The Noite com Danilo Gentili

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Noite com Danilo Gentili
Informação geral
Formato Talk show
Gênero Late-night
Duração 60 minutos
Estado Em exibição
Criador(es) Danilo Gentili
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es)
  • João Mesquita
  • Mariana Pascutti (ass. direção)
Diretor(es) de criação Ricardo Seguro (coordenador artístico)
Produtor(es)
  • Allan Hupp
  • Bruno Santa
  • Caio Cipó
  • Camila Quesada
  • Deborah Villalva
  • Gabriela Dias
  • João Cassiano
  • Júlia Valim
  • Melissa Ely
  • Pedro Machado
Produtor(es) executivo(s) Simone Iorio
Produtor(es) supervisor(es) Alex Baldin
Editor(es)
  • Andherson Barcellos
  • Beto Schilke
  • Evelyn Gonçalves (arte)
  • Mandu Júnior (arte)
  • Milton Yoshioka
  • Thiago Ferrari (coordenador de edição)
Cinematografia
  • Juninho Bill (coordenador de estúdio)
  • Renato Parmi (sonoplastia)
Câmera Multicâmara
Roteirista(s)
  • Daniel Duncan
  • Fernando Castaño
  • Inara Moraes
  • Leandro FS
  • Maiara Corrêa
  • Martinho Hoffman
  • Rafael Marinho
  • Yuri M.
Apresentador(es) Danilo Gentili
Narrador(es) Diguinho Coruja
Elenco
Tema de abertura "Tema de Abertura do The Noite" por Ultraje a Rigor[1]
Compositor da música tema Roger Moreira[2]
Exibição
Emissora de televisão original SBT
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Formato de áudio Estéreo
Transmissão original 10 de março de 2014 (2014-03-10) – presente
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 553 (lista de episódios)
Cronologia
Último
Agora É Tarde com Danilo Gentili
Próximo
Programas relacionados Jô Soares Onze e Meia

The Noite com Danilo Gentili é um programa de televisão brasileiro apresentado pelo comediante stand-up Danilo Gentili, que atualmente é produzido e exibido pelo SBT.[3][4][5][6] Gentili, anteriormente, apresentou por cerca de três anos anos o Agora É Tarde, de 29 de março de 2011 até 31 de dezembro de 2013, na Band.[7][8][9] A saída do apresentador da emissora e a ida para o SBT deve-se a conflitos com a produtora do seu antigo programa, a Eyeworks, e também com as restrições que a Band pretendia colocar no programa.[7][10][11]

O gênero do programa é late-night talk show, um subgênero dos programas de entrevistas, que possuem como algumas de suas características a presença do humor e as exibições nos finais da noite.[11][12][13] A sua estreia ocorreu em 10 de março de 2014, e desde então o programa vai ao ar durante os cinco dias úteis da semana por volta da meia-noite, após a exibição da linha de shows.[3][14][15] É o programa é gravado nos estúdios do SBT localizados em Osasco, cidade da Região Metropolitana de São Paulo, onde também se concentra a sua produção.[7][10]

Além de contar com Gentili como apresentador, os também comediantes stand-up Léo Lins e Murilo Couto fazem parte do elenco, ao lado do narrador Diguinho Coruja, da assistente de palco Juliana Oliveira e dos quatro integrantes da banda do programa, Ultraje a Rigor, sendo eles Roger Moreira (vocal), Mingau (baixo), Marcos Kleine (guitarra) e Bacalhau (bateria).[7][16] A trilha sonora tocada pela banda no programa foi lançada em um disco digital chamado Por que Ultraje a Rigor?, Vol. 2.[1][2][17]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Criação e estreia do Agora É Tarde[editar | editar código-fonte]

Em 2008, durante uma de suas apresentações do Clube da Comédia, um espetáculo de stand-up comedy, Danilo Gentili foi convidado por Diego Barreto para fazer o quadro Repórter Inexperiente no novo humorístico da Band, o Custe o Que Custar (CQC).[18] Com o sucesso do quadro, Gentili se tornou repórter fixo do programa.[18]

No ano seguinte, Gentili apresentou para a direção da Band um projeto de late-night talk show criado por ele e por Alex Baldin, então chefe de roteiro do CQC.[11][19][20][21] Nele, já previa o seu nome, Agora É Tarde, a banda Ultraje a Rigor e os comediantes Léo Lins e Murilo Couto no elenco da atração.[11][19][20][21] Para colocá-lo no ar, Gentili exigiu que a emissora gravasse um piloto do programa para que o seu contrato fosse renovado.[11][19][20][21][22] A emissora só o liberou para gravar o piloto do programa em 2010, e escalou a Eyeworks, empresa dona do formato do CQC, para produzi-lo.[11][19][20][21][22]

O Agora É Tarde estreou em 29 de junho de 2011, inicialmente sendo exibido duas vezes por semana.[22][23] Com o sucesso do programa, que aumentou consideravelmente a audiência da emissora, a Band aumentou os dias de exibição, fazendo com que fosse exibido quatro vezes por semana.[22][23]

Saída da Band[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2013, a Band passava por uma reestruturação financeira, fazendo com que a emissora diminuísse o tempo de exibição, perdendo um dia de exibição para uma reprise dos melhores momentos da semana, e também a equipe do Agora É Tarde como uma forma de contenção de gastos.[11][24][25] Ao receber uma proposta do SBT, na qual iria removeria as limitações que a Band colocaria na produção do programa, toda a sua equipe decidiu aceitá-la em uma decisão consensual.[11][26]

