Wilhelm Worringer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Wilhelm Worringer (Aquisgrão, 1881Munique, 1965) foi um historiador e teórico da arte alemã. Foi o discípulo mais brilhante de Alois Riegl. É conhecido pela sua "teoria da Einfühlhung" (empatia ou projeção sentimental) pela qual, o impulso de satisfação culmina-se na beleza do orgânico; enquanto isso, o impulso abstracionista encontra a sua felicidade na beleza inorgânica, no que é regido por leis e por necessidades abstratas.

Na sua obra mais importante, Abstração e Natureza (1908), tentou efetuar uma análise da psicologia dos estilos, baseada na integração do conceito de empatia e abstração, dando os princípios gerais da sua estética: conteúdo espiritual da obra de arte e a crítica aplicada dedicada à ornamentação e à arte pré-renascentista.

Entre outras publicações, cabe destacar-se Problemas formais do gótico (1911) e Problemática da arte contemporânea (1948).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Worringer, Wilhem (1966), Trad. de Mariana Frenk, Abstracción y naturaleza

Referências