Timberland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Timberland
Tipo Subsidiária
Indústria Moda
Fundação 1952 (62 anos)
Sede  Estados Unidos, Stratham, MA
Empregados 5.600 (mundialmente)[1]
Produtos Botas
Faturamento US$ 1,5 bi (2011)
Página oficial www.timberland.com.br

A Timberland é uma empresa global de manufatura e comércio de produtos voltados para atividades ao ar livre e uso casual, com foco em calçados, itens de vestuário e acessórios, fundada em 1952 por Nathan Swartz no estado norte-americano de Massachusetts.

A Timberland possui uma filosofia corporativa de comprometimento com a responsabilidade socioambiental. Em 2007, foi considerada a 78a melhor empresa para se trabalhar nos Estados Unidos, na lista das Cem Melhores Empresas para se trabalhar da CNN Money.

A sede mundial da Timberland está localizada na cidade de Stratham, no estado norte-americano de New Hampshire. A empresa também possui escritórios em diversos outros países.

No Brasil, a Timberland está presente desde 1996, através de um acordo de licenciamento com a empresa brasileira São Paulo Alpargatas. Desde 2011, a marca global Timberland faz parte do grupo VF Corporation.


História da Empresa[2] [editar | editar código-fonte]

- 1918 – O fundador da Timberland Nathan Swartz começa sua carreira de aprendiz de sapateiro na cidade de Boston, Massachusetts.

- 1952 – Swartz compra a metade da sociedade na empresa The Abington Shoe Company, sediada na cidade de Abington, Massachusetts, que fazia principalmente trabalho terceirizado para outras empresas de calçados.

- 1955 – Swartz compra o restante da sociedade e traz seus filhos, Sidney e Herman, para gerenciar a empresa.

- 1965 – A família Swartz introduz a então inovadora tecnologia de moldagem por injeção no setor calçadista. Esta tecnologia permitiu conectar as solas de borracha aos cabedais de couro das botas sem costuras, o que tornou as botas praticamente à prova d’água.

- 1969 – A empresa transfere sua base de produção para o estado de New Hampshire.

- 1973 – Buscando atender às necessidades dos lenhadores da região da Nova Inglaterra, que trabalhavam em condições extremas de clima, com neve e chuva, e precisavam manter os pés secos e aquecidos, a empresa lança botas de couro totalmente à prova d’água, com a marca registrada “Timberland”. Esta bota também foi a primeira a oferecer garantia a seus consumidores, fato até então inédito na indústria calçadista. Como estas botas se tornaram um sucesso de vendas, o nome da empresa foi oficialmente mudado para The Timberland Company em 1978.

- Em 1978 e 1979, a Timberland adicionou sapatos casuais e boat shoes à sua linha de produtos.

- Na década de 1980, a empresa se expandiu internacionalmente, primeiramente no mercado italiano, onde se estabeleceu em 1980, e depois em diversos outros países. Com a ajuda do influente movimento de jovens Paninaro, de Milão, na Itália, que passaram a usar as botas Timberland como elemento de estilo, a empresa se tornou uma marca de moda reconhecida em todo o mundo.

- Em 1984 a Timberland transferiu sua linha de produção para o estado norte-americano do Tennessee.

- Em 1988 Sidney Swartz, um dos filhos do fundador Nathan Swartz, assumiu o controle da empresa, e até hoje detém o cargo de presidente. Sob sua liderança, a Timberland passou a evoluir em direção a ser uma marca de estilo de vida, adicionando itens de vestuário e calçados femininos à sua linha de produtos.

- Durante a década de 1990, a Timberland introduziu novas linhas de produtos, como mochilas, relógios e calçados infantis.

- Em 1992 a empresa começa a oferecer a seus funcionários 16 horas de licença remunerada para se dedicar a projetos voluntários de apoio a comunidade, prática que permanece até a atualidade.

