Afrocarpus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAfrocarpus
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Pinophyta
Clado: Tracheophytes
Classe: Pinopsida
Ordem: Pinales
Família: Podocarpaceae
Género: Afrocarpus
(Buchanan-Hamilton & N.E.Gray) C.N.Page
Espécie-tipo
Afrocarpus falcatus
(Thunberg) C.N.Page

Afrocarpus é um gênero de coníferas da família Podocarpaceae. Duas a seis espécies são reconhecidas. São árvores perenes nativas da África. Afrocarpus foi designado como um gênero em 1987, quando várias espécies anteriormente classificadas em Podocarpus e Nageia foram reclassificadas.[1]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Afrocarpus gaussenii foi baseada em uma única espécime de um indivíduo cultivado de Afrocarpus falcatus em Madagáscar. Suas características distintivas podem ter resultado das condições de seu cultivo. Nenhuma espécie de Afrocarpus é conhecida por ser nativa de Madagáscar.[2]

Em um tratado recente de Afrocarpus, apenas duas espécies foram reconhecidas; A. dawei, A. gracilior e A. usambarensis foram fundidos em A. falcatus. O motivo dessa fusão foi que "a variação entre o grupo parece ser essencialmente contínua".[2]

Espécies[editar | editar código-fonte]

Imagem Nome científico Notas
Afrocarpus dawei [1][3]
Afrocarpus falcatus, loof en bas, LC de Villiers-sportsentrum.jpg Afrocarpus falcatus
Afrocarpus gaussenii - Val Rahmeh - DSC04442.JPG Afrocarpus gaussenii
Starr 061224-2869 Podocarpus sp..jpg Afrocarpus gracilior
Afrocarpus mannii-Jardin des Plantes de Paris (3).jpg Afrocarpus mannii
Afrocarpus usambarensis

Descrição[editar | editar código-fonte]

Afrocarpus são árvores persistentes. Os indivíduos das maiores espécies, Afrocarpus falcatus,[3] podem atingir uma altura de 60 metros.[4]

As folhas são simples e planas. A filotaxia ou o arranjo das folhas são geralmente em espiral.[5] As folhas têm geralmente uma forma lanceolada e uma textura coriácea. Os estômatos são encontrados em ambas as superfícies da folha.[5][3]

Afrocarpus é dioico, com pinhas masculinas de pólen e femininas carregados em plantas individuais separadas. As pinhas são pedunculadas curtas e geralmente se desenvolvem a partir de gemas axilares.[5]

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Como o nome sugere, Afrocarpus é nativo da África. As espécies são distribuídas através das florestas de domínio afromontano da África Oriental e Austral, descendo para a costa do Oceano Índico na África do Sul. O gênero é nativo do Burundi, República Democrática do Congo, Etiópia, Quênia, Malawi, Moçambique, Ruanda, São Tomé e Príncipe, África do Sul, Suazilândia, Tanzânia e Uganda.[5][3]

Referências

  1. a b Christopher N. Page. 1989. "New and maintained genera in the conifer families Podocarpaceae and Pinaceae". Notes of the Royal Botanical Garden Edinburgh 45(2): 377-395.
  2. a b James E. Eckenwalder. 2009. Conifers of the World. Timber Press: Portland, OR, USA. ISBN 978-0-88192-974-4.
  3. a b c d Earle, Christopher J. «Afrocarpus». The Gymnosperm Database, conifers.org 
  4. Earle, Christopher J. «Afrocarpus falcatus». The Gymnosperm Database, conifers.org 
  5. a b c d Farjon, Aljos (2010). A Handbook of the World's Conifers. Brill. Leiden: [s.n.] ISBN 9789004177185 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Afrocarpus