Felipe Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Felipe Neto
Felipe em 2019.
Nome completo Felipe Neto Rodrigues Vieira
Nascimento 21 de janeiro de 1988 (33 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Residência Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Português
Estatura 1,80 m[1]
Religião não-teísta[2]
Ocupação
Principais trabalhos
Carreira na internet
Servidor(es) YouTube
Género
Período de atividade 2010–presente
Inscritos + 43 milhões
Visualizações + 14 bilhões
Placas do YouTube
0000YouTube Silver Play Button 2.svg0000100 mil inscritos (não ganhou apesar de ter chegado em 100 mil em 2010)
0000YouTube Gold Play Button 2.svg00001 milhão de inscritos (2012)
0000YouTube Diamond Play Button.svg000010 milhões de inscritos (2017)
Felipe Neto signature.svg

Felipe Neto Rodrigues Vieira (Rio de Janeiro, 21 de janeiro de 1988), mais conhecido por Felipe Neto, é um YouTuber, empresário, ator, comediante, escritor e filantropo luso-brasileiro. É conhecido por ter um dos maiores canais brasileiros do YouTube, com 43 milhões de inscritos e mais de quatorze bilhões de visualizações acumuladas.[3]

Seu sucesso inicial se deu mostrando, nos seus vídeos, sua opinião sobre celebridades, atividades do cotidiano e filmes, geralmente com tom fortemente crítico e/ou cômico, sendo o primeiro a conquistar 1 milhão de inscritos no Brasil. Seus vídeos têm dado uma maior ênfase ao entretenimento geral. É irmão do ator Luccas Neto.[4][5] Em 2019, tornou-se o segundo youtuber mais assistido do mundo.[6] Em dezembro de 2019, entrou no ranking do instituto QualiBest como um dos maiores influenciadores digitais do Brasil.[7] Em 2020, foi incluído na tradicional lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, organizada pela revista norte-americana Time.[8]

Felipe foi o fundador da Paramaker, uma empresa de network dentro do YouTube, que é dono de canais como o Parafernalha, IGN Brasil Network, gerenciando aproximadamente 5 mil canais em toda a sua rede, como um esforço para profissionalizar o mercado de vídeos online no Brasil.[9]

Biografia

Felipe Neto Rodrigues Vieira nasceu e cresceu no Rio de Janeiro, no Buraco do Padre, bairro do Engenho Novo, Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Ele é filho de Rosa Esmeralda Pimenta Neto e Alexandre Rodrigues Vieira e também cresceu com seu irmão, o YouTuber e ator Luccas Neto. Seu pai é um psicólogo brasileiro,[10] enquanto sua mãe é portuguesa. Felipe possui as duas nacionalidades, brasileira e portuguesa.[11] Começou a trabalhar aos 13 anos em uma loja que comercializava itens de metal para camelôs. Aos 14 anos abriu uma empresa de telemensagem, que devido à incomplacência de seus clientes, acabou falindo pouco tempo depois. Ao mesmo tempo em que trabalhava, ainda na adolescência, fazia cursos de teatro e atuava em alguns espetáculos.[12] Em 13 de março de 2021, Felipe Neto informou que três jornalistas escreviam a sua biografia não autorizada.[13] Ele afirmou, via Twitter, que não não viveu "nem perto do suficiente para ter uma biografia".[14]

Carreira

2010–2015: Início do Não Faz Sentido e Primeiros Trabalhos

Felipe Neto na Campus Party Brasil 2012.

Em abril de 2010, começou a postar vídeos em seu canal no YouTube abordando temas da época e fazendo críticas a comportamentos e atitudes de artistas e da própria população, geralmente com tom cômico e agressivo. Rapidamente, o seu canal começou a ganhar notoriedade na mídia. Vídeos falando sobre assuntos que o incomodavam, especialmente os relacionados às formas de entretenimento tipicamente associadas ao público feminino jovem, causaram grande repercussão e opiniões diversificadas entre os internautas.[12] Após o sucesso na internet e a repercussão na mídia, Felipe participou de campanhas publicitárias e se tornou garoto-propaganda de algumas marcas.[15][16]

Ainda no ano de 2010, Felipe Neto recusou um convite para trabalhar como repórter do programa "Tudo É Possível" da Rede Record e em 11 de dezembro do mesmo ano entrou no ar com o canal Multishow para o programa Será Que Faz Sentido?, que consistia em mostrar a história de um jovem ator para fazer um programa de TV.[17]

Em maio de 2011, Felipe, acompanhado por Fábio Nunes, estreou um quadro de humor no programa Esporte Espetacular, da Rede Globo, onde ambos faziam breves cenas humorísticas sobre o mundo esportivo.[18][19] Em julho do mesmo ano, ele participou de outro programa no canal Multishow, intitulado Até que Faz Sentido, onde ouvia a opinião de diversas pessoas sobre diferentes assuntos, como trânsito, consumismo, pessoas inconvenientes e também dava sua própria opinião, porém com menos informalidade do que se apresentava na internet.[20] Em agosto de 2012, seu canal no YouTube chegou a 1 milhão de inscritos, sendo o primeiro canal em língua portuguesa a atingir essa marca.[5]

Felipe fala sobre a importância da plataforma Youpix.

