13 Ghosts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Thirteen Ghosts.
13 Ghosts
 Estados Unidos
1960 •  pb •  85 min 
Direção William Castle
Produção William Castle
Roteiro Robb White
Elenco Charles Herbert
Jo Morrow
Rosemary DeCamp
Gênero terror
Música Von Dexter
Idioma língua inglesa
Página no IMDb (em inglês)

13 Ghosts é um filme de terror estadunidense de 1960, dirigido e produzido por William Castle [1] para a Columbia Pictures. Participa do elenco a atriz Margaret Hamilton que interpreta uma governanta vidente, de quem um dos personagens (interpretado pelo ator-mirim Charles Herbert) acredita ser uma bruxa. O roteiro deixa em aberto essa possibilidade, fazendo uma referência a um dos papeis mais conhecidos de Hamilton, a Bruxa Malvada do Oeste do filme de 1939 The Wizard of Oz. A trama é sobre fantasmas que assombram uma antiga mansão, também de interesse de trapaceiros, o que se tornou uma fórmula conhecida por ser utilizada em várias outras produções, inclusive no desenho animado do Scooby Doo, lançado alguns anos depois.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O ocultista dado como morto durante dez anos, Dr. Plato Zorba, vivia numa mansão retirada até que morreu de repente. O jovem advogado dele, Benjamin Rush, comunica ao herdeiro, o distraído professor Cyrus Zorba, sobre o testamento. Cyrus está com problemas financeiros e acabara de ficar sem todo a mobília, recolhida pelos credores. Quando sabe que herdara a mansão, ele e a família se mudam de imediato para lá. Mas não demoram a descobrir que a casa é assombrada por doze fantasmas, onze capturados pelo professor Plato ao redor do mundo e o décimo-segundo é o próprio. E que logo haverá um assassinato que fará surgir um décimo-terceiro fantasma.

Illusion-O[editar | editar código-fonte]

Como muitas de suas mais famosas produções, William Castle se valeu de um artifício para promover o filme. Desta feita foi dada uma "escolha" para a audiência: aos "corajosos" que iriam assistir ao filme e quisessem ver os fantasmas e aos mais temerosos que preferissem não ver aos fantasmas. A escolha era dada por usar ou não um óculos especial, supostamente "deixado pelo Dr. Zorba".

Nos cinemas, a maior parte das cenas eram em preto-e-branco, mas, quando surgiam os fantasmas, era utilizado um processo apelidado de Illusion-O: as cenas com os atores e cenários — tudo exceto os fantasmas — recebia a aplicação de um filtro azul, enquanto aos fantasmas eram aplicados um filtro vermelho sobreposto às cenas. O público recebia óculos com lentes com celofane vermelho ou azul. Diferentemente dos óculos "3-D" que tinham uma lente vermelha e outra ciano ou azul, as lentes Illusion-O precisavam que as pessoas olhassem por apenas uma lente colorida com ambos os olhos. Escolhendo as lentes vermelhas, o filtro intensificava as imagens dos fantasmas, enquanto as azuis as removia. Apesar de Castle afirmar o contrário, nenhum caso de ataque cardíaco ou choque nervoso seria evitado pelo processo Illusion-O pois, apesar do filtro azul, na verdade os fantasmas eram visíveis sem as lentes, sem necessidade do filtro vermelho.

Devido aos fantasmas poderem ser vistos sem as lentes, o filme foi transmitido durante anos pela televisão norte-americana sem a necessidade de uso de lentes para se ver os fantasmas. As edições em DVD variam em relação a preservação do efeito Illusion-O, com as mais recentes incluindo versões com e sem fantasmas.

Refilmagem[editar | editar código-fonte]

Em 2001 houve a refilmagem com o mesmo título, dirigido por Steve Beck. Como o filme original, houve a distribuição da Columbia Pictures (exceto EUA e Canadá, que ficaram a cargo da Warner Bros. Pictures)[2]

Referências

  1. Joe Jordan (30 de junho de 2014). Showmanship: The Cinema of William Castle. [S.l.]: BearManor Media. pp. 231–. GGKEY:7X0U2FR3T69 
  2. . Castle, William (1976). Step right up!: ... I'm gonna scare the pants off America. New York City, New York, EUA: G. P. Putnam's Sons. ISBN 9780399114700. OCLC 1974189. Consultado em 30 de março de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]