Um Estudo em Vermelho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Study in Scarlet
Um Estudo em Vermelho
ArthurConanDoyle AStudyInScarlet annual.jpg
Capa da revista da primeira edição em 1887.
Autor (es) Arthur Conan Doyle
Idioma inglês
País Reino Unido
Género romance policial
Série Sherlock Holmes
Linha de tempo da história Século XIX
Espaço onde decorre a história Londres e EUA
Ilustrador Sidney Paget
Lançamento Julho de 1888
Edição portuguesa
Tradução Alberto Gomes
Revisão: Carolina Vasconcelos
Editora Europa-América
Lançamento 1984
Páginas 128
ISBN 9789721022683
Edição brasileira
Editora Melhoramentos
Páginas 152
ISBN 85-06-2995-3
Cronologia
Último
Último
The Sign of the Four
Próximo
Próximo

Um Estudo em Vermelho (A Study in Scarlet no original em inglês) é um romance policial escrito por Sir Arthur Conan Doyle, publicado originalmente pela revista Beeton's Christmas Annual em novembro de 1887. A primeira edição, em formato de livro, só seria lançada em julho de 1888, com ilustrações da autoria de Richard Gutschmidt.

A obra é famosa por ser o primeiro livro de Sherlock Holmes, detetive mundialmente conhecido na literatura policial. É também, nessa obra, que acontece seu encontro com Dr. Watson, narrador e participante das aventuras do detetive através de um amigo comum.

Um Estudo em Vermelho propõe um enigma terrível para a polícia, que pede auxílio a Holmes: um homem é encontrado morto, sem ferimentos e cercado de manchas de sangue. Em seu rosto, uma expressão de pavor. Mas Sherlock Holmes comanda apenas a primeira parte do livro e dois capitulos da segunda parte, até desvendar magnificamente a identidade do assassino. Na segunda parte ele pouco aparece, e o autor parece escrever um conto sobre o que viria a ser conhecido como " Velho Oeste", demorando-se a contar a vida dos Mórmons em zona rural dos Estados Unidos, até que vários acontecimentos levassem ao vingativo desfecho em Londres.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Dr Watson conhecera Sherlock Holmes a fim de dividir com ele um quarto, para que pudessem dividir as despesas. Quase que instantaneamente, o doutor Watson percebera o ser genial que o cercava. Holmes demonstrava em suas atitudes um senso dedutivo elevadíssimo e uma inteligência impressionante. O poder de ligação dos fatos que Holmes demonstrava fazia com que o seu novo companheiro de quarto ficasse admiradíssimo. Foi uma questão de tempo para o dr Watson tornar-se um fã incontestável e braço direito de Holmes.

A Scotland Yard tinha um caso muito curioso em suas mãos e os agentes Lestrade e Gregson procuraram,um homem foi encontrado morto em uma casa abandonada e sem nenhum ferimento,apesar de que a casa onde estava o corpo havia muito sangue. Quase que imediatamente o amador, mas muito competente Jefferson contara toda a história, desde a tribo Mórmom ao assassinato de Stangerson. Lucy Ferrier era o nome da garota que fora o foco principal de todas as desavenças narradas. Simplesmente apreensiva a primeira investigação narrada de Holmes e tudo girando em torno da flor de Utah, Lucy Ferrier.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

[1]

Referências

  1. InstanteLiterário-Um Estudo em Vermelho Página visitada em 20 de Janeiro de 2011

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource
Commons Categoria no Commons


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.