Em dezembro de 2012, Felipe participa do YouPix Festival, onde destacou a importância da plataforma Youpix no incentivo para produção de conteúdos e na oportunidade para o surgimento de novos talentos. Em 2013, estreou a websérie A Toca, produzida pela Parafernalha para o serviço pago de TV na internet Netflix.[21][22] No dia 11 de março de 2014, anunciou em suas redes sociais que faria um curso de três semanas na Universidade Harvard. Ele cursou o primeiro módulo do programa OPM (Owner/President Manager), um curso curto para empresários.[23]

No segundo semestre de 2015, Felipe deu início aos ensaios de seu novo trabalho no teatro, o espetáculo "Minha Vida Não Faz Sentido", inspirado em seu canal, foi produzida exclusivamente para o Netflix Brasil.[24] Em dezembro de 2015, embarcou para Las Vegas e gravou a websérie-reality #LasVegasREAL para o Grupo It Brazil, ao lado do ator Maurício Meirelles. Mais tarde, gravou #MIAMIREAL também para o Grupo It Brazil.[25]

2016–presente: Fim do Não Faz Sentido e Nova Fase

A partir de 2016, Felipe Neto resolveu repaginar o seu canal no YouTube. Em 2017, mudou-se de seu apartamento para uma mansão (avaliada em 6,5 milhões de reais)[26] na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro,[27] e criou um canal no YouTube junto com seu irmão Luccas,[28] com quem foi morar, batendo o recorde de menor tempo com 1 milhão de inscritos em menos de 24 horas.[29]

Eu acabei sendo inserido no mundo infantil graças ao sucesso do meu irmão, Luccas Neto, com as crianças. Ele virou a maior febre infantil da história do Brasil desde a Xuxa. Embora meu público majoritário continue sendo sempre adolescentes e adultos, crianças começaram a me assistir sem eu ter me preparado pra isso, então precisei aprender enquanto fazia. No início, erros foram cometidos, campanhas publicitárias que poderiam ter sido evitadas ou feitas de outra forma, mas eu fui aprendendo e evoluindo. Não existe uma faculdade de criação de conteúdo para crianças, eu tive que aprender na prática. (…) Por isso sempre faço o desafio: se você acha que meu canal é uma má influência em qualquer nível, eu o desafio a assistir por uma semana e manter a mesma opinião.[26]
— Felipe Neto

Felipe Neto contratou conselheiros, pedagogos e psicólogos para trabalhar no canal, após descobrir que crianças começaram a assistir, que era até aquele momento voltado somente para adolescentes e adultos.[26] Em 17 de novembro de 2017, anunciou sua rede de coxinhas ao lado de Luccas Neto, a Neto's.[30] Em agosto de 2018 estreou o canal de jogos Final Level.[31] Foi divulgado em outubro de 2019 que Felipe Neto emprega 200 pessoas.[26]

Quando questionado sobre o conteúdo produzido no canal, Felipe Neto respondeu que faz "vídeos de variedades (…) sobre ciência, história, geografia, sobre o mundo animal, vegetal, até mineral. Contudo, sempre digo que meu canal não é de educação e as informações estão ali para divertir, caso surja alguma dúvida, tem que ser tirada com o professor."[26] Em 28 de novembro de 2019, Felipe Neto apresenta em seu canal o show da Black Friday, a maior live já feita no YouTube.[32] O evento foi gravado no YouTube Space, no Rio de janeiro e contou com participação de outras personalidades, sendo também transmitido simultaneamente em mais de um canal.[33] Ainda em novembro, revelou que negou entrar no programa A Fazenda 11.[34]

Em janeiro de 2020, Felipe Neto aparece no vídeo promocional da Netflix Brasil, da série Sex Education.[35] Em março de 2020, devido a seus funcionários estarem afastados dos postos de trabalho por causa da Pandemia de COVID-19, Felipe Neto lançou em seu canal no YouTube uma série gameplay da Saga Minecraft.[36]

Filantropia

Campanha Faça Sua Parte e Seja Membro

No início de 2019, Felipe Neto lançou uma campanha chamada "Faça Sua Parte". Com ela, o lucro obtido com as novas inscrições feitas em seu canal no YouTube no mês de fevereiro de 2019 foi doado para instituições beneficentes, como a "Mães da Sé", que ajuda a resgatar jovens desaparecidos e ao Instituto de Apoio à Criança e ao Adolescente com doenças Renais (ICRIM).[37] Posteriormente, parte do dinheiro arrecadado com o botão de financiamento coletivo "Seja Membro", do YouTube passou a ser doado regularmente para instituições de caridade.

Bienal do Livro do Rio de Janeiro

Em setembro de 2019, Felipe Neto comprou 14 mil livros em resposta à censura do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Todos os livros foram doados na Bienal do Livro do Rio de Janeiro.[38] Após a atitude, o youtuber tornou-se alvo de ameças de morte[39] e passou a andar com esquema de segurança.[40] Por esta ação ganhou uma Medalha do Mérito da Câmara dos Deputados do Brasil.[41][nota 1] O posicionamento de Felipe Neto na Bienal do Rio o colocou no centro do debate político, quando questionado no Estado de S. Paulo ele respondeu:

Não me defino, não há como se definir politicamente no Brasil hoje, porque tudo virou 'Fla-Flu'. Se sou de direita, sou ultra-conservador ou tucano defensor da concentração de renda. Se sou de esquerda, sou comunista ou petista e maconheiro. Eu luto pelo bom senso, eu luto pela diminuição da desigualdade social, pela diversidade, pelas liberdades individuais, pela democracia. As pessoas que me encaixem no espectro que preferirem.
— Felipe Neto, outubro de 2019

Na entevista concedida ao Estado de S. Paulo, também comentou sobre a situação política do Brasil e negou que pretende se candidatar a alguma eleição.[26]

Usuários do Twitter

Em 19 de novembro de 2019, em comemoração aos 35 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, Felipe Neto fez doações em dinheiro para usuários do Twitter que usaram a hashtag #FelipeNeto35milhoes. Isabella Cavalcante, do portal Metrópoles, comparou Felipe Neto com Silvio Santos.[43] O dinheiro foi enviado aos usuários com as melhores histórias e com conta no aplicativo PicPay. Segundo o Correio Braziliense, a hashtag alcançou os Trending Topics. O jornal repostou alguns dos pedidos de doações.[44] Segundo o Jornal do Commercio, o valor total doado foi de 33 mil reais.[45] Segundo o Diario de Pernambuco, o valor doado foi de 33 mil e 500 reais.[46] Após essa ação, usuários do Twitter criaram o meme "e cabe ao Felipe Neto".[47]

