Abas (tio de Maomé)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Abas.
Abas
Nascimento 568
Meca
Morte 15 de fevereiro de 653
Medina (Califado Ortodoxo)
Sepultamento Al-Baqi'
Cidadania Califado Ortodoxo
Etnia Árabes, Coraixitas, Haxemitas
Progenitores
Cônjuge Lubaba bint al-Harith, Lubaba bint Ubaydillah
Filho(s) `Abdullah ibn `Abbas, Fadl ibn Abbas, Ubaidullah ibn Abbas ibn Abdul-Muttalib, Tamam ibn Abbas, Ma'abad ibn Abbas, Qutham ibn Abbas, Omaima bint Al-Abbas, Umm Habib bint Al Abbas, Katheer bin Al-Abbas, Abd al-Rahman bin al-Abbas
Irmão(s) Safiyyah bint ‘Abd al-Muttalib, Abedalá ibne Abedal Motalibe, Abu Talibe, Harith ibn ‘Abd al-Muttalib, Az-Zubayr ibn ‘Abd al-Muttalib, Hamza ibn ‘Abd al-Muttalib, Abu Lahab, Umama bint Abdulmuttalib, Al-Muqawwim ibn Abdul-muttalib
Ocupação estadista, mercador
Religião Islão

Abul Abas ibne Abedal Mutalibe (Abu al-Abbas ibn al-Muttalib; c.566652), melhor conhecido como Abas ou Abaz,[1] foi tio paterno de Maomé e do quarto califa ortodoxo, Ali. Era um rico comerciante da Meca que num primeiro momento combateu a nova religião (o Islã), porém se converteu em 629. Depois de sua conversão, ele sustentou com devoção o Islã, financeiramente e militarmente. Ele acompanhou seu sobrinho em 630 na sua marcha sobre Meca e foi o ancestral do fundador da dinastia dos califas abássidas.

Referências

  1. Forma vernácula para o antropônimo árabe عباس registrada pelo Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.