O narrador Marcelo Mansfield, apesar de ter prometido ir com a equipe para o SBT, decidiu continuar como contratado da Band.[11][19][20][27] Mansfield justificou que optou em continuar na Band por nunca ter quebrado um contrato durante sua carreira e que não iria integrar a equipe do programa sem toda a sua formação original.[28] Contrariando a sua justificativa, Mansfield permaneceu no programa, que passou a ser apresentado por Rafinha Bastos.[29]

Com a ida do pessoal do Agora É Tarde para o SBT, a Band e a produtora Eyeworks começaram a tratá-los como inimigos. Sem ter um narrador, já que Mansfield continuou na Band, Gentili escolheu o radialista Diguinho Coruja para substituí-lo.[30] Com o anuncio de sua contratação pelo SBT, Coruja foi demitido da rádio Band FM, que pertence aos mesmos donos da Band, o Grupo Bandeirantes de Comunicação.[31] A emissora entrou com um processo contra Gentili, no qual exigia que o apresentador regressasse à emissora e também tentando impedir que o programa estreasse no SBT, definindo-se como a criadora de seu formato.[11][32] O pedido da Band foi negado pela justiça.[32]

Escolha do nome[editar | editar código-fonte]

Com a impossibilidade de usar o nome Agora É Tarde, que foi registrado pela Eyeworks, foi necessário definir um novo nome.[11] Inicialmente, segundo o site da revista Caras, o nome da atração seria Jô Soares Onze e Meia com Danilo Gentili, o qual tinha como finalidade homenagear Jô Soares com uma referência ao título do antigo programa de Soares no SBT, o Jô Soares Onze e Meia, que sempre foi motivo de piada pelo seu título, já que nunca entrava no ar neste horário.[33][34] Posteriormente, apesar de Danilo Gentili confirmar Jô Soares Onze e Meia com Danilo Gentili como o possível nome da atração, a assessoria de imprensa do SBT negou que esse seria o título, além de terem dito que havia três possíveis nomes para o programa, os quais não faziam referência alguma a Jô Soares.[35]

No dia seguinte, o comediante assegurou ao UOL, portal que abriga o site de Caras, que o nome do programa seria The Noite com Danilo Gentili.[36][37][38] Segundo o jornalista Daniel Castro, que publica o site Notícias da TV, o título do programa em nome de Jô Soares não foi aceito pela direção da emissora por temerem que ele iria afastar os anunciantes.[39] Em entrevista ao jornal Extra, Jô mostrou apoiar o nome, dizendo que o via como uma homenagem, porém, quando perguntado se autorizaria, desconversou dizendo: "Não foi isso que você me perguntou inicialmente".[40]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Teasers[editar | editar código-fonte]

A partir do dia 2 de fevereiro de 2014, o SBT passou a veicular em sua programação chamadas para anunciar o programa.[41] No primeiro teaser, o qual não continha muitos detalhes sobre a transmissão e nem ao menos o nome do programa, Danilo Gentili dirige um caminhão de mudanças pela via Anhanguera rumo à nova emissora, deixando para trás a produtora Juliana Oliveira.[42] A curta chamada faz uma referência ao seriado mexicano Chaves, considerado ícone da emissora, com um boneco pendurado no interior do veículo, e tem como som de fundo a música Nós Vamos Invadir sua Praia, da banda Ultraje a Rigor, responsável pela trilha sonora da atração, que também deixou a Band rumo ao SBT.[43]

No dia 10 de fevereiro de 2014, duas chamadas do novo programa vazaram, sendo que estavam previstas para irem ao ar noutra ocasião.[26][44][45] Em um dos teasers, a banda Ultraje a Rigor e os humoristas Murilo Couto e Léo Lins são desembalados de uma caixa de mudança.[44] A produtora Juliana Oliveira, então, abre a caixa em que está Danilo Gentili com o seu tradicional "uniforme" de hosting: o terno e gravata. Já na segunda chamada vazada, o humorista faz uma piada com Sabrina Sato, tendo a participação de uma sósia da apresentadora, que também deixou a Band, desta vez rumo à Rede Record.[45] Danilo chegou até a brincar com o vazamento criando um novo teaser, onde ele faz um "pronunciamento oficial" para falar sobre o imprevisto e mostrar que, a partir daquele momento, suas fitas estariam muito bem guardadas.[26]

Anúncio utilizado para divulgar a estreia do programa.

Anúncios[editar | editar código-fonte]

Para divulgar o programa em revistas e jornais de grande circulação, o SBT criou anúncios que mostravam os integrantes do talk show em diversas situações inusitadas, os quais foram tratados como grande inovação.[46] Os anúncios também foram colocados em locais públicos de muito movimento, sendo que um dos anúncios mostra a assistente de palco Juliana Oliveira carregando uma caixa de mudança com Gentili em seu interior.[46]

Logo depois, a emissora promoveu uma ação novamente tratada como inovadora ao colocar para circular na capital paulista, entre os dias 6, 7 e 8 de março, caminhões de mudança com os anúncios do programa em suas laterais.[47] Os caminhões, que estavam totalmente "envelopados" com comunicação especial do programa, tomaram as ruas da cidade e despertaram a curiosidade do público.[48]

O canal seguiu divulgando a atração, desta vez com um gigantesco banner que simulava o cenário do programa, o qual foi colocado em um painel dentro da Estação Paulista do Metrô de São Paulo.[49][50] Lá encontrava-se também uma poltrona azul, semelhante à vista no programa, que dava ao público a possibilidade de sentar e tirar uma foto como entrevistado de Danilo.[49][50] A instalação ficou no local durante uma semana.[50]

Estreia[editar | editar código-fonte]