Outras ações

Em abril de 2012, participou da campanha de Oziel de Oliveira, que teve câncer na face e precisava de uma cirurgia para a reconstrução do rosto. Felipe Neto postou um vídeo em seu canal no YouTube pedindo para o público ajudar nas doações.[48] Em cerca de 38 horas foram arrecadados R$ 106.670,98 para a cirurgia.[49] Em abril de 2014, participou da campanha "Doe seu View", criada pela DM9Rio e ParaMaker, onde o dinheiro arrecado com as visualizações do vídeos do canal no YouTube foi doado para a instituição Obra do Berço, que cuida de crianças carentes.[50] Durante uma entrevista realizada no Agora É Tarde em setembro de 2014, aceitou o pedido de Rafinha Bastos para ajudar Pedro Henrique Magalhães da Rocha, que pedia doações para tratar mielomeningocele.[51]

Em 2017, fez um pocket show para conseguir mais doações para a Campanha do Agasalho.[52] Para gravar um dos vídeos do canal no YouTube, Felipe Neto estava buscando canais aleatórios de stremears de videogames para doar mil reais e assim ver a reação deles ao vivo. Por coincidência, o primeiro selecionado foi o da youtuber Cami Pozzolini. Ainda na live, descobriu-se que ela estava com câncer. O vídeo foi transmitido em março de 2018.[53] Em fevereiro de 2019 anunciou o pagamento de todo o tratamento de câncer da youtuber.[54] Em dezembro de 2018, em parceria com a Rádio Tupi, Felipe Neto promoveu um jogo beneficente para arrecadar doações. Um jogo de futebol foi realizado no Estádio Olímpico Nilton Santos.[55] Em novembro de 2019, anunciou que irá pagar todos os custos do estudante e lutador de jiu-jitsu Christian Barbosa, de 17 anos. O adolescente vendia doces nas ruas de Petrópolis para arrecadar dinheiro para pagar a viagem até um torneio a ser realizado em janeiro de 2020, em Portugal, onde irá competir. Sobre a ação, Felipe Neto declarou que se identificou com quem quer estudar e trabalhar.[56]

Em novembro de 2019, anunciou que irá ajudar o projeto "Feliz Natal Brumadinho", organizado pela ONG "Na Ação". O projeto é focado na ajuda de crianças atingidas pelo Rompimento de barragem em Brumadinho.[57] Em dezembro de 2019, usou de sua influência social para pedir doações para a Campanha Natal sem Fome, lançada pelo Vasco e Chapecoense.[58] Em fevereiro de 2020, disse que iria ajudar o estudante Wendel Vieira Teles dos Santos, de 12 anos, que tinha criado uma vaquinha para cobrir os custos de viagem para participar do Youth America Grand Prix (YAGP).[59] Em março de 2020, Felipe Neto anunciou que caso o ganhe o processo judicial contra o deputado Carlos Jordy, irá destinar a indenização ao Instituto Marielle Franco.[60]

Empresas

Paramaker Network

Em 2011, Felipe Neto fundou a "Paramaker Network", a primeira empresa de network dentro do YouTube brasileiro, visando a profissionalização do ramo. Em dezembro de 2012, ele fechou uma parceria com a Maker Studios dos Estados Unidos.

Em outubro de 2015, Felipe vendeu o controle da "Paramaker Network" para a empresa de mídia Francesa Webedia, e o atual CEO da empresa é o franco-argentino Luther Peczan. A Webedia é detentora dos sites AdoroCinema, IGN, TudoGostoso, PurePeople e PureBreak e edita vários sites de marcas como o Beleza Extraordinária para a empresa L'Oréal. Assim, Felipe Neto passou a ser responsável pelo núcleo criativo da empresa.[61]

Take 4 Content

Em 2017, Felipe Neto inaugurou a Take 4 Content. Ao lado de João Pedro Paes Leme, jornalista e ex-diretor executivo da Rede Globo, de seu irmão Luccas Neto e Cassiano Scarambone, ele integrava o time de sócios da empresa especializada em curadoria de conteúdo digital.

Permaneceram em atividade por durante 2 anos, quando Felipe e João Pedro junto com Luccas decidiram deixar a Take 4 Content.[62]

Play9

Com a saída da Take 4 Content em agosto de 2019, Felipe e João Pedro criaram a Play9 uma empresa que faz parte de um grande hub de inteligência para levar soluções digitais integradas aos clientes, sejam eles marcas pessoais ou empresas, por conta da saída de Felipe e Luccas, o canal "Irmãos Neto" muda de nome, denominado hoje como "Canal IN".[62]

Vida pessoal

Em 2010, após ter crises de ansiedade, Felipe Neto descobriu que teve depressão.[63] Ele decidiu revelar isso ao público para alertar os jovens sobre o perigo do suicídio,[64] que foi levantado em meio ao debate na mídia envolvendo a Baleia Azul e a série da Netflix, 13 Reasons Why.[65] No início de 2017, começou um relacionamento com a hoje também youtuber Bruna Gomes. Os dois passaram a morar juntos a partir daquele ano.[66]

Ao longo de cinco anos morou em um apartamento no bairro do Flamengo, Zona Sul do Rio de Janeiro.[10] Felipe Neto é autodidata e muito interessado por livros.[10] Ao lado do irmão Luccas Neto, decidiu patrocinar o Botafogo, time para o qual torce.[67] Em 2019 tornou-se vegetariano. Após essa decisão, decidiu fechar sua rede de fast-food que vendia coxinhas e encerrou a parceria comercial com a Subway.[68] Ao ser questionado por Paola Carosella no Twitter sobre as demissões que o fechamento da rede de fast-food vai gerar, Felipe Neto disse que vai abrir outro negócio.[69]

