Vírus da imunodeficiência símia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaVírus da imunodeficiência símia
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Grupo: Grupo VI (ssRNA-RT)
Família: Retroviridae
Género: Lentivirus
Espécies
  • Vírus da imunodeficiência símia

O vírus da imunodeficiência símia (SIV) é o equivalente símio do vírus da imunodeficiência humana (HIV).

Após a identificação da AIDS em humanos, infecções similares foram observadas em macacos rhesus asiáticos em centros primatas nos EUA, tornando-se conhecido como AIDS símia. A reatividade do soro desses animais com antígenos HIV-1 pelo Western blot, levou a identificação do lentivírus relatado, denominado como vírus da imunodeficiência símia. No entanto, esse vírus não é hospedeiro natural patogênico desses primatas, o qual sugere uma evolução adaptativa.[1] [2]

Tanto o vírus HIV-1 quanto o HIV-2 estão intimamente relacionados ao SIV, indicando uma relação entre a origem das infecções pelo HIV a eventos de transmissão entre espécies de primatas.[3] [4] O reservatório natural do HIV-2 foi identificado como sendo o do macaco verde africano “sooty mangabey” (Cercocebus atys).[4] [5] Já a origem do HIV-1 se deu entre exemplares da subespécie de chimpanzés, denominada Pan troglodytes troglodytes[6] [7] [8]

O HIV1, HIV2 e SIV compreendem o subgênero “lentivírus primata”.[1] Esses vírus são conhecidos por suas propriedades citolíticas e imunossupressoras.[9] [10] [11] Sua organização genômica é similar, embora HIV1 e SIV de chimpanzés (SIVcpz) codifiquem um gene vpu, e HIV2 e SIV de macacos verdes (SIVsm) possuam um gene vpx[1] [12]

Referências

  1. a b c REEVES JD, Doms RW. Human immunodeficiency virus type 2. J. Gen. Virol. 2002; 83: 1253 - 1265.
  2. KROGSTAD P. Molecular biology of the human immunodeficiency virus: current and future targets for intervention. Semin Pediatr Infect Dis. 2003; 14(4):258-68.
  3. ALAEUS, A. -Significance of HIV-1 genetic subtypes. Scand. J. Infect. Dis. 2000; 32(5): 455-463.
  4. a b LEMEY P, Pybus OG, Wang B, Saksena NK, Salemi M, Vandamme AM. Tracing the origin and history of the HIV-2 epidemic. Proc Natl Acad Sci U S A. 2003; 100(11):6588-92.
  5. HIRSCH MS, Olmsted RA, Murphey-Corb M, Purcell RH, Johnson PR. An African primate lentivirus (SIVsm) closely related to HIV-2. Nature. 1989; 339: 389-392.
  6. GAO F, Bailes E, Robertson DL, Chen Y, Rodenburg CM, Michael SF, Cummins LB, Arthur LO, Peeters M, Shaw GM, Sharp PM, Hahn BH. Origin of HIV-1 in the chimpanzee Pan troglodytes troglodytes. Nature. 1999; 397(6718):436-41.
  7. DIXON B. The origins of AIDS. Curr Biol. 1999; 9(6):R192.
  8. KEELE BF, Van Heuverswyn F, Li Y, Bailes E, Takehisa J, Santiago ML, Bibollet-Ruche F, Chen Y, Wain LV, Liegeois F, Loul S, Ngole EM, Bienvenue Y, Delaporte E, Brookfield JF, Sharp PM, Shaw GM, Peeters M, Hahn BH. Chimpanzee reservoirs of pandemic and nonpandemic HIV-1. Science. 2006; 313(5786):523-6.
  9. LLEWELYN MB. The molecular and cellular biology of the human immunodeficiency virus. 1994; 4: 184-188.
  10. JOSHI S, Joshi RL. Molecular biology of human immunodeficiency virus type-1. Transfus Sci. 1996; 17(3):351-78.
  11. COSTIN JM. Cytopathic Mechanisms of HIV-1. Virol J. 2007 Oct 18; 4(1):100.
  12. McGRATH KM, Hoffman NG, Resch W, Nelson JA, Swanstrom R. Using HIV-1 sequence variability to explore virus biology. Virus Res. 2001; 76(2):137-60.
Ícone de esboço Este artigo sobre vírus é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.