Vigilância epidemiológica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.


Vigilância epidemiológica é um conjunto de ações que proporcionam o conhecimento, a detecção ou prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes de saúde individual ou coletiva, com a finalidade de recomendar e adotar as medidas de prevenção e controle das doenças ou agravos.1

Estratégias de prevenção e programas de controle específico de doenças requerem informações confiáveis sobre a situação dessas doenças ou seus antecedentes na população atendida. Sistemas de vigilância, portanto, são redes de pessoas e atividades que mantêm esse processo e podem funcionar em níveis locais e internacionais.2

São funções da vigilância epidemiológica:

  • Coleta de dados;
  • Diagnóstico de casos
  • Processamento de dados coletados;
  • Análise e interpretação dos dados processados;
  • Recomendação das medidas de controle indicadas;
  • Retroalimentação do sistema.
  • Avaliação da eficácia e efetividade das medidas adotadas;
  • Divulgação de informações pertinentes.
  • Normatização

Por algum tempo prevaleceu a idéia de que a epidemiologia restringia-se ao estudo de epidemias de doenças transmissíveis. Hoje, é reconhecido que a epidemiologia, enquanto ciência, trata de qualquer evento relacionado à saúde (ou doença) da população.

Suas aplicações variam desde a descrição das condições de saúde da população, da investigação dos fatores determinantes de doenças, da avaliação do impacto das ações para alterar a situação de saúde até a avaliação da utilização dos serviços de saúde, incluindo custos de assistência.

A epidemiologia contribui para o entendimento da saúde da população - partindo do conhecimento dos fatos que a determinam e provendo, conseqüentemente, subsídios para a prevenção das doenças.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Brasil, Presidência da República. Lei n.º 8.080, de 19 de setembro de 1990. § 2º Ver
  2. Buehler, James W. Vigilância. in: Rothman, Kenneth J.; Greenland, Sander; Lash, Timothy L. Epidemiologia moderna. Porto Alegre, RGS, Artemed, 2011

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Saúde é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.