No programa de estreia, a equipe passou por vários programas do SBT, começando com Danilo Gentili no Máquina da Fama, Murilo Couto vestido como uma das Chiquititas, Léo Lins no programa Eliana, Juliana Oliveira no Casos de Família, no qual fez parte do tema "Eu me prostituía pra comer x-búrguer", em referência a uma confissão de uma participante do programa Você na TV de João Kléber na RedeTV!, e os integrantes da banda Ultraje a Rigor nos programas A Praça É Nossa, Programa do Ratinho, Programa Raul Gil e no quadro Passa ou Repassa, do Domingo Legal, além de uma passagem pelo programa infantil Bom Dia & Companhia.[51][52][53] Ao chegar nos estúdios do The Noite, o elenco se deparou com o antigo cenário do programa Jô Soares Onze e Meia, uma homenagem a Jô Soares, que apresentou o programa durante anos na mesma faixa de horário.[54] O estúdio estava todo empoeirado e cheio de teias de aranha quando o humorista Ivo Holanda gritou da plateia que esta era uma pegadinha do SBT.[54] Após isto, o cenário do programa foi apresentado para o público.[55] O programa também brincou com a desistência de Marcelo Mansfield, que resolveu não ir para o SBT com os colegas e permaneceu na Bandeirantes. Em dada cena, o apresentador recebeu um SMS que dizia: "O véio pulou fora do barco".[52] Logo depois, ao procurá-lo no Retiro dos Artistas, Léo Lins encontra o ator Marcos Oliver seminu.[52] O primeiro entrevistado foi o humorista e ator Fábio Porchat, que foi questionado sobre a polêmica de um vídeo do Porta dos Fundos que faz críticas a policiais corruptos, passando a ser ameaçado.[26][52][56] Enquanto respondia, Porchat, que já havia pré-gravado outros segmentos no programa, termina, teatralmente, levando um tiro de alguém na plateia, sendo que o alvo era Danilo e o atirador era argentino, uma referência ao atual diretor de programação da Band, Diego Guebel, um dos executivos da produtora televisiva Eyeworks, que produz o Agora É Tarde.[52][55] No final do programa, Danilo Gentili foi alçado ao ar vestido de rei, sendo malhado pela produção e pela plateia.[55]

O primeiro episódio do programa causou uma grande repercussão nas redes sociais, surpreendendo o público com o novo e sofisticado cenário, que gerou comentários de Danilo, ousando ao dizer já no começo do programa que estava muito feliz por agora poder ter "livre criação" e fazer o programa "do seu jeito", alfinetando a equipe da Band, com quem trabalhava no Agora É Tarde.[51][52][57] Durante a entrevista com Fábio Porchat, o locutor e estreante da nova trupe Diguinho Coruja fez uma piada referente ao sobrenome do entrevistado, lhe perguntando se poderia "Por chá" em sua xícara, com a clara intenção de ser sem graça.[58][59] Após a piada, Gentili perguntou para Fábio se ainda havia uma vaga no elenco do Porta dos Fundos para Diguinho, que riu e ironizou dizendo que iria levar-lhe para a Parafernalha.[59] Imediatamente, Felipe Neto mostrou-se incomodado em seu Twitter com o comentário do comediante.[58][59] O assunto acabou ficando entre os mais comentados nos Trending Topics do Twitter no Brasil. A tag "#TheNoite" ainda permaneceu no outro dia, em 11 de março, no primeiro lugar dos TTs, chegando até a ficar no segundo lugar dos assuntos mais comentados no mundo.[60][61][62]

Repercusão[editar | editar código-fonte]

Audiência[editar | editar código-fonte]

A estreia do The Noite garantiu a vice-liderança para o SBT na faixa das 00h05 à 1h04.[63] Segundo dados consolidados do Ibope, o talk show estreou com 6,1 pontos de média e 7,5 de pico.[63] A Globo, no mesmo horário, marcou 13 pontos de média durante a apresentação do filme Esquadrão Classe A na Tela Quente, ao mesmo tempo que a Record marcou 2 pontos com a série A Nova Super Máquina e a Band marcou também 2 com o filme Os Espartalhões.[63] O ponto de share (número de televisores sintonizados no canal) ficou na faixa dos 18%.[63] O número é 44% maior se comparado à audiência de estreia do novo Agora É Tarde, apresentado por Rafinha Bastos, que estreou com quatro pontos em 5 de março.[60] Cada ponto de audiência equivale a cerca de 65 mil domicílios na Região Metropolitana de São Paulo.[60] Pode-se afirmar então que, no fim das contas, Danilo dobrou a usual audiência das noites de segunda da emissora de Silvio Santos.[64]

Em seu segundo dia de exibição, na madrugada de quarta-feira, Gentili entrevistou a cantora mexicana Dulce María, além de contar com uma participação especial de Lívia Andrade no pub do programa.[65] A atração registrou ótimos índices de audiência na madrugada, ficando na liderança isolada da Grande São Paulo. O programa registrou uma média de 5,7 pontos com pico de 7,3, ficando assim, na frente da Globo, que registrou uma média de 4 pontos com picos de 6.[66] As outras emissoras concorrentes, Record e Band, ficaram apenas com 1 ponto de média no Ibope.[67] Durante a faixa de 14 minutos em que o The Noite e o Agora É Tarde concorreram, a atração do SBT registrou 5,8 pontos contra 1,0 da Band.[68]