- Em 1996 a marca Timberland chega oficialmente ao Brasil, através de um acordo de licenciamento com a empresa São Paulo Alpargatas. São inauguradas as lojas da marca no Morumbi Shopping e no Shopping Iguatemi, em São Paulo.

Loja da Timberland no Morumbi Shopping, em São Paulo

- Também em 1996 a Timberland passou a desenvolver botas e calçados para crianças.

- 1998 - Jeffrey Swartz, neto do fundador da Timberland, assume o cargo de CEO da empresa.

- 2003 – A Timberland alcança a quinta posição na lista de empresas mais admiradas da revista norte-americana Forbes.

- 2008 – A empresa lança o conceito Earthkeepers, com produtos produzidos a partir de materiais reciclados, orgânicos ou que provocam menor impacto ambiental. Atualmente, a maior parte dos produtos da Timberland são da linha Earthkeepers.

- 2010 – A Timberland conquista a segunda posição na lista das empresas mais comprometidas com o combate ao aquecimento global elaborada pela organização Climate Counts.

- 2011 - A Timberland assina um contrato de fusão com a VF Corporation, um dos maiores conglomerados de marcas de moda do mundo, por US$ 43 por ação, totalizando um valor de aproximadamente US$ 2 bilhões.

Timberland Yellow Boot[3] [editar | editar código-fonte]

Fábrica da empresa Timberland na República Dominicana

Em 1973 a Abington Shoe Company lançou uma bota de couro amarelo e solado de borracha totalmente impermeável, que recebeu o nome de “Timberlander”, em homenagem à região madeireira da Nova Inglaterra, que era chamada de “Timberland” (Terra da madeira). Com o sucesso de vendas da bota, a empresa mudou seu nome para The Timberland Company em 1978.

Pela cor característica, a bota impermeável recebeu o apelido de “Yellow Boot” (Bota Amarela). A partir de 1980, passou a ser exportada para a Itália, e na década de 1980 foi adotada como elemento de estilo dos jovens “Paninaro” da cidade italiana de Milão, uma das tribos urbanas mais influentes na moda da época. A Yellow Boot se tornou um ícone de moda por seu estilo que simboliza a liberdade e o estilo de vida rústico dos trabalhadores norte-americanos.

Por volta de 1985, o estilo hip hop urbano passou a ser adotado pelos jovens de Hong Kong, e posteriormente do Japão, e a Yellow Boot foi um dos elementos do estilo característico destas tribos urbanas. De volta aos EUA, seu país natal, a Yellow Boot também ganhou destaque no look dos rappers norte-americanos. Atualmente, muitos dos artistas de hip hop mais influentes, como Jay Z, Kanye West, Beyoncé, Rihanna e Pharrell Williams usam constantemente a Yellow Boot em suas aparições públicas.

A Yellow Boot foi também um dos modelos de calçados adotados pela cultura sneaker, de colecionadores de calçados personalizados e customizados. Foram criadas diversas séries limitadas de versões customizadas da bota, assinadas por estilistas e artistas plásticos. Entre elas se destacam as séries criadas pela loja nova-iorquina David Z., a parisiense Colette e a californiana Undefeated. Foram criadas ainda séries especiais temáticas, como a Bourougs Project, com versões baseadas nos cinco distritos da cidade de Nova Iorque (Manhattan, Brooklyn, Bronx, Queens e Staten Island), assinadas por artistas cujo trabalho é associado a cada um destes distritos.

De acordo com a filosofia corporativa de responsabilidade socioambiental da The Timberland Company, a Yellow Boot também foi utilizada em campanhas de interesse público, com uma série especial criada em parceria com a organização Save Darfur, que buscou aumentar a conscientização sobre a crise humanitária ocorrida na região de Darfur, no Sudão.

Atualmente todas as Yellow Boots vendidas no mundo são fabricadas na unidade fabril da Timberland em Santo Domingo, na República Dominicana.

Referências

  1. Timberland | About Us
  2. Timberland (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2013.
  3. The Original Yellow Boot (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2013.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]