Furo MTV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Furo MTV
O logotipo usado na última temporada do programa, exibida em 2013.
Informação geral
Formato Telejornal
Gênero
Duração 15-30 minutos
Estado Encerrado
Criador(es)
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es)
  • Flávia Boggio (2009)
  • Rafael Blecher (2009-2010)
  • Nicolas Vargas (2011)
  • Gustavo Martins (2011)
  • Marcelo Botta (2012)
  • Gabriel Giacomo (2013)
Distribuída por Abril Radiodifusão
Roteirista(s)
  • Álvaro Campos (2009)
  • Flávia Bogio (2009)
  • Bruno Motta (2010)
  • Rafael Blecher (2009-2010)
  • Nicolas Vargas (2010)
  • Gustavo Martins (2011)
  • Pedro HMC
  • Pedro Leite
  • Yuri Moraes (2013)
Apresentador(es)
Elenco
Tema de abertura "Mehn Maashyn: The Man Machine Bollywood Version"[2] (2011-2012)
Exibição
Emissora de televisão original MTV Brasil
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Formato de áudio Estéreo
Transmissão original 2 de março de 2009 (2009-03-02) – 26 de setembro de 2013 (2013-09-26)
N.º de temporadas 5
N.º de episódios 700+
Cronologia
Programas relacionados

Furo MTV é um telejornal satírico brasileiro que foi produzido e originalmente transmitido pela MTV Brasil entre 2 de março de 2009 e 26 de setembro de 2013.[3][4][5] O programa foi criado pelo humorista Bruno Motta e foi originalmente apresentado pelos comediantes Dani Calabresa e Bento Ribeiro.[1][6][7] Com a saída de Dani Calabresa da MTV em 2012, ela acabou sendo substituída com a entrada de Bruno Sutter, Daniel Furlan e Paulinho Serra no elenco do programa.[8][9][10]

O jornal segue a linha dos fake news shows, usada no programa The Daily Show (Comedy Central) e no quadro Weekend Update do Saturday Night Live (NBC), que tem como objetivo mostrar os fatos do dia de uma maneira crítica, ácida, divertida e humorada.[11][12][13][14] Os comediantes também fazem piadas e imitações dos programas e artistas das outras emissoras e da própria MTV.[12][14]

História[editar | editar código-fonte]

O programa foi criado junto com vários outros programas da MTV em março de 2009, com duração inicial de 15 minutos.[3][4][15] No segundo ano do programa, passou a ter 30 minutos de duração com a apresentação de novos quadros.[16]

Em julho de 2011, o programa chegou em sua edição de número 500 e teve conteúdo especial.[17]

Temporada 2012[editar | editar código-fonte]

Na quarta temporada o programa tem como atração os novos repórteres Paulinho Serra e Tatá Wernerck, ganhando novo cenário, previsão do tempo e correspondentes internacionais.[18][19][20] Em entrevista ao jornal Super Notícia, o diretor Marcelo Botta disse: "Dani e Bento cada vez mais entrosados e engraçados são um dos motivos para ver o programa".[21]

É a última temporada em que Dani Calabresa apresenta o Furo MTV, sendo que a sua última gravação foi feita em 20 de dezembro de 2012.[9] No dia seguinte, Calabresa assinou contrato com a Band para fazer parte da equipe do programa humorístico Custe o Que Custar a partir de 2013.[10][22][23]

Temporada 2013[editar | editar código-fonte]

A MTV decidiu continuar com o programa no ar em 2013, mesmo com a saída de Dani Calabresa da emissora. O VJ Thunderbird foi cotado para substituir Calabresa, mas o novo contratado Daniel Furlan, ao lado de Paulinho Serra e Bruno Sutter, ficaram no seu lugar.[24][8][25] O programa voltará renovado, como disse o diretor de programação da MTV, Zico Goes: “é como se o Jornal Nacional virasse o Fantástico”.[26]

A nova temporada também contou com a presença de PC Siqueira elenco.[8][27] O Furo mudou de horário, e passou a ser apresentado ao vivo, de segunda à quarta, com um debate pré-gravado nas quintas.[8][28][29]

Fim do programa[editar | editar código-fonte]