A terceira edição registrou o melhor desempenho do programa desde sua estreia e continuou na vice-liderança absoluta, tendo ficado no primeiro lugar por quase trinta minutos.[69] Segundo dados consolidados do Ibope, com a participação de Rachel Sheherazade, âncora do SBT Brasil, o The Noite, que foi ao ar das 00h14 às 01h07, bateu seu recorde de audiência e fechou com 6,8 pontos de média e 9,7 de pico.[69] No mesmo horário, a Globo ficou na liderança geral com 7,5 pontos de média, sendo que a Record ficou com apenas 2,1 e, na quarta colocação, a Band ficou com 1,2 pontos de média.[69]

No quarto programa, com a presença da apresentadora Palmirinha, o The Noite seguiu com o seu público cativo fechando no segundo lugar isolado do Ibope, tendo ainda alcançado a liderança durante 1 minuto, às 00h58, continuando, deste modo, com uma ótima audiência.[70] Exibido no dia 13 de março entre 00h28 e 01h29, a atração terminou na segunda colocação com 5,9 pontos de média e pico de 7,4, de acordo com dados consolidados do Ibope.[70] No confronto, a Globo ficou na primeira colocação com seis pontos de média, seguida da Record, em terceiro, com 2,3 de média, e a Band, no quarto lugar, com 2,2 de média.[70]

Para fechar a primeira semana de exibição, na quinta edição, o programa atingiu 5,5 pontos de média e 6,9 de pico com a presença de Rey Biannchi e os integrantes do Arena SBT, nova atração das noites de sábado da emissora.[71] Apesar de ter sido o menor índice da semana de estreia, Danilo garantiu a vice-liderança com folga ao SBT, colocando-se, na maioria das vezes, a um ou dois pontos de distância da Globo, o que foi considerado um desempenho extraordinário para esta faixa de horário.[71] Com isso, o The Noite terminou sua primeira semana com média de 6 pontos, ante 8 da Globo, 2 da Record e 1 da Band.[71] É praticamente o dobro do que o SBT costumava alcançar no horário com o Jornal do SBT e o talk show Gabi Quase Proibida.[71]

Na segunda semana de exibição, o The Noite enfrentou pela primeira vez o Programa do Jô, que voltava para a programação da Globo depois de três meses.[72][73] A repercussão de Gentili seguiu em alta e, no dia 18 de março, terça-feira, no primeiro confronto direto entre as duas atrações, seu programa conquistou a liderança ao marcar 5,3 pontos de média e 6,5 de pico, deixando o segundo lugar para o veterano Jô Soares, com quatro pontos.[72][73] Após a primeira vitória, Danilo disse:

Atribuo o sucesso a muito trabalho duro e… sinceramente? No fim das contas eu sou cristão, então eu atribuo todo sucesso a Deus também. Eu trabalho duro como se todo esforço dependesse só de mim, mas no fim das contas eu sei que depende mais dele do que da força do meu braço. Eu prefiro crer assim.
Danilo Gentili.[74]

A liderança do programa continuou até o final da segunda semana de exibição, vencendo Jô em todos os novos confrontos diretos dos dois programas.[75]

Avaliação e críticas[editar | editar código-fonte]

Na opinião do jornalista e crítico de televisão Maurício Stycer, a estreia do The Noite foi, de um modo geral, muito boa. O capricho da produção, o cuidado com o roteiro e a segurança de Gentili contribuíram para o late-night causar uma ótima impressão.[8] Já Nirlando Beirão, da revista CartaCapital, disse que o programa mimetiza o clássico talk show dos americanos. Segundo ele, a grosseria intrínseca de uma personalidade doentia promete a Gentili um luminoso futuro na TV.[76] Para Wallace Carvalho, do Famosidades, "a abertura lembrou bastante o Saturday Night Live comandado por Rafinha Bastos na RedeTV!.[52] Do stand-up com a extensa lista de agradecimentos ao posicionamento da banda no cenário: tudo remetia ao extinto humorístico.[52] Outra inspiração dos cenógrafos que criaram o projeto foi o The Tonight Show comandando por Jimmy Fallon.[52] Da mesa de madeira ao sofá azul. Estava tudo lá".[52]

Paródia[editar | editar código-fonte]

A RedeTV!, em seu programa Muito Show, lançou uma sátira do The Noite, onde o humorista e apresentador do programa Vinícius Vieira faz o personagem Danilo Sem Crise, que apresenta o Pher Noite.[77] O quadro ainda conta com o Gordinho Coruja, sátira do locutor Diguinho Coruja.[77] Danilo Gentili, ao ficar sabendo da sátira, comentou em seu perfil do Twitter: "Lá vem... olha lá...".[77]

Exibição[editar | editar código-fonte]

O programa teve a sua primeira exibição feita pelo SBT no dia 10 de março de 2014, por volta de meia-noite, após uma edição do Máquina da Fama, que na ocasião fez uma espécie de crossover com o novo programa.[8][78][79] Desde então, é exibido na mesma faixa horária, diariamente, tendo episódios inéditos entre os meses de março do ano presente e janeiro do ano seguinte.[14][80][81] O programa também é retransmitido por algumas emissoras de rádio, entre elas a rede Massa FM, que possui suas emissoras instaladas no estado do Paraná.[82] A rádio Vanguarda FM de Sorocaba, do mesmo grupo da TV Sorocaba, afiliada do SBT, também exibe o programa.[83][84] Internacionalmente, é exibido em Angola e em Moçambique pelo canal de televisão por assinatura DStv 1, que é programado pela empresa brasileira Seven TV.[85]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Na quinta edição do The Noite, o SBT cortou parte da entrevista do músico e humorista Rey Biannchi que foi ao ar em 14 de março na qual o convidado xingava o ex-presidente Lula e a atual, Dilma Rousseff.[86] A decisão do corte, segundo o SBT, partiu do diretor do programa, Marcelo Zacariotto, que achou a ofensa "desnecessária" e "fora de contexto".[86] Ainda de acordo com a emissora, "o objetivo do programa não é falar mal dos outros".[86] Rey Biannchi, que também participou do especial de Natal do Agora É Tarde que foi vetado pela Band, quando ainda era comandado por Gentili, defendeu o corte.[86]

