ARN mensageiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O ARN mensageiro. RNA mensageiro, ARNm, mARN RNAm ou mRNA é o ARN responsável pela transferência de informação do ADN até ao local de síntese de proteínas, na célula. Durante a transcrição, uma enzima, designada ARN-polimerase faz a cópia de um gene do ADN para o ARNm. Nos procariotas o ARNm não sofre, geralmente, qualquer processo de modificação - aliás, a síntese das proteínas chega a ocorrer enquanto a transcrição ainda está a acontecer. [1]

Nos eucariotas, por outro lado, a transcrição e a tradução ocorrem em locais distintos da célula: no núcleo e no citoplasma,pela ação conjunta do ribossomo e do ARN Transportador respectivamente. A síntese protéica (tradução) nos eucariotas, conta também com a ajuda do Retículo endoplasmático granular (REG), que tem como função levar a proteína produzida para o meio extra-celular ou serem armazenadas no complexo golgiense para serem utilizadas mais tarde pela célula. Lembramos que a molécula do ARNm no espaço, se apresenta como uma fita simples. As bases púricas (purinas) e pirimídicas (pirimidinas) do ARN são: A (Adenina), C (Citosina), G (Guanina) e U (Uracila).

Esquema da estrutura molecular típica de mRNA de proteína humana.

Referências

  1. ARN mensageiro (em português). Porto Editora. InfoEscola. Página visitada em 11 de agosto de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia molecular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.