Ana Lilian de la Macorra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ana Lilian de la Macorra
Nome completo Ana Lilian de la Macorra
Nascimento 27 de novembro de 1957 (61 anos)
Cidade do México,  México
Nacionalidade mexicana
Ocupação psicóloga, atriz, produtora e escritora
Principais trabalhos El Chavo del Ocho (Chaves)

Ana Lilian de la Macorra (Cidade do México, 27 de novembro de 1957) é uma psicóloga, atriz, produtora e escritora mexicana, que iniciou sua carreira artística trabalhando na produção dos programas Chaves e Chapolin nos anos 70. Depois passou a atuar em Chaves, interpretando a terceira e mais conhecida versão da personagem Paty, a partir de 1978.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ana Lilian foi assistente de produção do seriado El Chavo del Ocho. Quando os produtores estavam em busca de uma atriz para interpretar a 'namoradinha do Chaves', várias atrizes se candidataram, mas nenhuma conseguia interpretar a personagem. Devido ao seu carisma, beleza e por ser pequena com um rostinho de menina, Ana foi convidada por Roberto Gómez Bolaños para o papel de Paty, mas recusou diversas vezes, alegando que não era atriz e que era muito tímida á frente das câmeras. Chespirito no entanto, a convenceu a aceitar o papel, que originalmente só teria três aparições. No entanto, com a desenvoltura de Ana e a aceitação do público pela personagem, Bolaños continuou escrevendo falas para 'Paty' que apareceu em 25 episódios da série entre 1978 a 1979.

As últimas aparições de Ana foram em alguns esquetes do programa Chespirito, no ano de 1980.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pouco se sabia do paradeiro de Ana Lilian, mas em 16 de dezembro de 2012 a mesma concedeu uma entrevista ao programa peruano Día D do canal ATV onde contou sobre sua vida. Atualmente, Ana Lilian é casada, tem 2 filhos e trabalha como psicóloga na Cidade do México, tendo escrito diversos artigos em jornais e revistas mexicanas, além de ter escrito dois livros, um deles sobre poesia, outro sobre história de vida com uma perspectiva psicológica. A escritora mantém um site sobre temas de psicologia chamado SerLuna.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]