Durante a entrevista de Jorge Kajuru, na segunda semana de exibição do programa, o polêmico jornalista caçoou do músico Lobão, que vociferou contra o Agora É Tarde de Rafinha Bastos por ter tido parte de suas respostas censuradas pela Band.[87] Ocorre, no entanto, que Kajuru também teve falas cortadas durante sua conversa com Danilo Gentili.[87] O apresentador criticou duramente o governador de Goiás, Marconi Perillo, e o diálogo não foi ao ar.[87] Segundo o SBT, a edição ocorreu em razão dos ataques estarem novamente "fora do contexto", segundo informa a coluna "Outro Canal".[87] Apesar do corte, a rede veiculou o momento em que Kajuru chamou a presidente Dilma Rousseff de "sem vergonha" e disse que na Band "é dando que se recebe", além de criticar as concorrentes do canal de Silvio Santos e da Globo.[88]

A imprensa internacional destacou de forma negativa a entrevista feita com a cantora Sky Ferreira no programa exibido em 10 de junho de 2014, em relação a uma pergunta feita por Gentili: "Você acha que todo mundo está adorando a música por causa do seu trabalho ou por causa da capa?", indagou o apresentador, referindo-se à capa do álbum "Night Time, My Time", na qual Sky aparece nua da cintura para cima e com um dos seios à mostra.[89] O comediante Léo Lins então traduziu e, no final, ao falar da capa, disse "e por causa dos peitos, é claro".[89] Sky riu e respondeu: "Acho que é por causa da música, mas ajuda se você for um pervertido".[89] O site estadunidense Pitchfork, uma publicação sobre música, repercutiu a entrevista mencionando a pergunta "muito esquisita" e classificando o entrevistador de "rude", sem deixar claro se a referência era a Gentili ou a Lins.[89] O também estadunidense The Huffington Post criticou a pergunta, chamando-a de inapropriada, "Entrevistadores, tomem nota: Isso é como você NÃO deve entrevistar uma artista mulher, ou qualquer artista, aliás. Sky Ferreira teve a infeliz experiência como convidada de um programa brasileiro".[89] A revista britânica NME classificou a pergunta de "grosseira", enquanto o site britânico Gigwise chamou a entrevista no começo de sua matéria de "muito estranha", escrevendo "De vez em quando, aparece uma entrevista com um artista que é tão estranha que é até difícil de ver. Desta vez, foi Sky Ferreira que sofreu"[89]. O site estadunidense Stereogum também classificou a entrevista como "esquisita", dizendo no primeiro parágrafo de seu texto que "Em seus anos no sistema de pop adolescente dentro de uma grande gravadora, Sky Ferreira provavelmente enfrentou todo tipo de indignidades, mas acho que nada em seu passado pode se comparar à recente aparição dela no talk show brasileiro 'The Noite'".[89]

Também em junho, uma piada feita por Léo Lins repercutiu internacionalmente. O comediante disse sobre a fama da Colômbia em produzir cocaína e a surpresa pelo qual nenhum jogador colombiano foi flagrado no exame antidoping, durante a Copa do Mundo FIFA de 2014, "O Uruguai vai jogar contra a Colômbia. Muita gente achou surpresa a Colômbia ficar em primeiro. Para mim, a surpresa foi nenhum jogador colombiano ser pego no doping. E Uruguai e Colômbia é um jogo perfeito: um fabrica a droga e outro legalizou. Então, agora está ótimo. Eu acho que, independentemente do resultado do jogo, o vitorioso será o tráfico".[90] O site El Colombiano classificou de insulto à Seleção Colombiana de Futebol e uma espécie de deboche sobre a difícil situação que vive o país.[90] No Twitter, Gentili parabenizou Léo Lins "por mais uma piada que virou notícia internacional".[90] Alguns colombianos não gostaram da piada e também reagiram no Twitter.[90]

Quadros[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicado Resultado Ref.
2014 Prêmio Extra de Televisão Melhor programa The Noite com Danilo Gentili Indicado [91][92]
Melhor apresentador Danilo Gentili Indicado [91][92]
2015 Troféu Imprensa Programa de entrevista The Noite com Danilo Gentili Indicado [93]
Troféu Internet Venceu [94]
2016 Troféu Imprensa Indicado [95][96]
Troféu Internet Venceu [96][97]