Com a notícia de que a MTV Brasil seria descontinuada pelo Grupo Abril, a equipe de roteiristas do programa lançaram um canal no YouTube chamado "Amada Foca", com esquetes de humor no estilo do programa, postados nas segundas e quintas-feiras.[5][30] O primeiro vídeo do canal foi o clipe Jesus Humilha Satanás, paródia da música The Rhythm of the Night, no qual Paulinho Serra interpreta o Satanás e Bruno Sutter aparece no papel de Jesus Cristo.[31]

A última edição do programa foi exibida no dia 26 de setembro, data em que foi realizada a última transmissão ao vivo do canal.[5][32][33][34] O fim das transmissões da MTV em sinal aberto motivou o fim do programa, pois a nova MTV, sob o comando da Viacom International Media Networks The Americas, não aproveitou os funcionários do antigo canal comandado pela Abril. O canal "Amada Foca" criou uma versão do programa adaptada para a internet depois de seu término.[35][36] Com a consolidação do canal na internet, o programa, chamado Foca News, ganhou uma versão para a televisão no canal pago FX.[37]

Edições especiais[editar | editar código-fonte]

Furo 500[editar | editar código-fonte]

No dia 19 de julho de 2011, o Furo MTV completou 500 programas inéditos, e para comemorar a data, foi exibido o "Furo Repórter", um documentário narrado pelo humorista Guilherme Santana imitando Sérgio Chapelin, que mostrava como Dani e Bento se conheceram.[17] Foi revelado também os bastidores do programa, com depoimentos dos roteiristas e do diretor, além da rotina dos dois apresentadores.

O clima de comemoração continuou ao longo da semana. No dia 20, o programa foi apresentado de trás para frente, com inversão na ordem dos quadros do programa e trechos filmados e posteriormente exibidos ao contrário. Já no dia 21, houve o "Furo Awards", a entrega de prêmios da audiência com direito a atrações musicais do cantor Vinny.[38]

Furo MTV em Londres[editar | editar código-fonte]

Na edição de 2012 das Olimpíadas, Dani Calabresa e Bento Ribeiro viajaram para apresentar o programa direto de Londres, com a participação especial de Marcelo Adnet.[39] Com a viagem dos apresentadores titulares, o programa passou a ser apresentado temporariamente por convidados, como Nany People, Bruno Motta, Titi Müller, Tavares, Supla, João Suplicy, Deco e Lucas (MTV Sports).[40]

