Diário Popular (Pelotas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página sobre jornalismo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura o jornal português, veja Diário Popular (Portugal).
Diário Popular
Sede do Diário Popular
Periodicidade Diário
Formato Tablóide
Sede Pelotas, RS
Fundação 27 de agosto de 1890

O Diário Popular é um jornal da cidade de Pelotas, RS. Foi fundado em 27 de agosto de 1890.

Iniciou com o coronel Pedro Osório, chefe do Partido Republicano Rio-grandense local. Teve ainda como colaborador, o coronel Massot e como primeiro diretor Theodosio Menezes.

Destoava um pouco da imprensa da época, pelo cunho mais ousado de suas chamadas e matérias, como a de 18 de outubro de 1936: “Censurada a imprensa de Pelotas”.

É o terceiro jornal mais antigo do Rio Grande do Sul. Possui formato tabloide, com circulação diária em Pelotas e cidades da região.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.