Óleo de gergelim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Frasco com óleo de gergelim.

Óleo de gergelim é um óleo vegetal comestível derivado de sementes de gergelim. Além de ser usado como óleo de cozinha no sul da Índia, é usado como intensificador de sabor em cozinhas do Oriente Médio, África e Sudeste Asiático. Tem um aroma e sabor de nozes distintos.[1]

Composição[editar | editar código-fonte]

O óleo de gergelim é composto dos seguintes ácidos graxos: ácido linoleico (41% do total), ácido oleico (39%), ácido palmítico (8%), ácido esteárico (5%) e outros em pequenas quantidades.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Historicamente, o gergelim é cultivado há mais de 5000 anos como uma cultura tolerante à seca e por ser capaz de crescer onde outras culturas falharam.[3][4] Sementes de gergelim foram uma das primeiras culturas processadas para a produção de óleo, bem como um dos primeiros condimentos. O gergelim foi cultivado durante a Civilização do Vale do Indo e foi a principal cultura de óleo. Foi provavelmente exportado para a Mesopotâmia por volta de 2500 aC.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Goldberg, Sharon (1995). «Sesame Oil, a featured ingredient». Flavor & Fortune 
  2. «Nutrition Facts for sesame oil per 100 g, analysis of fats and fatty acids». Conde Nast for the USDA National Nutrient Database, version SR-21. 2014. Consultado em 11 de julho de 2015 
  3. Raghav Ram; David Catlin; Juan Romero & Craig Cowley (1990). «Sesame: New Approaches for Crop Improvement». Purdue University 
  4. D. Ray Langham. «Phenology of Sesame» (PDF). American Sesame Growers Association 
  5. Small, Ernest (2004). «History and Lore of Sesame in Southwest Asia». New York Botanical Garden Press. Economic Botany. 58 (3): 329–353. JSTOR 4256831. doi:10.1663/0013-0001(2004)058[0329:AR]2.0.CO;2 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Media relacionados com Sesame oil no Wikimedia Commons