Filmografia

Internet
Período Título Personagem Nota(s) Ref.
2010–presente Felipe Neto Ele mesmo Canal oficial no YouTube
2010 Fala a Verdade 3 vídeos; protótipo do Não Faz Sentido
2010–2014 Não Faz Sentido! Primeiro trabalho notável
2011–2014 Parafernalha Vários/participações Produtora de vídeos para a internet
2012–2015 TGS Brasil Ele mesmo/participações Canal no YouTube de jogos
2013 A Toca Ele mesmo Websérie exclusiva para a Netflix
2015 YouTube FanFest Brasil Evento exclusivo para o YouTube
2015–2016 Bastidores: MVNFS Bastidores da peça de teatro "Minha Vida Não Faz Sentido"
2016 #LasVegasREAL Websérie-reality do Grupo It Brazil
Não Faz Sentido! Retorno do quadro
Parafernalha Vários/participações Produtora de vídeos para a internet
Animaneto Ele mesmo (voz) Vídeos em animação
A Origem Ele mesmo Quadro de entrevistas
Prêmio Multishow 2016 Apresentador via internet
2017 #MIAMIREAL Websérie-reality do Grupo It Brazil
Minha Vida Não Faz Sentido Peça de teatro lançada na Netflix [70][71]
2017–2019 Canal IN Canal no YouTube em parceria com seu irmão, Luccas Neto
2018–2019 The Final Level Show Apresentador
Televisão
Período Título Personagem Nota(s) Ref.
2010
Furo MTV Ele mesmo Especial para o "VMB 2010"
Será Que Faz Sentido?
2011
Na Fama e Na Lama Participação especial [72]
Esporte Espetacular Repórter
20112012
Até que Faz Sentido Apresentador
Sem Noção Vários personagens Ator e apresentador
2015 Fantástico Ele mesmo Dicas sobre redes sociais
2016 TVZ Apresentador convidado
Cinema
Lançamento Título Personagem Ref.
2012 Totalmente Inocentes Apresentador de videocast [73]
2018 Tudo por um Popstar Billy Bold [74]
Campanhas publicitárias
Lançamento Produto Nota(s) Ref.
2010 Wise Up Teens "Comercial Decoreba"
2011 Wise Up "Comercial Crescimento" ao lado de Rodrigo Santoro, Fábio Porchat e Fiuk

Teatro

Ano Título Nota(s) Ref.
2003 Sonho de Uma Noite de Verão - -
2011 Avacalhados Participação especial -
2015–16 Minha Vida Não Faz Sentido Ele mesmo [75]
2017–18 Felipe Neto MegaFest -

Prêmios e indicações

Ano Prêmio Categoria Resultado Nota(s) Ref.
2010 Video Music Brasil Web Star Venceu [76]
4º Prêmio Tudo de Bom! Personalidade do ano Indicado [77]
2011 Os Melhores da Websfera Vem, Gente! Venceu [78]
Os Melhores da Websfera Vlogueiro do ano! Venceu
Prêmio Jovem Brasileiro Revelação do ano na Internet Venceu
2012 Os Melhores da Websfera Agitador do ano! Venceu
2017 Meus Prêmios Nick Melhor Youtuber Masculino Venceu
2018 MTV Millennial Awards Brasil Ícone MIAW Venceu
YouTuber do Ano Venceu
Paródia do Ano Venceu
Super Squad Indicado
2019 Meus Prêmios Nick Canal de YouTube Favorito Indicado
GQ Men of the Year (Homem do ano) Venceu [47]
Prêmio da IstoÉ Melhores do ano Venceu [nota 2] [79]
Medalha da Câmara dos deputados do Brasil Venceu [41]
2020 Prêmio iBest Personalidades Venceu [80]
Youtuber do Ano Venceu
Conteúdo de Games Venceu

Livros

  • NETO, Felipe (2013). Não Faz Sentido!: Por Trás da Câmera. História do programa Não Faz Sentido!. Brasil: Editora Leya. 272 páginas 
  • NETO, Felipe (2018). A Trajetória de um dos Maiores Youtubers do Brasil. Brasil: Editora Coquetel Passatempos. 64 páginas 
  • NETO, Felipe (2018). A Vida Por Trás das Câmeras. Biografia. Brasil: Editora Pixel (Nova Fronteira). 64 páginas 
  • NETO, Felipe (2019). O Mundo Segundo Felipe Neto: Verdades Hilárias da Vida. Brasil: Editora Pixel. 128 páginas 
  • NETO, Felipe (2019). Felipe Neto: Acredite Se Puder. Brasil: Editora Pixel. 56 páginas 

Livros sobre Felipe Neto

  • VILICIC, Filipe (2019). O clube dos youtubers: Como ícones rebeldes construíram o maior fenômeno da internet e se tornaram os principais influenciadores da juventude brasileira. Brasil: Gutenberg Editora. 240 páginas [81]

Controvérsias

Processos judiciais

No final de 2017, Felipe processou o youtuber Rogério Betin, conhecido por denunciar fraudes em seu canal, exigindo uma indenização de 37 mil reais após Rogério revelar supostas irregularidades em promoções e campanhas realizadas por Felipe. O processo teve a primeira audiência de conciliação no dia 23 de novembro, mas apenas Rogério compareceu.[82]

Em dezembro de 2019, Felipe Neto Rodrigues Vieira tornou-se réu num processo por difamação e injúria movido por Luis Fernando de Moura Cagnin (Nando Moura). Processo público 1003157-32.2019.8.26.0152 - Procedimento do Juizado Especial Cível.[83] Felipe foi condenado em primeira instância e está recorrendo da decisão.

Em 17 de junho de 2020, Felipe Neto foi condenado a indenizar o presidente da Funai: Marcelo Augusto Xavier Silva, por postagem em rede social. Para a juíza do 3° Juizado Especial Cível de Brasília, o réu "ultrapassou o amplo direito de expressão". Ele foi condenado em primeira instância a pagar 8 mil reais a título de danos morais. Em sua defesa, o youtuber alegou, nos autos, que exerceu o direito constitucionalmente garantido de se expressar livremente sobre as notícias em divulgação.[84] Felipe recorreu da decisão.[85]

Em março de 2021, Felipe foi intimado a responder por crime contra a segurança nacional por chamar ao presidente de genocida.[86] O filho do presidente, vereador Carlos Bolsonaro, apresentou denúncia contra o Youtuber e a atriz Bruna Marquezine.[87]

