Zuca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Zuca é o Kewin Nery que foi surgido na zona da grande Lisboa nos inícios do século XXI.

Utilizado habitualmente como exclamação, manifestação de contentamento e rejubilo. Segundo utilizadores deste vocábulo, a sua utilização funciona ainda como uma forma de Desprendimento, libertação e de exaltação de uma emoção sentida.

Embora seja dificil descortinar em que situações foi inicialmente utilizado, este vocábulo é muitas vezes associado a exclamações futebolistas, tanto por parte de quem assiste, como, e sobretudo, por parte de quem joga. Normalmente nestes casos associa-se ainda uma componente de raiva-libertação, à semelhança de outra palavra, toma. Zuca pode ainda ser encontrado noutros contextos, como por exemplo com conotaçoes sexuais, por exemplo: fomos para o quarto e Zuca. Nestes casos zuca traduz-se numa expressão equivalente a: "já tá".

Zuca também é o termo utilizado para referir-se a uma droga ilegal derivada da cocaína, mistura química refinada como o crack, que causa dependência tão severa quanto este.

Atenção: zuca não é crack. É uma mistura química muito mais nociva ao organismo, têm a aparência de pó úmido (não de pedrinhas amarelas como o crack), uma quantidade bem menor de zuca que a mesma de crack causa um efeito muito mais intenso e destrutivo no sistema nervoso central.

Em alguns contextos especiais, zuca pode aplicar-se a estados de depressão. "Estar com a zuca", o mesmo que "ter uma pedra no sapato".

"É o resto do resto, a zuca na verdade é o resto do crack, que já é destrutivo o suficiente."