Ubi sunt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ubi sunt (traduzido literalmente como "onde estão...") é uma expressão em latim retirada da frase Ubi sunt qui ante nos fuerunt?, que significa "Onde estão aqueles que foram antes de nós?". Ubi nunc...? ("Onde agora?") é uma variante comum.[1]

O ubi sunt é, na verdade, uma reflexão sobre a morte e sobre a transitoriedade da vida e, geralmente, causa uma efeito de nostalgia.

A expressão ubi sunt pode ser encontrada no início de vários poemas medievais em latim e ocorre, por exemplo, na segunda estrofe da canção "De Brevitate Vitae" (também conhecida como "Gaudeamus igitur").

Exemplos[editar | editar código-fonte]

É do poeta francês da Idade Média, François Villon, um famoso exemplo de ubi sunt. Trata-se da pergunta "Où sont les neiges d'antan?" ("Onde estão as neves de antanho?"), de Ballade des dames du temps jadis ("Balada das mulheres dos tempos passados"). O refrão foi retomado na ácida e irônica composição de Bertolt Brecht e Kurt Weill, "Nanna's Lied", na qual expressa a memória de uma prostituta não arrependida, a curto prazo, com o seguinte refrão:

Wo sind die Tränen von gestern abend? Wo ist der Schnee vom vergangenen Jahr?[2]

Em "Coplas por la muerte de su padre", o poeta espanhol Jorge Manrique escreveu estrofes igualmente famosas sobre contemporâneos seus, os quais a morte havia levado:

¿Qué se fizo el rey don Juan?

Los infantes de Aragón

¿qué se fizieron?

¿Qué fue de tanto galán,

qué fue de tanta invención

como trujeron?

Las justas y los torneos,

paramentos, bordaduras

y cimeras,

¿fueron sino devaneos?

¿qué fueron sino verduras

de las eras?[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Veja exemplos em James W. Bright, "The 'ubi sunt' Formula" Modern Language Notes' 8.3 (Março 1893:94).
  2. "Onde estão as lágrimas da noite passada? Onde estão as neves de antanho?"
  3. Que aconteceu com o Rei Dom Juan?
    O Príncipe de Aragão,
    Que aconteceu com todos eles?
    Que houve com tanto galão?
    e com tantas invenções
    que trouxeram?
    As justas e os torneiros,
    paramentos, bordaduras
    e cimeiras?
    Foram, senão, devaneios?
    que foram, senão, picardias
    das eras?

Ligações externas[editar | editar código-fonte]