Alvo de acusações falsas e ameaças

Em dezembro de 2019, Felipe Neto revelou ao jornal Extra que cogitou a possibilidade de deixar o Brasil, devido a ameaças de morte que recebeu através de carta anônima e e-mail, após seu posicionamento na Bienal do Rio de Janeiro. Após as ameaças, enviou a mãe para morar fora do Brasil.[88]

Em junho de 2020, uma postagem com apologia à pedofilia, falsamente atribuída ao youtuber por meio de montagens, circulou nas redes sociais.[89]

No mês seguinte, foi novamente alvo de acusações falsas e ameaças.[90] Após gravar um vídeo que foi publicado pelo jornal New York Times apontando o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, como o chefe de estado com a pior atuação no combate à pandemia de COVID-19[91], outras montagens contendo postagens forjadas de apologia à pedofilia como se fossem de sua autoria foram divulgadas em redes sociais[92][93], chegando a ter dezenas de milhares de compartilhamentos.[94]

A ação difamatória gerou repercussão na mídia e Felipe Neto foi defendido por entidades civis, tais como a Ordem dos Advogados do Brasil, o Centro Acadêmico XI de Agosto e a Associação Juristas pela Democracia[95], além de artistas e políticos.[96]

Polêmicas e embates

Em 2020, Leo Dias acusou Felipe Neto de destruir a carreira do cantor Biel.[97] Em 2016, Felipe gravou um Não Faz Sentido sobre o então MC Biel. Neto criticou suas letras e sua relação com as mulheres, afirmando que o cantor estava as assediando.[98] Meses após, gravou outro vídeo criticando tweets antigos de Biel, desta vez frases racistas e sexistas, tweets antes da fama quando Biel era um adolescente de aproximadamente doze anos.[99]

Ao comentar o BBB20 no Twitter, Felipe Neto passou a criticar Pyong Lee. Segundo especulações de Lee, tal fato se deva a um vídeo que ele gravou chamado "Felipe Neto é o pior pesadelo dos pais", onde mandou diversas indiretas ao irmão de Luccas Neto, e a piada feita pelo hipnólogo em um de seus vídeos: "Hoje o dia está tão chato que vou chamar de Felipe Neto".[100]

Em dezembro de 2020, ao ser flagrado fora da quarentena, jogando futebol durante a pandemia de COVID-19, Felipe Neto foi alvo de críticas. Anteriormente, Felipe havia criticado uma festa realizada por Carlinhos Maia. O próprio Carlinhos Maia e Pyong Lee, que foram criticados por Felipe Neto, o chamaram de hipócrita.[101][102] O apresentador Tiago Leifert criticou o Instagram por ter banido de sua plataforma o vídeo que mostra Felipe Neto jogando.[103][104] Em resposta, Felipe Neto disse que errou, foi um mal exemplo e que é seletivo ao criticar as pessoas.[105] Segundo o jornalista Rica Perrone, amigo do responsável por vazar o vídeo, Felipe Neto mentiu no pedido de desculpas e que ele saiu da quarentena mais de uma vez.[106] Rica Perrone também disse que Felipe Neto vive numa "bolha", por frequentemente criticar as pessoas só pelas redes sociais.[107]

Banimento do chess.com

Em fevereiro de 2021, Felipe postou em seu twitter um match de xadrez contra um turco, afirmando estar orgulhoso por tê-lo derrotado em apenas dois minutos.[108] A divulgação do match Neto vs. Atibaa atraiu diversos jogadores para a sua conta com quarenta vitórias seguidas, média de precisão de 98/99%, contra adversários de sua faixa de rating, algo jamais feito na história do xadrez, nem pelos mais fortes GMs do mundo. A conta chamou a atenção de enxadristas profissionais e amadores, e os administradores do chess.com (maior site de xadrez do mundo), após analises, baniram Felipe Neto.[109] Embora não tenham manifestado o motivo do banimento, o próprio Felipe assumiu, pelo twitter, que usou engine.[110] Cinco dias antes de sua sequência perfeita de jogos, a precisão de jogo de Felipe era em média de 10%, variando para mais ou bastante para menos, chegando a perder com xeque-mate até em quatro lances. Após algumas horas a frase "Closed: Fair Play. This account has been closed for violation the Play Policy". foi retirada da conta ouro de Felipe[111], aparecendo somente a frase: "Conta encerrada". No dia posterior ao banimento, o Mestre Internacional de Xadrez Roberto Molina,[112] contratado pelo chess.com, analisou o caso apontando os motivos que levavam a conclusão do uso de engine.

Notas

  1. A indicação da medalha foi feita pelo deputado federal Mário Heringer (PDT-MG). Em trecho da obtida pelo Emais, consta como justificativa "ação de coragem e posição de liderança (...) Seu imediato censo de justiça lhe fez agir em prol da democracia, do direito de ter direitos. Colocou-se na mira de preconceituosos irracionais, ditos nacionalistas e defensores do bom costume – que só sabem espalhar o medo e o ódio. Entretanto, não o fez parar a luta pelo bem maior: a garantia de dias melhores e mais justos a todos".[42]
  2. Felipe Neto recusou receber o prêmio por constar na lista o nome de Deltan Dallagnol e João Dória dizendo: "Eu seria um dos premiados. Resolvi recusar quando pedi a lista de vencedores. Todo amor a Luan, Marina, Jô e Paola, acho que nem sabiam. Não dá mais pra bater palma pra falta de representatividade do que é o Brasil de fato. E me recuso a compactuar com quem premia Deltan e Doria (…) Espero que a IstoÉ use esse erro colossal para melhorar e evoluir. Todos nós cometemos erros, o importante é reconhecer e assumir o compromisso de aprender com eles. Todo o trabalho da revista não será cancelado por isso, mas é preciso refletir bastante."[79]

