Guarda-Mor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Guarda-Mor
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 1 de março de 1963
Gentílico guardamorense
Prefeito(a) Edgar José de Lima (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Guarda-Mor
Localização de Guarda-Mor em Minas Gerais
Guarda-Mor está localizado em: Brasil
Guarda-Mor
Localização de Guarda-Mor no Brasil
17° 46' 15" S 47° 05' 52" O17° 46' 15" S 47° 05' 52" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Noroeste de Minas IBGE/2008 [1]
Microrregião Paracatu IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Paracatu, Vazante, Coromandel e Catalão (GO)
Distância até a capital 551 km
Características geográficas
Área 2 065,595 km² [2]
População 6 565 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 3,18 hab./km²
Altitude 616,28 m
Clima sub tropical úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,690 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 158 230,818 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 23 365,45 IBGE/2008[5]
Página oficial

Guarda-Mor é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população informada em 2010 era de 6.565 habitantes (3.688 urbana / 2.877 rural — 3.427 homens / 3.138 mulheres).[6]

Destaca-se como fundador de Guarda-Mor o bandeirante Felisberto Caldeira Brant.

História[editar | editar código-fonte]

Guarda-Mor, antigo distrito subordinado ao município de Paracatu e Vazante, foi elevado à categoria de município pela lei estadual nº 2764 de 30 de dezembro de 1962. Surgiu nos tempos em que os bandeirantes começaram a extrair ouro do córrego de Paracatu. Criou-se, então, um posto de Guarda-Real (maior, mor) - daí a origem do nome - para efeito de fiscalização do ouro que era transportado para Uberaba. Saint-Hilare, famoso viajante francês, em sua obra intitulada "Viagem às nascentes do Rio São Francisco", menciona a fazenda do Guarda-Mor ao descrever a Paracatu do XVIII. Ilídio Pereira Guimarães, proprietário da referida área, doou 30 alqueires (90 ha) para Santa Rita dos Impossíveis. Por ser terremo da Santa e, por conseguinte, gratuito, muitas famílias vieram demarcar seus respectivos lotes e formou-se, assim, o arraial. A população cresceu rapidamente e o mesmo foi elevado a distrito em 1850. Em 1871, criou-se a Paróquia de Santa Rita dos Impossíveis de Guarda-Mor, logo extinta em 1873. A época da criação do distrito de Vazante, em 1938, Guarda-Mor cede parte de seu território. Ao elevar-se a categoria de município, em 1953, Guarda-Mor passa a integrá-lo. Em 01 de Março de 1963, Guarda-Mor torna-se município. Uma de sua principais atrações naturais é a cachoeira do Funil e a cachoeira da Usina. No panorama cultural, destacam-se festas, tais como a de Santa de Rita Cássia, padroeira do município, realizada no mês de Julho, a Exposição Agropecuária realizada no mês de Junho e o Carnaval. Sua economia é baseada na agricultura, sendo uma das maiores produtoras de grãos do Estado, e na pecuária, o município tem um grande rebanho de gado leiteiro e corte. Em um mundo cada vez mais sufocado por novidades técnicas e ideológicas, recorrer à simplicidade é uma forma de entrar em contato com as nossas raízes. Conheça esse recanto de paz que está guardado no rico cerrado brasileiro. [7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Fonte: IBGE (censo 2010)
  7. Guarda-Mor - Histórico (IBGE). biblioteca.ibge.gov.br (2008). Página visitada em 22 de setembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.