Referências

  1. a b Flávio Ricco; José Carlos Nery (23 de outubro de 2013). «Globo contrata pessoal da nova geração do humor». Coluna do Flávio Ricco. UOL. Consultado em 17 de julho de 2016. 
  2. «Furo». Carlos Bêla. Consultado em 17 de julho de 2016. 
  3. a b «Em 2009, a MTV traz novidades para você que gosta de música e humor». Portal MTV. UOL. 20 de fevereiro de 2009. Arquivado desde o original em 20 de junho de 2013. Consultado em 8 de setembro de 2011. 
  4. a b Agência Estado (27 de maio de 2009). «Emissora aposta no humor adulto no jornal "Furo MTV"». Gazeta do Povo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  5. a b c Alberto Pereira Jr. (11 de julho de 2013). «Conteúdo brasileiro na TV paga dobra em 2012». Outro Canal. Folha de S. Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  6. «Boas risadas com Bruno Motta». Diário Popular. 8 de novembro de 2013. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  7. Nathalia Ilovatte; Renan Silva (12 de julho de 2011). «Furo MTV como você nunca viu». iG Jovem. iG. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  8. a b c d Keila Jimenez (20 de fevereiro de 2013). «MTV já tem substitutos para Adnet e Calabresa». Outro Canal. Folha de S. Paulo. Consultado em 26 de fevereiro de 2013. 
  9. a b Rafael Cavalcanti (20 de dezembro de 2012). «Dani Calabresa grava seu último Furo MTV». R7. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  10. a b «Dani Calabresa assina com a Band». Band.com.br. UOL. 21 de dezembro de 2012. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  11. Cristina Padglione (17 de fevereiro de 2009). «Emetevê grava “Furo MTV”». O Estado de S. Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  12. a b Renato Terra (outubro de 2011). «Gargalhada, teu nome é mulher». Piauí. Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  13. Gabriel Margato Marques (5 de dezembro de 2014). «Desconstruindo o telejornal: Uma análise de discurso no programa Furo MTV». Ciências da Linguagem Jorwiki. USP. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  14. a b Furo MTV - Vitrine. TV Cultura. 18 de outubro de 2011. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  15. Bruno Motta (11 de novembro de 2009). «MTV investe no humor». Teleséries. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  16. «Acesso MTV e Furo MTV voltam a programação da emissora». Diário Popular. Consultado em 8 de setembro de 2011. 
  17. a b Maurício Stycer (19 de julho de 2011). «Furo MTV chega à 500ª edição com corpinho de 20ª». UOL. Consultado em 8 de setembro de 2011. 
  18. Daniel Castro; Vilson Malacrida (4 de fevereiro de 2012). «MTV estreia novo Furo; canais mostram Super Bowl com Madonna». R7. Arquivado desde o original em 8 de fevereiro de 2012. Consultado em 7 de fevereiro de 2012. 
  19. Vitor Moreno (6 de fevereiro de 2012). «Dani Calabresa diz que deixou barba crescer para a volta do "Furo MTV"». F5. Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  20. Vitor Moreno (2 de fevereiro de 2012). «"Furo MTV" terá correspondentes internacionais e previsão do tempo». F5. Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  21. «Bancada que é um sucesso». Super Notícia. 16 de fevereiro de 2012. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  22. «Dani Calabresa assina com a Band e estará no 'CQC' em 2013». Terra. 21 de dezembro de 2012. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  23. Fernando Oliveira (20 de dezembro de 2012). «Dani Calabresa assina com a Band e já pode ser considerada a mais nova integrante do CQC». Na TV. iG. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  24. «Dani Calabresa se emociona na última gravação na MTV e confirma ida para CQC». O Dia. iG. 21 de dezembro de 2012. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  25. Mauricio Stycer (4 de março de 2013). «“Furo MTV” renova o elenco e mantém a língua afiada». Blog do Mauricio Stycer. UOL. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  26. Chico Felitti (16 de fevereiro de 2013). «MTV terá volta de "Hermes e Renato" e "Furo" repaginado». Ilustrada. Folha de S. Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  27. «Helô terá novo amor na novela "Salve Jorge"». F5. Folha de S. Paulo. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  28. Daniel Castro (26 de fevereiro de 2013). «Telespectador vira apresentador em novo programa da MTV». Blog do Daniel Castro. R7. Arquivado desde o original em 26 de fevereiro de 2013. Consultado em 26 de fevereiro de 2013. 
  29. Marcio Maio. «Paulinho Serra revela que também foi sondado para deixar a MTV». O Fuxico. Terra Networks. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  30. «Canais de humor fazem sucesso no YouTube; confira alguns destaques». NaTelinha. UOL. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  31. «Jesus humilha Satanás». Jacaré Banguela. 6 de junho de 2013. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  32. «Nos últimos dias, MTV Brasil faz autodeboche e sofre com abandono». Notícias da TV. UOL. 22 de setembro de 2013. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  33. «MTV se despede com festa ao vivo». Segundo Caderno. Zero Hora. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  34. Daniel Furlan (26 de setembro de 2013). «Twitter / DanielSFurlan: Hoje o emocionante último ...». Twitter. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  35. «As promessas do humor na web». Megazine. O Globo. 7 de agosto de 2013. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  36. Luciano Guaraldo. «Paulinho Serra topa quase tudo por dinheiro». viva. Diário de S. Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  37. Cristina Padiglione (2 de julho de 2016). «Herdeiro da velha e boa MTV, 'Foca News' chega ao canal FX». O Estado de S. Paulo. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  38. «Furo MTV completa 500 programas inéditos». Adnews. 15 de julho de 2011. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  39. «Bento e Dani estreiam Furo MTV em Londres neste sábado». Portal MTV. UOL. 25 de julho de 2012. Arquivado desde o original em 1 de dezembro de 2012. Consultado em 28 de julho de 2012. 
  40. «"Furo MTV" será apresentado por convidados na próxima semana». NaTelinha. UOL. 21 de julho de 2012. Consultado em 18 de julho de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]