Alfredo Brandão Cró de Castro Ferreri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alfredo Brandão Cró de Castro Ferreri
Cidadania Portugal
Ocupação oficial

Alfredo Brandão Cró de Castro Ferreri (século XIX) foi um militar e administrador colonial português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Era filho de Adriano Maurício de Guilherme Ferreri, que foi fidalgo cavaleiro da casa real, Ministro de Estado, da Guerra, da Marinha e Ultramar e primeiro comandante da Academia Militar (1841-1851). Era irmão do Visconde de Ferreri, Adriano Augusto Brandão de Souza Ferreri e primo dos Barões de São Martinho de Dume ( Ferreri de Gusmão) e da Viscondessa de Passos, Beatriz de Passos Manuel, casada com o seu irmão. Exerceu o cargo de governador do distrito de Sofala, na então província de Moçambique.[1]

Foi colaborador da Sociedade de Geografia de Lisboa e coautor dos "Elementos para um Dicionário Corográfico da Província de Moçambique".

Obra[editar | editar código-fonte]

  • Apontamentos de um ex‐governador de Sofala: Ligeiras considerações acerca do estado deste distrito, de Moçambique e do Comando Militar do Bazaruto. Lisboa: Tipografia Matos Moreira. 1886 

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.