Young Knives

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Young Knives
Informação geral
Origem Ashby-de-la-Zouch, Leicestershire, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Indie rock
Post-punk revival
Período em atividade 1998 – atualmente
Gravadora(s) Gadzook
Transgressive Records
Shifty Disco
Página oficial Site Oficial
Integrantes Henry Dartnall
Thomas "The House of Lords" Dartnall
Oliver Askew

Young Knives é uma banda de indie rock, originária de Ashby-de-la-Zouch, Leicestershire, Inglaterra. O nome é baseado num mal entendido "de jovens patifes", que foi encontrado pela banda ao rebuscar um livro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado sobre o nome de 'Simple Pastoral Existence', os Young Knives começaram sua carreira tocando funk e covers do Ned's Atomic Dustbin,[1] mas isso foi sua subsequente mudança para Oxford que viu sua começar. Depois de mudar seu nome para 'Pony Club' veio em 2002 o sucesso no popular Truck Festival, que foi seguido do seu lançamento de ... Are Dead na gravadora local chamada Shifty Disco.

A banda ainda venceu o "Road to V", uma competição para bandas abrirem o segundo palco no Virgin Music Festival, vencendo um grande número de bandas para vencer. Entretanto, eles foram chamados para fazer parte porque outra banda abandonou a competição.

Depois de alguns anos tocando ao lado de bandas como The Futureheads e Hot Hot Heat em Oxford e redondezas, a banda foi contratada pela Transgressive Records, e um EP, Junky Music Make My Heart Beat Faster, foi um sucesso. Seu primeiro single "The Decision", produzido por Andy Gill do Gang of Four (uma notável influência para a banda[2] ), foi lançado em Dezembro de 2005, e foi seguido em Fevereiro de 2006 por "Here Comes The Rumour Mill" - o último entrando em paradas, alcançando a 36ª posição no Reino Unido e recebendo uma significativa ajuda da MTV2. Eles tem trabalho com Gill desde então.

A banda completou uma turnÊ completa no começo de 2006, e ajudou Dirty Pretty Things e The Rakes mais tarde no mesmo ano, em uma aparição na SXSW no Texas. Em Julho do mesmo ano, a banda fez sua segunda aparição no Truck Festival, e mais dois singles que entrou no top 40, "She's Attracted To" e "Weekends and Bleak Days (Hot Summer)", antes do lançamento de Voices of Animals and Men em Agosto.

Em 2008 a banda lançou seu segundo álbum "Superabundance", gravado na Escócia. Seu single "Terra Firma" lançado na Transgressive Records no final de 2007, e 'Up All Night', apesar do Razorlight ter um álbum e uma música com o mesmo título.

Em Julho de 2007, a gravadora inicial da banda, a Shifty Disco, lançou o The Young Knives ...Are Dead ...And Some, uma compilação de músicas do ...Are Dead e isso seguido do EP Rollerskater. O álbum, permite acesso ao vídeo raro de "Walking On the Autobahn".

Eles anunciaram pela BBC 6Music que eles iniciaram a trabalhar no seu terceiro álbum que era esperado o seu lançamento no começo de 2009.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Henry Dartnall - vozes, guitarra
  • House of Lords (nome real - Thomas Dartnall) - vozes, guitarra baixo
  • Oliver Askew - bateria, vozes de coro

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

  • 2003 Rollerskater EP
  • 2004 Split EP (uma colaboração com Smilex)
  • 2005 Junky Music produziu My Heart Beat Faster

Singles[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Channel 4 "T4 Stars - The Young Knives"
  2. "Drowned in Sound meets The Young Knives"

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]