Vayú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vayú (sânscrito: वायु,Vāyu; Malaio: Bayu, tailandês: Phra Pai) é uma divindade hindu primária, o Senhor dos ventos, o pai de Bhima e pai espiritual do Senhor Hanuman . Ele também é conhecido como Vata (वात), Pavana (पवन, o purificador)e, às vezes Prana (प्राण, a respiração). Vata, um nome adicional para Vayu, é a raiz do sânscrito e hindi para a atmosfera, vātāvaran (वातावरण)

O deus Vayú sobre um antílope,sua montaria

Vayú como vento[editar | editar código-fonte]

Como um elemento ,vāyú (ar) é parte dos 'bhuta Mahā pancha, os "cinco grandes elementos" no hinduísmo:

  • Prithvi ou bhumi: Terra
  • Apa *'' ou Yala: água
  • Agni ou Teyas : fogo
  • Vāyú:ar
  • Akasha:Éter

Vayú como deus[editar | editar código-fonte]

No Upanishads são numerosas as referências à Vayú, particularmente no Upanishad araniaka Brij, que conta a história das cinco divindades que controlam as funções vitais e sua luta para determinar qual deles é essencial - conhecidas como prana, apana, Vyana, Udana e Samana que controlam a vida: a respiração, o vento,o tato,a digestão e excreção. Quando uma divindade como a visão do homem deixa o corpo, este continua vivendo e se adapta à nova situação como um cego. Isso acontece com cada uma das funções controladas pelos deuses que controlam o corpo, exceto Vayú, que esta história vai provar ser o estímulo essencial que pode desempenhar as suas tarefas e as das outras divindades e, portanto, é o deus que dá suporte à vida.

Guardiões das direções[editar | editar código-fonte]

Vayú é um dos dez deuses dik pāla (protetores dos sentidos):é o guardião do noroeste.


Referências[editar | editar código-fonte]

The Book of Hindu Imagery: Gods, Manifestations and Their Meaning By Eva Rudy Jansen p. 68