Referências

  1. Felipe Neto: você sabe qual é a mentira?
  2. Felipe Neto (26 de julho de 2016). FELIPE NETO É ATEU? [+13] (vídeo). Brasil. Consultado em 9 de fevereiro de 2020 
  3. «Felipe Neto - ContadordeInscritos.xyz». Consultado em 17 de fevereiro de 2019 
  4. Fábio Cherubini (31 de agosto de 2013). «O Ano do Felipe Neto». Gazeta do Povo 
  5. a b Thiago Barros (3 de agosto de 2012). «'Não Faz Sentido' é o primeiro canal BR a ter 1 milhão de inscritos no YouTube». TechTudo 
  6. «Youtube anuncia que canal de Felipe Neto foi o segundo mais do mundo em 2019». A Tribuna. 6 de dezembro de 2019. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  7. «Whindersson Nunes é considerado o maior influenciador digital do Brasil; veja lista». Jornal Correio. Rede Bahia. Consultado em 7 de janeiro de 2020 
  8. «Revista 'Time' inclui Bolsonaro e Felipe Neto na lista de 100 mais influentes do mundo em 2020». G1. 24 de setembro de 2020. Consultado em 24 de setembro de 2020 
  9. Informações da network Paramaker no YouTube Visitado em 27/08/2015
  10. a b c Cris Veronez (9 de setembro de 2017). «Felipe Neto diz viver bem com a depressão e ao voltar como youtuber teve medo do fracasso». Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  11. «Memes portugueses são surreais». YouTube. 9 de novembro de 2016. Vídeo aos 50 
  12. a b Leonardo Cazes (18 de junho de 2010). «Em três meses, Felipe Neto se torna sensação na internet com humor sarcástico e provocativo». globo.com 
  13. «Biografia de Felipe Neto: Por que ele não aceita?». OsPaparazzi. Consultado em 15 de março de 2021 
  14. «twitter.com/felipeneto/status/1370977260140957697». Twitter. Consultado em 15 de março de 2021 
  15. Regina Rito (1 de fevereiro de 2011). «Após troca de farpas, Fiuk e Felipe Neto gravam comercial». Terra 
  16. Da Redação (1 de fevereiro de 2011). «Rivais: Fiuk e Felipe Neto participam da mesma campanha publicitária». Contigo! 
  17. Portal GCN (25 de Novembro de 2010). «Felipe Neto estreia programa no Multishow em dezembro» (em português). Consultado em 13 de dezembro de 2010 
  18. «Fenômeno na internet, Felipe Neto estreia quadro no 'EE' neste domingo». globoesporte.com. 20 de maio de 2011 
  19. Raphael Andriolo (22 de maio de 2011). «Internauta escolherá nome do quadro humorístico de Felipe Neto no EE». globoesporte.com 
  20. Da Redação (6 de Julho de 2011). «Vlogueiro Felipe Neto estreia programa no Multishow». UOL 
  21. Liv Brandão (4 de agosto de 2013). «Felipe Neto pilota a primeira produção da Netflix no Brasil». O Globo 
  22. Nelson de Sá (9 de agosto de 2013). «Netflix estreia nesta sexta-feira primeira série brasileira». Folha de S.Paulo 
  23. «Felipe Neto fará curso para executivos em Harvard». O Globo. Rede Globo. 12 de março de 2014. Consultado em 17 de novembro de 2019 
  24. «Felipe Neto - Minha Vida não faz Sentido». Adriano Freitas. Consultado em 17 de novembro de 2019 
  25. «Saiba tudo que rolou no #MiamiREAL <3». It Brazil (Blog). Consultado em 17 de novembro de 2019 
  26. a b c d e f Morris Kachani (4 de outubro de 2019). «Todos os algoritmos levam a Felipe Neto». O Estado de S.Paulo. Grupo Estado. Consultado em 17 de novembro de 2019 
  27. MARINA COHEN (20 de agosto de 2017). «Felipe Neto mostra sua nova mansão na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro». O Globo 
  28. «Irmãos Neto - ContadordeInscritos.xyz». Consultado em 17 de fevereiro de 2019 
  29. MARINA COHEN (20 de agosto de 2017). «Felipe Neto e seu irmão, Luccas Neto batem juntos recorde no YouTube». O Globo 
  30. «Luccas e Felipe Neto abrem quiosque de coxinhas». Veja Rio. Consultado em 29 de setembro de 2021 
  31. «Final Level é o terceiro canal do mundo em número de inscritos em 24 horas». O Dia. IG. 20 de agosto de 2019. Consultado em 10 de outubro de 2019 
  32. «Com Felipe Neto, YouTube fará live de 5h durante a Black Friday». Metro Jornal. 24 de novembro de 2019. Consultado em 24 de novembro de 2019 
  33. «Felipe Neto fará live de cinco horas com shows ao vivo em dez canais do YouTube para Black Friday». Folha de S.Paulo. 28 de novembro de 2019. Consultado em 28 de novembro de 2019 
  34. «Felipe Neto diz que recusou convite para participar de 'A Fazenda 11'». Diário de Pernambuco. 26 de novembro de 2019. Consultado em 4 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2020 
  35. «Netflix coloca Felipe Neto em Sex Education e resultado é hilário; veja!». Observatório do Cinema. Grupo Observatório. Consultado em 31 de março de 2020. Cópia arquivada em 31 de março de 2020 
  36. Bernardo Gentile (30 de março de 2020). «Felipe Neto aproveita reclusão e cria 'núcleo Botafogo' em jogo da internet». UOL Esporte. Consultado em 31 de março de 2020. Cópia arquivada em 31 de março de 2020 
  37. «Felipe Neto cria campanha beneficente com ajuda de fãs». Toda Teen. Consultado em 16 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2019 
  38. «Bienal do Livro do Rio de Janeiro». O Globo. Rede Globo. Consultado em 16 de novembro de 2019 
  39. «Paulo Coelho defende Felipe Neto e oferece asilo político». Terra. Uol. Consultado em 16 de novembro de 2019 
  40. Renato Souza (23 de setembro de 2019). «Nunca irão me parar, diz youtuber Felipe Neto sobre ameaças». Correio Braziliense. Consultado em 4 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2020 
  41. a b Gilmar Mendes, Glenn Greenwald e Felipe Neto ganham homenagem na Câmara