Referências

  1. a b Paulo Cavalcanti (16 de setembro de 2015). «Ultraje a Rigor - Por Que Ultraje a Rigor? Vol. 2». Guia de CDs. Rolling Stone Brasil. Consultado em 1 de janeiro de 2016. 
  2. a b «Tema de Abertura do The Noite». Deezer. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. (pede registo (?)). 
  3. a b «Saiba tudo sobre o programa The Noite Com Danilo Gentili, que estreia nesta segunda». SBT. 7 de março de 2014. Consultado em 25 de julho de 2016. 
  4. Flávio Ricco; José Carlos Nery (22 de janeiro de 2014). «Programa de Danilo Gentili no SBT estreia na primeira semana de fevereiro». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 23 de janeiro de 2014. 
  5. Anna Thereza de Almeida (10 de março de 2014). «Programa de Danilo Gentili no SBT estreia nesta segunda-feira». Em Casa. Guia da Semana. Consultado em 10 de março de 2014. 
  6. «Gentili muda dia de Cabrini e tira Christina Rocha e Gabi das quartas». Notícias da TV. UOL. 23 de janeiro de 2014. Consultado em 4 de abril de 2015. 
  7. a b c d Amanda Serra (18 de fevereiro de 2014). «Gentili apresenta "The Noite" e alfineta a Band: "SBT é uma emissora maior"». UOL. Consultado em 25 de julho de 2016. 
  8. a b c Maurício Stycer (11 de março de 2014). «“The Noite” de Gentili mostra um padrão de qualidade incomum no SBT». Blog do Maurício Stycer. UOL. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  9. «Danilo Gentili deixa a Band e assina contrato com o SBT». NaTelinha. UOL. 28 de dezembro de 2013. Consultado em 28 de dezembro de 2013. 
  10. a b Ricky Hiraoka (4 de abril de 2014). «O sucesso do talk-show de Danilo Gentili no SBT». Veja São Paulo. Abril.com. Consultado em 25 de julho de 2016. 
  11. a b c d e f g h i j k Daniel Castro (1 de janeiro de 2014). «Danilo Gentili critica Band e diz que precisa melhorar piadas no SBT». Notícias da TV. UOL. Consultado em 25 de julho de 2016. 
  12. Elizabeth Diffin; Megan Lane (22 de janeiro de 2010). «Why do Americans care about late night TV?» (em inglês). BBC. Consultado em 22 de agosto de 2016. 
  13. Isabel de Luca; Márcia Abos (1 de junho de 2014). «Talk-shows se renovam e atraem jovens aqui e nos EUA». O Globo. Consultado em 22 de agosto de 2016. 
  14. a b «Proposta Comercial The Noite com Danilo Gentili» (PDF). O servidor irá forçar o download do arquivo, e sendo ele feito, a cópia virá sem extensão. Deve-se colocar .pdf no final para visualizá-lo. SBT. Consultado em 25 de julho de 2016. 
  15. Florença Mazza (19 de março de 2014). «Gentili aumenta em 43% a audiência do SBT na faixa noturna». Blog da Partícia Kogut. O Globo. Consultado em 4 de abril de 2016. 
  16. «Elenco». The Noite com Danilo Gentili. SBT. Consultado em 22 de agosto de 2016. 
  17. Leonardo Rodrigues (27 de agosto de 2015). «Em tempos de protestos, Ultraje lança disco sem letras: "Somos do contra"». UOL Música by Deezer. UOL. Consultado em 22 de agosto de 2016. 
  18. a b Miguel Arcanjo Prado (23 de setembro de 2008). «"Agora meu nome é 'CQC'", diz Danilo Gentili». Folha de S.Paulo. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  19. a b c d e Danilo Gentili (29/05/15). Mulheres. TV Gazeta. 29 de maio de 2015. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  20. a b c d e «Danilo Gentili conta a origem do The Noite e como foi sua vinda ao SBT». Fofocando. SBT. 10 de agosto de 2016. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  21. a b c d Danilo Gentili (29 de julho de 2016). «COMPLETAMOS 5 ANOS DE TALK-SHOW!». Facebook. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  22. a b c d Isabelle Mani (1 de março de 2011). «Danilo Gentili: “Eu quero ser o Jimmy Fallon brasileiro”». iG Gente. iG. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  23. a b Thaís Sant’Anna (30 de junho de 2012). «Gentili sobre o "Agora é Tarde": "Não esperava chegar nem a dois meses!"». iG Gente. iG. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  24. Janaina Nunes (27 de dezembro de 2013). «Saiba os motivos que deixaram Danilo Gentili insatisfeito na Band». Em Off. Yahoo!. Arquivado desde o original em 27 de dezembro de 2013. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  25. Flávio Ricco; José Carlos Nery (4 de dezembro de 2013). «Record e SBT de olho - Danilo Gentili está descontente na Band». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 23 de janeiro de 2014. 
  26. a b c d «Saiba tudo sobre o programa The Noite Com Danilo Gentili, que estreia nesta segunda». The Noite com Danilo Gentili. SBT. 7 de março de 2014. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  27. Flávio Ricco (27 de dezembro de 2013). «Danilo Gentili assina contrato com o SBT». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 29 de dezembro de 2013. 
  28. Thiago Azanha (3 de janeiro de 2014). «Marcelo Mansfield explica sua permanência na Band». Caras. UOL. Consultado em 22 de janeiro de 2013. 
  29. Andréia Takano (26 de fevereiro de 2014). «Marcelo Mansfield prefere Rafinha Bastos a Danilo Gentili e fica no Agora é Tarde: "Não teve como resistir"». R7. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  30. Daniel Castro (13 de fevereiro de 2014). «Diguinho Lombardi». Notícias da TV. UOL. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  31. Flávio Ricco; José Carlos Nery (28 de fevereiro de 2014). «Convite para trabalhar com Danilo Gentili leva Band a dispensar funcionário». BOL. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  32. a b Daniel Castro (11 de março de 2014). «Justiça recusa liminar da Band contra estreia de Danilo Gentili». Notícias da TV. UOL. Consultado em 12 de março de 2014. 
