Alice de França

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Alys de França.
Alice
Condessa consorte de Blois
Regente de Blois
Cônjuge Teobaldo V de Blois
Descendência Luís I de Blois
Margarida de Blois
Casa Capetiana (por nascimento)
Blois (por casamento)
Nascimento 1150
Morte 1195 (45 anos)
Pai Luís VII de França
Mãe Leonor da Aquitânia


Alice de França ou Alice Capeto (em francês: Alix; 11501195) [1] [2] foi condessa consorte de Blois como esposa de Teobaldo V de Blois, e regente em nome do filho durante sua menoridade.

Família[editar | editar código-fonte]

Alice foi a segunda filha nascida de Luís VII e de sua primeira esposa, Leonor da Aquitânia. O nome "Alice" é também uma homenagem a uma tia materna, Petronila da Aquitânia, que era apelidada "Alix".

Seus avós paternos eram o rei Luís VI de França e a rainha Adelaide de Saboia, e seus avós maternos eram o duque Guilherme X da Aquitânia e a duquesa, Leonor de Châtellerault.

Alice tinha uma única irmão velha, por parte de pai e mãe: Maria Capeto, condessa de Champanhe. Além dela, teve vários meios-irmãos, devido ao casamentos de seus pais. Foi meia-irmã do reis Ricardo I e João de Inglaterra, além de Margarida de França, esposa de Henrique, o Jovem, filho de Henrique II e de Leonor da Aquitânia, o rei Filipe II de França, Inês da França, imperatriz binzatina, etc.

Biografia[editar | editar código-fonte]

O nascimento de uma segunda menina, em vez do filho ansiosamente esperado, contribuiu para o fim do casamento. O casal logo se separou, embora a princesa tenha sido declarada legítima e a custódia da jovem Alice e da irmã Maria, tenha sido garantida pelo pai. A mãe, Eleonor, deixou a corte francesa e casou-se novamente com o rei Henrique II de Inglaterra. O rei Luís também casou-se novamente duas vezes (com Constança de Castela e com Adélia de Champanhe).

Em 1164, Alice casou-se com o conde Teobaldo V de Blois, que havia tentado sequestrar a mãe de Alice e se casar com ela. Ele era filho de Teobaldo IV de Blois e de Matilde de Caríntia.

Descendência[editar | editar código-fonte]

O casal teve sete filhos:

  • Teobaldo de Blois (m. 1183/90);
  • Margarida de Blois (1170 - 12 de julho de 1230), foi suo jure condessa de Blois. Seu primeiro marido foi Hugo de Oisy, Châtelain de Cambrai, de quem não teve filhos. Já seu segundo marido foi Otão I da Borgonha, com quem teve duas filhas. Por último, foi casada com Valter II de Avesnes, com quem teve três filhos;
  • Luís I de Blois (1172 - 15 de abril de 1205), foi conde de Blois. Foi casado com Catarina de Clermont, condessa de Clermont-en-Beauvaisis, com quem teve três filhos;
  • Henrique de Blois (m. 1183/90);
  • Isabel de Blois (m. 25 de novembro de 1248), foi suo jure condessa de Chartres e Romorantin. Seu primeiro marido foi Sulpício III, senhor de Amboise, com quem teve cinco filhos. Seu segundo marido foi João II, senhor de Montmirail, com quem não teve filhos;
  • Filipe de Blois (após 1183 - maio de 1202);
  • Adelaide de Blois (após 1183 - março de 1200/maio de 1202), abadessa de Fontevraud.

Ancestrais[editar | editar código-fonte]