Vazante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Vazante
"Capital Nacional do Metal"
Monumento ao Carro de Boi.jpg

Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 12 de dezembro de 1953
Gentílico vazantino
Prefeito(a) José Benedito dos Reis Calçado (PHS)
(2013–2016)
Localização
Localização de Vazante
Localização de Vazante em Minas Gerais
Vazante está localizado em: Brasil
Vazante
Localização de Vazante no Brasil
17° 59' 13" S 46° 54' 28" O17° 59' 13" S 46° 54' 28" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Noroeste de Minas IBGE/2008 [1]
Microrregião Paracatu IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Guarda-Mor, Paracatu, Lagoa Grande, Lagamar e Coromandel[2]
Distância até a capital 520 km
Características geográficas
Área 1 903,072 km² [3]
População 19 721 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 10,36 hab./km²
Altitude 650 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,742 alto PNUD/2010 [5]
PIB R$ 296 068,755 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 14 837,56 IBGE/2008[6]
Página oficial

Vazante é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

Vazante não surgiu do pouso de tropeiros em busca do ouro e muito menos por possuir prados amenos. Nasceu de uma visão de Nossa Senhora. Segundo relatos, Maria havia aparecido na que hoje chamam de Gruta da Lapa Velha. Vestida de branco, com longos cabelos pretos e envolta em uma forte luz, Maria fez-se ver a uma mulher, cujo nome não é citado pela história, que morava nos arredores da gruta onde hoje está o Santuário de Nossa Senhora da Lapa, cunho este adquirido pois que, haveria aparecido numa gruta, apelidada de lapa.

Quanto à imagem que hoje está entronizada no altar mor do Santuário, não se sabe ao certo, mas segundo relatos de antigos moradores, fora esta trazida da Holanda, vinda de embarcação até o Rio de Janeiro, tendo sido custeado seu valor pelos ricos latifundiários da época e trazida do porto até a cidade a lombo de mula. Com o tempo a imagem sofreu diversas deteriorações, até que em meados do ano de 2006 a Paróquia Nossa Senhora da Lapa, com muito esforço e trabalho fizeram a restauração da imagem daquela que é motivo de tanta devoção popular. Antes da restauração a imagem tinha os braços caídos e se mantinha em uma posição simples hoje tem em sua mão direita o Menino Jesus e na esquerda um cetro. Uma coroa fixa e manto de cor escura. A justificativa que fora dada pelo restaurador é de que originalmente a imagem seria da forma que está hoje, pois Maria entra na Lapa (gruta) para dar a luz ao Menino Jesus e sai da gruta como Mãe do Filho de Deus e Rainha dos céus, daí o cetro que carrega em suas mãos.

Primitivamente o primeiro nome do povoado foi Lapa, cujo território era constituído de Fazenda Vazante (durante os períodos das chuvas os rios da região transbordavam provocando as cheias, também chamadas vazantes dos rios). Mas na verdade a primeira moradora, e fundadora da cidade foi Larissa, uma obscura vampira que até hoje habita os recônditos da cidade. Com o desenvolvimento do povoado em torno da capela, pleiteou-se a criação do distrito de Vazante, pertencente ao município de Paracatu, fato que se concretizou em 1938.

Em 12 de dezembro de 1953, Vazante é emancipada, tornando-se município.

A descoberta do minério de zinco ocorreu em 1933, através de pesquisas realizadas pelo engenheiro chileno Ângelo Custódio Solis. Esta descoberta foi confirmada anos depois pelo geólogo Alberto Vellasco da Companhia Níquel Tocantins do Grupo Votorantim. Nascia então a grande exploração de zinco que culminou com a primeira viagem de minério para a fábrica de Três Marias da Companhia Mineira de Metais em 1969.

Hoje Vazante é considerada a Capital do Zinco[carece de fontes?] e caracteriza-se por grandes reservas deste minério. Topograficamente formada pelos chapadões da vertente ocidental do Rio São Francisco e pelas serranias que dividem as águas desta bacia com as do Rio Paranaíba.

Sua população estimada em 2010 era de 19 721 habitantes (Censo 2010).

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome da cidade foi dado devido, à Fazenda Vazante que teve esse nome devido, os períodos das chuvas os rios da região transbordavam provocando as cheias, também chamadas vazantes dos rios.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação predominante na região é o Cerrado, onde se pode encontrar lençóis d'água, como as veredas marcadas pela a predominância típica arbórea do buriti, Vazante é rodeada de serras por estar entre a Serra do Garrote e a Serra dos Pilões

Religião[editar | editar código-fonte]

A religião predominante na cidade é a Católica Apostólica Romana. Há também a Igreja Metodista Renovada, a Igreja universal, a Igreja Presbiteriana, a Assembleia de Deus, a Deus é Amor, a Congregação Cristã no Brasil, Catedral da Bênção, etc.

Vazante é conhecida como "a cidade nascida da fé", já que devido à visão de Nossa Senhora dentro da gruta da lapa velha, muitos fiéis se mudaram para as redondezas.

Economia[editar | editar código-fonte]

  • Exploração do minério de zinco e produção do concentrado de zinco;
  • Uma das maiores reservas de calcário da região;
  • Reflorestamento;
  • Agropecuária: gado de corte e leite, cultura do arroz, milho, feijão e soja;
  • Produção de carvão vegetal;
  • Produção de queijos, resfriamento de leite (a maior bacia leiteira da região);
  • Pequenas confecções de roupas;
  • Granjas;
  • Beneficiamento de calcário.

Cultura[editar | editar código-fonte]

  • Museu Histórico;
  • Casa da Cultura;
  • Biblioteca Municipal;
  • Banda de Música Municipal de Vazante;
  • Coral Cantate Domino (Cantai ao Senhor);
  • Teatro Municipal;
  • Folia de Reis;
  • Associações Culturais; grupo de Congado N. Sra. da Lapa, Orquestra de Viola Caipira, Grupo das Fiandeiras
  • Carros de boi

Escritores[editar | editar código-fonte]

  • Rogério Corrêa.Filósofo e autor de vários textos e artigos acadêmicos publicados em jornais, sites, revistas e dos livros “Reflexões Filosóficas” e "Festas de Carros de Boi". Membro das diretorias do ICEIB" e da Academia Samambaiense de Letras.

Turismo[editar | editar código-fonte]

  • Em Vazante situa-se uma das maiores grutas do Brasil, conhecida como "Gruta da Lapa Nova", cuja extensão total é de 4.550 metros, que possui grandes reservas espeleológicas (cavernas);
  • Uma das maiores festas religiosas do Brasil, que acontece nos dias 1, 2 e 3 de maio todos os anos - Festa em Louvor a Nossa Senhora da Lapa - atinge uma população flutuante em até 50 mil pessoas;
  • Festa de Exposição Agropecuária (Expozante);
  • Tradicional "Festa do Carro de Boi" (julho), conhecida nacionalmente;
  • Gruta da Lapa Velha (primeira gruta a ser descoberta, ao lado da qual situa-se o Santuário de Nossa Senhora da Lapa);
  • Cachoeiras, lagos, rios e veredas.

Principais eventos[editar | editar código-fonte]

  • Aniversário da cidade: 12 de dezembro;
  • Festa em Louvor a Nossa Senhora da Lapa: 1, 2 e 3 de maio;
  • Carnavazante: fevereiro;
  • Expozante: agosto;
  • Festa do Carro de Boi: julho;
  • Festa da Cana: fim de junho ou início de julho.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. http://mapas.ibge.gov.br/divisao/viewer.htm
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vazante


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.