  42. Ludimila Honorato (20 de setembro de 2019). «Felipe Neto é indicado para receber medalha de mérito da Câmara dos Deputados». Emais. O Estado de S. Paull. Consultado em 19 de abril de 2020. Cópia arquivada em 19 de abril de 2020 
  43. Isabella Cavalcante (19 de novembro de 2019). «Silvio Santos do Twitter? Felipe Neto dá R$ 500 a usuários». Metrópoles. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  44. Ingrid Soares (19 de novembro de 2019). «Felipe Neto alcança 35 milhões de seguidores e distribui dinheiro». Correio Braziliense. Consultado em 19 de novembro de 2019 
  45. «Quem quer dinheiro? Felipe Neto doa R$33 mil a seguidores no Twitter». Jornal do Commercio. 20 de novembro de 2019. Consultado em 20 de novembro de 2019 
  46. «Em ação comemorativa, youtuber Felipe Neto doa mais de R 33 mil». Diário de Pernambuco. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  47. a b Militou todo! Felipe Neto recebe prêmio de “Homem do Ano” (2 de dezembro de 2019). «Militou todo! Felipe Neto recebe prêmio de "Homem do Ano"». Toda Teen. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  48. Felipe Neto. AJUDE OZIEL [+13] (vídeo). Brasil. Consultado em 6 de fevereiro de 2020 
  49. Fernanda Bassette (5 de abril de 2012). «Jovem arrecada dinheiro na web para cirurgia na face». Exame. Grupo Abril. Consultado em 6 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2020 
  50. Campanha propõe doação de views
  51. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome 2014-09-20
  52. Felipe Neto fará pocket show em escola que mais arrecadar agasalhos
  53. «Com trollagem "falha", Felipe Neto cria efeito dominó pró-streamer». Junta7. 26 de março de 2018. Consultado em 17 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2019 
  54. Saullo Brenner (5 de fevereiro de 2019). «A youtuber Cami Pozzolini». Metropoles. Consultado em 16 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2019 
  55. Patrocinador do Botafogo, Felipe Neto faz jogo beneficente no Nilton Santos
  56. João Batista Jr. (1 de novembro de 2019). «A nova boa ação de Felipe Neto». Veja. Grupo Abril. Consultado em 16 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2019 
  57. Guilherme Piu (17 de novembro de 2019). «ONG cria projeto de Natal para crianças de Brumadinho e ganha apoio do 'mundo do futebol'». Hoje Em Dia. Consultado em 26 de novembro de 2019 
  58. «Campanha Natal sem Fome é lançada no jogo entre Vasco e Chapecoense». ISTOÉ. 8 de dezembro de 2019. Consultado em 30 de dezembro de 2020 
  59. Gilberto Amendola (6 de fevereiro de 2020). «Em 2 dias, vaquinha virtual para levar bailarino para NY sai de R$ 1 mil para mais de R$ 30 mil». Estadão. Grupo Estado. Consultado em 24 de março de 2020. Cópia arquivada em 24 de março de 2020 
  60. «Deputado que relacionou Felipe Neto a massacre de Suzano é condenado a pagar R$ 35 mil». Folha de S.Paulo. 19 de março de 2020. Consultado em 28 de março de 2020. Cópia arquivada em 28 de março de 2020 
  61. MARINA COHEN (15 de outubro de 2015). «Felipe Neto vendo controle de sua network e fica com o núcleo criativo». O Globo 
  62. a b «Felipe Neto e Paes Leme criam empresa de conteúdo digital». Meio e Mensagem. 12 de agosto de 2019. Consultado em 16 de novembro de 2019 
  63. Camilla Costa e Renata Mendonça (20 de abril de 2017). «Baleia Azul 'é só o gatilho': o apelo viral de Felipe Neto sobre as reais causas do suicídio». BBC. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  64. «Diagnosticado com depressão, youtuber Felipe Neto faz alerta sobre suicídio». Correio Braziliense. 18 de abril de 2017. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  65. «Diagnosticado com depressão, youtuber Felipe Neto faz alerta sobre suicídio, Baleia Azul e 13 Reasons Why». Diário de Pernambuco. 17 de abril de 2017. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  66. «Namorada de Felipe Neto, Bruna Gomes, conta que precisou de terapia depois que virou youtuber». Extra. Rede Globo. Consultado em 3 de dezembro de 2019 
  67. Luzi Gistavo Pacete (28 de novembro de 2017). «O que o Botafogo ganha com Felipe Neto (e vice-versa)». Meio & Mensagem. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  68. «Como a dieta sem carne de Felipe Neto afetará seus negócios». Meio E Mensagem. 30 de agosto de 2019. Consultado em 18 de novembro de 2019 
  69. «Paola Carosella pede que Felipe Neto não feche rede de coxinhas: 'bons empregos'». E+. Estadão. 29 de agosto de 2019. Consultado em 24 de março de 2020. Cópia arquivada em 24 de março de 2020 
  70. «Felipe Neto lançará sua peça no Netflix». VejaAbril. 27 de agosto de 2016 
  71. «Netflix gravará e disponibilizará a peça de teatro "Minha Vida Não Faz Sentido"». O Globo. 27 de agosto de 2016 
  72. «Relações cibernéticas». multishow.com 
  73. «Totalmente Inocente». Adoro Cinema. adorocinema.com 
  74. «Felipe Neto no filme "Tudo Por Um Pop Star"». adorocinema.com 
  75. «Felipe Neto com novo projeto "Minha Vida Não Faz Sentido"». Consultado em 17 de julho de 2015. Arquivado do original (shtml) em 16 de julho de 2015 
  76. «VMB 2010: Felipe Neto leva o prêmio de webstar». Contigo!. Consultado em 18 de agosto de 2011. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2011 
  77. O DIA ONLINE - DIVERSÃO & TV (30 de Agosto de 2010). «Prêmio TDB 2010 - Conheça a atuação dos 10 finalistas da categoria Personalidade» (em português). Consultado em 13 de Dezembro de 2010 [ligação inativa]
