Édito Máximo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Édito Máximo
Criado 301 d.C.
Propósito preços máximos para as mercadorias e salários
Signatários Diocleciano

O Edito Máximo foi um decreto baixado pelo imperador romano Diocleciano, em 301, durante o Baixo Império. Tal medida visava à fixação de preços máximos para as mercadorias e salários, sendo os infratores condenados à morte. A causa do decreto foi a desvalorização da moeda local, o denário, em vista da carência de ouro para a sua confecção.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.