Vickie, o Viking

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vickie, o Viking
小さなバイキング ビッケ
(Chiisana Viking Bikke)
Gênero Kodomo, Aventura, Comédia
Anime
Wickie, o Viking[1]
Vickie, o Viking[2]
Direção Hiroshi Sait
Estúdio Mushi Production, Zuiyo Eizo
Exibição original 3 de abril de 1974 – 24 de setembro de 1975
Emissoras de TV Japão Fuji TV
Emissoras lusófonas Portugal RTP, TVI
Nº de episódios 78
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Vickie, o Viking é uma série animada alemã e japonesa, realizada em 1974 pelos estúdios Zuiyo Eizo e Mushi Production. Foi emitida em Portugal no anos de 1975 e 1976 com o nome de "Wickie, O Viking" na RTP e depois com o nome de "Vickie, o Viking" na TVI. Foi um grande sucesso. Seguir-se-ia depois com grande sucesso outras séries como "Heidi" e "Marco".

História[editar | editar código-fonte]

A história é baseada nas personagens criadas pelo escritor sueco Runer Johnson com o mesmo nome.

Relata as aventuras de Wickie e dos habitantes da pequeno aldeia de Flake (situada entre a Suécia e a Noruega).

A série é composta de 78 capítulos de aproximadamente 23 minutos de duração cada.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Halvar - Chefe da aldeia viking de Flake e pai de Vickie, Halvar não gosta que lhe desobedeçam ou que pensem que têm melhores ideias que ele. Defende que o seu filho Vickie se porte como um verdadeiro viking, ainda que com o tempo, acaba por perceber o que o filho lhe diz, que por vezes é melhor usar a cabeça em vez da força bruta para resolver um problema.
  • Ilda/Ylva - Esposa de Halvar e mãe de Vickie, apoia o filho sempre que este tem uma ideia. Tal como todas as outras mulheres da aldeia, mantém o marido sob rédea curta, e não gosta quando este lhe responde.
  • Vickie - Filho de Halvar e Ilda, é o herói da história. Sendo bem mais esperto que os restantes vikings, consegue arranjar maneiras de sair de sarilhos e ultrapassar obstáculos graças às suas ideias. Ao contrário do seu pai, defende que o uso da força em certas situações é dispensável e que tudo se pode conseguir se pensarem um pouco.
  • Ylvy - Uma menina da mesma idade de Vickie, que é também sua prima. Geralmente gosta de andar com Vickie quando este está em Flake e é grande adepta dos seus planos.
  • Gilby - Um menino que é rival de Vickie. Apesar de não ser mais esperto que Vickie, Gilby é bem mais forte que Vickie, conseguindo vencê-lo em vários desafios nos quais a força física é necessária.
  • Tjure - De temperamento sempre quente, Tjure é o carpinteiro da aldeia de Flake. Como se irrita facilmente, passa a vida a discutir com Snorre, que o aborrece constantemente.
  • Snorre - De todos os vikings de Flake, Snorre é o mais pequeno, e como tal, isso faz dele o espião perfeito. É conhecido por passar a vida a discutir com Tjure e por conseguir imitar tanto pessoas como animais. Geralmente é quem ajuda Vickie quando este precisa de um voluntário para os seus planos.
  • Urobe - O homem mais velho da aldeia, Urobe é um grande conhecedor da cultura e lendas viking assim como de ervas medicinais.
  • Gorm - Gorm passa a vida sempre entusiasmado com qualquer coisa que lhe aconteça de bom, dando pulos de alegria. Geralmente quando se vê numa situação mais má, acaba por ficar completamente apático.
  • Ulme - O poeta viking de Flake, anda sempre com a sua lira e passa o tempo a compôr as mais diversas canções e versos sobre as aventuras de Vickie e dos companheiros.
  • Fax - Fax é o maior, mais forte e mais glutão de todos os vikings de Flake. Ainda assim, o seu tamanho só se compara ao tamanho da bondade do seu coração. É tímido e reservado.
  • Sven - Mais conhecido como "Sven, o Terrível", é o feroz inimigo dos Vikings de Flake. É conhecido por não ter nem dó nem piedade quando ataca um navio ou uma aldeia.
  • Baltac - É o chefe da aldeia vizinha de Schlack e é visto como um rival de Halvar, pensando sempre que consegue ser melhor que ele em tudo.

Dobragem Portuguesa Portugal[editar | editar código-fonte]

Roteiro e adaptação[editar | editar código-fonte]

O roteiro foi desenvolvido a partir do livro infantil Vicke Viking de (1963) escrito pelo autor sueco Runer Jonsson, que ganhou o Deutscher Jugendliteraturpreis (Prêmio da Literatura Infanto-Juvenil Alemã) em 1965. O estúdio de animação japonês Zuiyo Enterprise Company (agora chamado de Nippon Animation) apaptou a versão original em (1972–1974) e desenvolveu um filme de 85 minutos (com o título original: Chiisana Baikingu Bikke) junto com a série de 78 episódios, com 25 minutos cada um.

O responsável pela dublagem alemã foi Eberhard Storeck, que dublou um dos personagens (Snorre). A música na versão alemã foi composta por Christian Bruhn e Karel Svoboda. O texto da abertura (Hey, hey, Wickie! Hey, Wickie, hey! ...) foi escrito por Andrea Wagner.

A série foi produzida para o canal alemão ZDF e o canal austríaco ORF.

Adaptações de Cinema e TV[editar | editar código-fonte]

  • O ator, diretor e produtor Michael Herbig fez, em 2008, uma versão cinematográfica de Vickie com personagens reais.
  • Em 2013 foi criada uma nova versão animada de "Vicky, o Viking".

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.