  33. «Novo programa de Danilo Gentili deve fazer 'homenagem' a Jô Soares». Caras. UOL. 21 de janeiro de 2014. Consultado em 23 de janeiro de 2014. 
  34. José Eustáquio Lopes de Faria Júnior (1 de março de 2014). «Cartas e Cartazes nº 88: Jô Onze e Meia estreia com navegador, político e polêmica dos seios de fora (16/08/1988)». SBTpedia. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  35. «Trote no Twitter: Danilo Gentili diz que seu programa se chamará ‘Jô Soares onze e meia’». Revista da TV. O Globo. 21 de janeiro de 2014. Consultado em 23 de janeiro de 2014. 
  36. «Home-page: Programa de Danilo Gentili se chamará The Noite com Danilo Gentili». UOL. Consultado em 22 de janeiro de 2013. 
  37. «SBT define nome de novo talk show: The Noite com Danilo Gentili». Notícias da TV. UOL. 22 de janeiro de 2014. Consultado em 22 de janeiro de 2014. 
  38. «SBT escolhe nome do novo programa de Danilo Gentili; saiba qual é». Notícias da TV. UOL. 22 de janeiro de 2014. Consultado em 22 de janeiro de 2014. 
  39. Daniel Castro (21 de janeiro de 2014). «Danilo 11 e Meia». Notícias da TV. UOL. Consultado em 22 de janeiro de 2014. 
  40. «Jô Soares apoia intenção de Danilo Gentili em batizar talk show com seu nome: “É uma homenagem”, afirma». Retratos da Vida. Extra. 22 de janeiro de 2014. Consultado em 17 de março de 2014. 
  41. João Paulo Dell Santo (2 de fevereiro de 2014). «SBT começa a divulgar o novo programa de Danilo Gentili». RD1. iG. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  42. Daniel Castro (2 de fevereiro de 2016). «Danilo Gentili dirige caminhão de mudança em chamada do SBT». Notícias da TV. UOL. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  43. João Paulo Dell Santo. «Em comunicado, SBT confirma contratação de Danilo Gentili, banda Ultraje a Rigor e Léo Lins». RD1. iG. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  44. a b Leonardo Azzali (10 de fevereiro de 2014). «Novas chamadas de Danilo Gentili no SBT vazam na internet; confira». RD1. iG. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  45. a b Daniel Castro (10 de fevereiro de 2014). «Danilo Gentili tira sarro de Sabrina Sato em nova chamada no SBT». Notícias da TV. UOL. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  46. a b «Programa The Noite com Danilo Gentili inova em anúncios para revistas». SBT. 3 de março de 2014. Consultado em 11 de março de 2014. 
  47. «SBT coloca caminhões de mudança nas ruas de SP para divulgar "The Noite"». SBT. 5 de março de 2014. Consultado em 11 de março de 2014. 
  48. «SBT coloca caminhões nas ruas para divulgar ‘The Noite’ com Danilo Gentili». Caras. UOL. 5 de março de 2014. Consultado em 28 de julho de 2013. 
  49. a b «Público poderá se sentar na poltrona do The Noite em metrô de SP». SBT. 25 de março de 2014. Consultado em 26 de março de 2014. 
  50. a b c Fabrício Falcheti (25 de março de 2014). «Em ação, SBT coloca poltrona do "The Noite" de Danilo Gentili no Metrô». NaTelinha. UOL. Consultado em 28 de julho de 2014. 
  51. a b Thiago Azanha (11 de março de 2014). «CARAS VÊ TV: Danilo Gentili coloca 'The Noite' no mesmo nível dos late shows norte-americanos». Caras. UOL. Consultado em 13 de agosto de 2016. 
  52. a b c d e f g h i j Wallace Carvalho (11 de março de 2014). «Ácido e bem produzido, Danilo Gentili estreia com o pé direito no SBT». TV Famosidades. MSN. Arquivado desde o original em 14 de março de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  53. «Após revolta de garotinho, Danilo Gentili devolve presente 'roubado' do 'Bom Dia e Cia'». F5. Folha de S.Paulo. 20 de março de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  54. a b Renato Kramer (11 de março de 2014). «'The Noite' estreia no SBT com muito humor e ares de superprodução». F5. Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de junho de 2014. 
  55. a b c Fernando Oliveira (11 de março de 2014). «‘The Noite com Danilo Gentili’ estreia sem medo de rir de si mesmo e mostra maturidade do apresentador». Mundo da TV. R7. Arquivado desde o original em 13 de março de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  56. «Após ameaça em blog, Porta dos Fundos reforça crítica a PM corrupto». G1. Globo.com. 7 de fevereiro de 2014. Consultado em 12 de agosto de 2016. 
  57. Juliano Bérenyi (11 de março de 2014). «Danilo Gentili arrebenta na estreia do "The Noite" no SBT». Blogs Pop Séries & TV. Pop. Arquivado desde o original em 14 de março de 2016. Consultado em 11 de março de 2014. 
  58. a b «Danilo Gentili estreia talk show no SBT com Fábio Porchat como convidado». A Redação. 11 de março de 2014. Consultado em 11 de março de 2014. 
  59. a b c Hialley Gouveia (11 de março de 2014). «Estreia do ‘The Noite’ gera barraco entre Fábio Porchat e Felipe Neto». Bastidores da TV. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  60. a b c «Danilo Gentili estréia com audiência alta e garante vice-liderança no SBT». Caras. 11 de março de 2014. 
  61. Gustavo Baena (11 de março de 2014). «Noite com Danilo Gentili supera expectativas no SBT». Sob Controle. Yahoo!. Arquivado desde o original em 11 de março de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  62. Endrigo Annyston (11 de março de 2014). «The Noite com Danilo Gentili é a melhor estréia do SBT em anos». RD1. iG. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  63. a b c d Daniel Castro (11 de março de 2014). «Danilo Gentili é vice-líder na estreia no SBT e humilha a Record». Notícias da TV. UOL. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  64. Heloisa Tolipan (11 de março de 2014). «Em estreia no SBT, Danilo Gentili alcança vice-liderança na audiência!». Consultado em 11 de março de 2014. 