  78. WebSfera (1 de maio de 2011). «Rio-grandinos são destaque em prêmio de internet». Jornal Agora. Consultado em 18 de agosto de 2011. Arquivado do original em 5 de maio de 2015 
  79. a b «Felipe Neto diz que recusou prêmio da IstoÉ ao ver nomes de Doria e Deltan». TV e Famosos. Uol. 30 de novembro de 2019. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  80. «Felipe Neto – Youtuber». Consultado em 20 de agosto de 2021 
  81. VILICIC, Filipe (2019); O Clube dos YouTubers’ retrata a elite dos astros digitais, 2019. [1]
  82. «Felipe Neto processa youtuber que o acusou de fraude». R7.com. 30 de novembro de 2017. Consultado em 5 de janeiro de 2021 
  83. «Catraca Livre Portal e Comunicaçao LTDA x Luis Fernando de Moura Cagnin (Felipe Neto Rodrigues Vieira e Luis Gustavo de Moura Cagnin)». JusBrasil. 5 de agosto de 2020. Consultado em 5 de agosto de 2020 
  84. «Justiça do DF condena youtuber Felipe Neto a indenizar presidente da Funai, Ele foi condenado a pagar R$ 8 mil a título de danos morais e terá que retirar as publicações do Twitter no prazo de 10 dias». JusBrasil. 5 de agosto de 2020. Consultado em 5 de agosto de 2020 
  85. «Processo nº 0747059-59.2019.8.07.0016 Marcelo Augusto Xavier da Silva x Felipe Neto Rodrigues Vieira». JusBrasil. 5 de agosto de 2020. Consultado em 5 de agosto de 2020 
  86. «Felipe Neto é intimado a depor após chamar Bolsonaro de "genocida"». Metrópoles. 15 de março de 2021. Consultado em 15 de março de 2021 
  87. «Carlos Bolsonaro processa Felipe Neto e Bruna Marquezine por calúnia». Metrópoles. 12 de março de 2021. Consultado em 15 de março de 2021 
  88. Carol Marques (2 de dezembro de 2019). «Após ameaças, Felipe Neto pensou em deixar o país: 'Mas não vou fugir'». Extra. Rede Globo. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  89. «É #FAKE tuíte atribuído a Felipe Neto com conteúdo pedófilo». G1. 15 de junho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  90. «Felipe Neto é vítima de acusações falsas e ameaças nas redes sociais após fazer críticas a Bolsonaro». G1. 30 de julho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  91. «Vídeo de Felipe Neto com críticas a Bolsonaro é publicado pelo 'New York Times'». G1. 15 de julho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  92. «É #FAKE que Felipe Neto fez post pedófilo no Twitter associando crianças a doces». G1. 28 de julho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  93. «É #FAKE que Felipe Neto atue para criar conceito de 'idade fluída' com aval do STF e justificar pedofilia». G1. 31 de julho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  94. «A nova campanha de difamação contra o youtuber Felipe Neto». Nexo. 28 de julho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  95. «OAB e 36 entidades assinam manifesto em defesa do youtuber Felipe Neto». A Tarde. 29 de julho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  96. «Felipe Neto é alvo de ataques nas redes; artistas e políticos saem em defesa do youtuber». Folha de S.Paulo. 27 de julho de 2020. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  97. «Felipe Neto, o ombudsman do Brasil.». UOL. 5 de agosto de 2020. Consultado em 5 de agosto de 2020 
  98. «Não Faz Sentido Biel.». YouTube. 5 de agosto de 2020. Consultado em 5 de agosto de 2020 
  99. «As twittadas do Biel.». YouTube. 5 de agosto de 2020. Consultado em 5 de agosto de 2020 
  100. «Ex-BBB20, Pyong especula motivo para ser tão odiado por Felipe Neto.». UOL. 5 de agosto de 2020. Consultado em 5 de agosto de 2020 
  101. Leo Diaw (29 de dezembro de 2020). «Carlinhos Maia sobre futebol de Felipe Neto: "Pego na própria hipocrisia"». Metrópoles. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  102. «Pyong Lee ataca Felipe Neto: "Maior hipócrita de todos os tempos"». TV e Famosos (em inglês). UOL. 29 de dezembro de 2020. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  103. «Tiago Leifert critica Instagram por tirar vídeo de Felipe Neto furando quarenta». O Tempo. 29 de dezembro de 2020. Consultado em 29 de dezembro de 2020 
  104. «Tiago Leifert pede liberação de vídeo que expõe Felipe Neto: 'Extremamente perigoso'». O Dia. 30 de dezembro de 2020. Consultado em 30 de dezembro de 2020 
  105. «Após vídeo jogando futebol com amigos, Felipe Neto responde: 'Errei'». UOL. 29 de dezembro de 2020 
  106. Naian Lucas e Fabrício Falcheti (29 de dezembro de 2020). «Rica Perrone diz que Felipe Neto mentiu: "Várias vezes furou sua quarentena"». Na Telinha 
  107. Leo Dias (30 de dezembro de 2020). «Após futebol, Rica Perrone critica Felipe Neto: "Você é um chassi de grilo"». Consultado em 30 de dezembro de 2020 
  108. Felipe Neto é criticado por manobra ilegal em jogo de xadrez e se justifica, OUL. 2020. [2]
  109. Felipe Neto trapaceia no xadrez, é banido de site e vira assunto no Twitter, 2020. [3]
  110. Felipe Neto é banido de plataforma de xadrez e diz que usou “técnica ilegal”, Diário do Centro do Mundo, 2020. [4]
  111. Felipe Neto é banido do maior site de Xadrez do mundo por trapacear, 2020. [5]
  112. Felipe Neto é banido de plataforma de xadrez após trapacear no jogo, 2020. MI MOLINA, R.J.B.; Explicando o caso do Felipe Neto no xadrez - na visão de um especialista.[6]

Ligações externas

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikilivros Livros e manuais no Wikilivros
Commons Categoria no Commons
Wikinotícias Notícias no Wikinotícias
Wikinotícias Categoria no Wikinotícias

Felipe Neto (em inglês) no IMDb