Amazonas de Araújo Marcondes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amazonas de Araújo Marcondes
Fundador de União da Vitória e Porto Amazonas (Paraná)
Nome completo Amazonas de Araújo Marcondes
Nascimento 17 de dezembro de 1847
(Palmas / PR
Morte 23 de dezembro de 1924 (77 anos)
União da Vitória / PR
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Empresário e político

Amazonas de Araújo Marcondes (Palmas, 17 de dezembro de 1847União da Vitória, 23 de dezembro de 1924) foi um empresário, Coronel (da Guarda Nacional) e político brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

O Coronel Amazonas de Araújo Marcondes era filho de Francisco Inácio de Araújo Pimpão e de d. Maria Josefa de França. Seus estudos foram realizados em sua cidade natal (Palmas - interior da recém criada província do Paraná[2]), Castro e Palmeira. Em sua mocidade, alistou-se no exército como voluntário para combater o inimigo da nação na Guerra do Paraguai e retornou, deste conflito, como sargento.[1]

Seu pai era proprietário da "Cruzeiro", uma vasta fazenda em Palmas que criava gado e cavalos e como a distância entre a fazenda e a capital da provincia era grande, ocasionava a morosidade do reabastecimento de itens básicos para o negócio.[1] Neste sentido, Amazonas viu uma oportunidade comercial e ajudar o seu pai em relação ao abastecimento e assim conseguiu uma autorização imperial para explorar a navegação (Decreto Imperial no. 7248 de 19 de abril de 1879[3]). Em meados de 1879 estabeleceu-se na margem esquerda do Rio Iguaçu (região da atual cidade de União da Vitória) pois sua autorização permitia-lhe a exploração deste ponto até o porto de Caiacanga. Inicialmente trabalhou com jangadas e canoas e em 27 de dezembro de 1882 lançou sua primeira embarcação a vapor; o "Cruzeiro"[3] (em homenagem à fazenda do seu pai). Logo em seguida colocou na linha os vapores “Visconde de Guarapuava” e “Brasil”.[1]

Com os serviços realizados em sua empresa de transporte fluvial, desenvolveu várias regiões à beira do Rio Iguaçu, bem como, o comércio e a indústria ervateira, e hoje é considerado o patriarca e fundador da cidade de Porto União da Vitória (desmembradas, anos depois, em União da Vitória e Porto União) e fundador da cidade de Porto Amazonas (antigo porto de Caiacanga[4] e que possui este nome em homenagem ao coronel[5]).

Em 1891 recebeu da Escola Livre de Engenharia do Rio de Janeiro o diploma em Honoris Causa, nomeando-o Engenheiro Florestal e em 6 de março de 1892 foi nomeado coronel comandante da Guarda Nacional de Palmeira.[1]

Também foi deputado estadual, por várias legislaturas, prefeito de União da Vitória (por 4 mandatos)[3] e participou da Comissão dos Limites Brasil-Argentina.

O Coronel Amazonas de Araújo Marcondes faleceu, aos 77 anos de idade, na terça-feira dia 23 de dezembro de 1924.[1]

A cidade que o coronel ajudou a fundar, União da Vitoria, batizou um logradouro homenageando o empresário que trouxe o desenvolvimento para a região. Essa homenagem é no nome da Praça Coronel Amazonas de Araújo Marcondes.[6]

Vapor “Iguassu”, junto ao porto da firma Conrado Burher, em Porto Amazonas, em 1930. Fazia a navegação no Rio Iguaçu entre os portos de União da Vitória e Porto Amazonas. Vapor “Visconde de Guarapuava” da Firma de Amazonas de Araújo Marcondes, em sua viagem inaugural, saindo de União da Vitória com destino a Porto Amazonas, em 1889.
Vapor Iguassu firma Conrado Burher, em Porto Amazonas em 1930.jpg Vapor Visconde de Guarapuava em 1889.jpg

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d e f ALBUQUERQUE, 1995
  2. Historia de Porto Amazonas PR[ligação inativa] Ache Tudo e Região — acessado em 25 de agosto de 2010
  3. a b c Cel. Amazonas Arquivado em 3 de maio de 2008, no Wayback Machine. Página da Câmara Municipal de Porto Amazonas — acessado em 25 de agosto de 2010
  4. Porto Amazonas Arquivado em 30 de novembro de 2010, no Wayback Machine. Campos Gerais é Mais — acessado em 25 de agosto de 2010
  5. Porto Amazonas[ligação inativa] CityBrazil — acessado em 25 de agosto de 2010
  6. Levantamento da Pç Cel. Amazonas na Cidade de União da Vitória - Maristela Diana Voigt e Clovis Roberto Gurski[ligação inativa] Instituto de Ensino, Pesquisa e Prestação de Serviços - acessado em 26 de agosto de 2010

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ALBUQUERQUE, Mario Marcondes de. Grandes Regiões e Grandes Pioneiros. Curitiba: Ed. Lítero-Técnica, 1995. 185p.