  65. «Dulce Maria é a convidada do The Noite desta terça». SBT. 7 de março de 2014. Consultado em 9 de março de 2014. 
  66. «"The Noite" alcança o primeiro lugar na audiência». NaTelinha. 12 de março de 2014. Consultado em 12 de março de 2014. 
  67. «Danilo Gentili empata com a Globo e registro quíntuplo de Record e Band». RD1. 12 de março de 2014. Consultado em 12 de março de 2014. 
  68. «Danilo Gentili atropela Rafinha Bastos no primeiro confronto». Notícias da TV. UOL. 12 de março de 2014. Consultado em 12 de março de 2014. 
  69. a b c «Danilo Gentili bate a Globo outra vez e lidera no Ibope». Bastidores da TV. 13 de março de 2014. Consultado em 13 de março de 2014. 
  70. a b c «Com Palmirinha, Danilo Gentili volta a beliscar a liderança». RD1. iG. 14 de março de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  71. a b c d «Danilo Gentili encerra primeira semana do “The Noite” com público cativo». RD1. iG. 17 de março de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2016. 
  72. a b «Danilo Gentili vence Jô Soares e conquista liderança: 'Atribuo o sucesso a Deus'». Caras. UOL. 19 de março de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2014. 
  73. a b Rafaela Santos (19 de março de 2014). «Danilo Gentili ganha da Globo e deixa Jô Soares na vice-liderança». Coluna da Patricia Kogut. O Globo. Consultado em 14 de agosto de 2014. 
  74. «Danilo Gentili bate Jô Soares no Ibope e atribui sucesso a Deus». 20 de março de 2014. Consultado em 20 de março de 2014. 
  75. «“The Noite” de Danilo Gentili bate Jô Soares pelo quarto dia consecutivo no Ibope». 22 de março de 2014. Consultado em 22 de março de 2014. 
  76. Nirlando Beirão (3 de maio de 2014). «Humor de tirar o sangue no SBT». CartaCapital. Consultado em 3 de maio de 2014. 
  77. a b c Diego Falcão (16 de maio de 2014). «Danilo Gentili vira 'Danilo Sem Crise' em sátira da RedeTV!». NaTelinha. UOL. Consultado em 27 de junho de 2014. 
  78. José Armando Vannucci (11 de março de 2014). «“The Noite” estreia com audiência alta, boa qualidade e surpreende SBT». Parabólica. Jovem Pan Online. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  79. 11 de março de 2014. «Enfoque NT: As genialidades da estreia do "The Noite" com Danilo Gentili». NaTelinha. UOL. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  80. Renato Kramer (3 de janeiro de 2015). «Danilo Gentili encerra primeira temporada do 'The Noite' e promete novidades para 2015». F5. Folha de S.Paulo. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  81. José Armando Vannucci. «“Vannucci Responde”: O “The Noite” vai ter férias no início de 2016?». Parabólica. Jovem Pan Online. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  82. Daniel Starck (19 de setembro de 2014). «Massa FM passa a contar com programa do SBT em sua grade e encerra campanha do agasalho». Tudo Rádio. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  83. Carlos Massaro (2 de abril de 2015). «Vanguarda FM vai retransmitir The Noite com Danilo Gentili em Sorocaba». Tudo Rádio. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  84. «The Noite com Danilo Gentili». Vanguarda FM. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  85. André Mermelstein (3 de julho de 2014). «Brasil tem dois novos canais internacionais de novelas, filmes e séries». Tela Viva. Consultado em 26 de julho de 2015. 
  86. a b c d Paulo Pacheco (17 de março de 2014). «SBT veta xingamentos a Lula e Dilma em talk show de Gentili». Notícias da TV. UOL. Consultado em 17 de março de 2014. 
  87. a b c d Fabrício Falcheti (7 de março de 2014). «Após entrevista, Lobão critica o novo "Agora é Tarde": "lixo"». NaTelinha. UOL. Consultado em 20 de março de 2014. 
  88. «SBT confirma cortes em entrevista de Kajuru ao “The Noite”». RD1. iG. 21 de março de 2014. Consultado em 21 de março de 2014. 
  89. a b c d e f g «Imprensa internacional critica pergunta de Danilo Gentili a Sky Ferreira». UOL. 13 de junho de 2014. Consultado em 27 de junho de 2014. 
  90. a b c d «Piada feita em programa de Danilo Gentili irrita colombianos». BOL. 27 de junho de 2014. Consultado em 27 de junho de 2014. 
  91. a b «Prêmio Extra de TV 2014: vote nos melhores da televisão». Extra. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. 
  92. a b «‘Império’ é a grande vencedora do Prêmio Extra de Televisão; veja a lista completa de ganhadores». Extra. 12 de novembro de 2014. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. 
  93. «Vencedores do Troféu Imprensa (2014)». SBT. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. 
  94. «Vencedores do Troféu Internet (2014)». SBT. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. 
  95. «Ganhadores do Troféu Imprensa». SBT. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  96. a b Pedro Hosken (23 de maio de 2016). «Confira os vencedores da edição 2016 do “Troféu Imprensa” e “Internet”». Hugo Gloss. Consultado em 19 de junho de 2016. 
  97. Fabrício Falcheti (24 de dezembro de 2015). «"Troféu Imprensa" e "Troféu Internet" abrem segunda fase de votação». NaTelinha. UOL. Consultado em 29 de fevereiro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias
Wikidata Base de dados no Wikidata