da republic a serem colorizados nos anos 1990.[3]

Recepção crítica[editar | editar código-fonte]

Cline considera Crimson Ghost “o mais impressionante e visualmente fascinante vilão em qualquer filme seriado.[5]

Capítulos[editar | editar código-fonte]

  1. Atomic Peril (20 min)
  2. Thunderbolt (13min 20s)
  3. The Fatal Sacrifice (13min 20s)
  4. The Laughing Skull (13min 20s)
  5. Flaming Death (13min 20s)
  6. Mystery of the Mountain (13min 20s)
  7. Electrocution (13min 20s)
  8. The Slave Collar (13min 20s)
  9. Blazing Fury (13min 20s)
  10. The Trap that Failed (13min 20s)
  11. Double Murder (13min 20s)
  12. The Invisible Trail (13min 20s)

Fonte:[3] [6]

Influências[editar | editar código-fonte]

O cartaz do show de 28 de março de 1979 em Max’s Kansas City, contou com o Crimson Ghost[7] , para a banda Misfits. A capa do disco de vinil “Horror Business”, da banda, seria a primeira vez que o personagem apareceria em um lançamento da banda. Continuaria a ser usado como o mascote da banda e sua imagem de crânio continua a servir como o logo da Misfits.

Iron Maiden também usou Crimson Ghost em seu vídeo musical "The Number of the Beast".

No filme Halloween, em 2007, um garoto (Skyler Gisondo interpretando Tommy Doyle) está usando uma fantasia de Crimson Ghost.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b The Crimson Ghost no IMDB
  2. Mattos, A. C. Gomes de. Cinemin 11. [S.l.]: Rio de Janeiro: EBAL. 53-54 pp.
  3. a b c d e f g h i j k Mathis, Jack. Valley of the Cliffhangers Supplement. [S.l.]: Jack Mathis Advertising. 3, 10, 94-95 pp. ISBN 0-9632878-1-8.
  4. Cyclotrode X no IMDB
  5. Cline, William C.. In the Nick of Time. [S.l.]: McFarland & Company, Inc., 1984. 52 pp. ISBN 0-7864-0471-X.
  6. Cline, William C.. In the Nick of Time. [S.l.]: McFarland & Company, Inc., 1984. 244 pp. ISBN 0-7864-0471-X.
  7. Crimson Ghost

Ligações externas[editar | editar código-fonte]