1001 Albums You Must Hear Before You Die

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
1001 Albums You Must Hear Before You Die
1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer
Autor (es) Robert Dimery
Idioma Inglês
País Estados Unidos
Assunto Artes - Música
Editora Cassell Illustrated (EUA)[1]
Formato Capa em cartão
Lançamento 2007
Páginas 960
Edição portuguesa
Editora Lisma
Lançamento 2007
ISBN 9789896240134
Edição brasileira
Tradução Carlos Irineu da Costa
Fabiano Morais
Livia de Almeida
Editora Sextante
Lançamento 2008
ISBN 8599296264

1001 Albums You Must Hear Before You Die (em português: 1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer) é um livro de referência musical lançado em 2006, que reúne 90 jornalistas e críticos musicais de todo o mundo. Sua concepção original é de Robert Dimery, co-fundador da Revista Rolling Stone.

O livro consiste de uma lista de álbuns lançados entre os anos de 1955 e 2005, com revisões a cada 2 anos incluindo obras mais novas. Embora existam os mais diversos estilos musicais como jazz, blues, heavy metal, soul e música experimental, o rock e o pop ocupam posição destacada.

A publicação contém mais de 900 imagens. Quando o álbum é indicado, aborda-se também o momento histórico, além de relatar curiosidades da gravação.

Os álbuns brasileiros presentes no livro são: Getz/Gilberto (1964) de João Gilberto e Stan Getz, Beach Samba (1967) de Astrud Gilberto, Francis Albert Sinatra & Antonio Carlos Jobim (1967) de Frank Sinatra  e Tom Jobim, Caetano Veloso (1968) de Caetano Veloso, Vento de Maio (1967) de Elis Regina, Os Mutantes (1968) de Os Mutantes, Clube da Esquina (1972) de Milton Nascimento e Lô Borges, África Brasil (1976) de Jorge Ben Jor, Tanto Tempo (2000) de Bebel Gilberto, e Arise (1991) de Sepultura. Também aparecem no livro os brasileiros Carlinhos Brown, Chico Buarque e +2.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Livraria cultura. «1001 ALBUMS YOU MUST HEAR BEFORE YOU DIE». Consultado em 17 de janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]