Diário da Manhã (Pelotas)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diário da Manhã (Pelotas)
Diário da Manhã
Periodicidade Diário
Formato Tabloide
Sede Pelotas, RS
Fundação 24 de junho de 1979
Presidente Hélio Freitag
Diretor Hélio Freitag Jr

O Diário da Manhã é um jornal de circulação diária da cidade de Pelotas, estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

O Diário da Manhã de Pelotas/RS foi fundado em 24 de junho de 1979. É o pioneiro em Pelotas na impressão off-set, também implantou o formato tablóide na imprensa local. Foi o primeiro jornal da cidade a ter edições ininterruptas (de segunda a segunda,todos os dias).

Seu jornalismo possui linha editorial local e regional, circulando em aproximadamente 22 municípios da chamada Zona Sul do Rio Grande do Sul (Rio Grande, São Lourenço do Sul, Capão do Leão, Turuçu, Morro Redondo, Herval, Cerrito, Arroio Grande, Arroio do Padre, Canguçu - para citar alguns).

Atualmente, é o órgão oficial para publicações da Prefeitura Municipal de Turuçu, Morro Redondo, Capão do Leão, Herval e Arroio do Padre. Também é o órgão oficial da CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica), UFPel e UCPel (Universidades Federal e Católica de Pelotas), IFSul (Instituto Federal Sul-Rio-Grandense) e Exército Brasileiro.

O Diário da Manhã possui grande poder de penetração nas classes A-B-C, além de profissionais liberais e empresários.

A tiragem diária é de 10.000 exemplares em dias de semana, subindo para 10.800 exemplares aos domingos, estes distribuídos para cerca de 7.200 assinantes e o restante em mais de 100 bancas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Imprensa , Jornal da Noite, visto em 4 de maio de 2009.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.